Início » Negócios » Google abrirá escritórios a partir de julho, diz CEO

Google abrirá escritórios a partir de julho, diz CEO

Escritórios do Google serão reabertos gradualmente a partir de 6 de julho, segundo CEO Sundar Pichai

Bruno Gall De Blasi Por

O CEO do Google, Sundar Pichai, anunciou, nesta terça-feira (26), a reabertura de escritórios da companhia a partir de julho. De acordo com o executivo, o retorno será realizado gradualmente e se concentrará em funcionários que não conseguem exercer suas atividades à distância. A companhia opera remotamente desde o começo de 2020 devido à pandemia de COVID-19, doença causada pelo novo coronavírus.

Google (Foto: Kai Wenzel/Unsplash)

Os escritórios serão abertos a partir de 6 de julho, caso as “condições externas permitam”. Em publicação no blog do Google, Pichai explica que as atividades presenciais serão retomadas lentamente a funcionários que não podem desempenhar suas funções remotamente.

Inicialmente, somente 10% dos escritórios serão ocupados. Novos protocolos também serão adotados a fim de impedir o contágio da doença. “Teremos medidas rigorosas de saúde e segurança para garantir que as diretrizes de distanciamento social e sanitização sejam seguidas”, explica o executivo.

O Google ainda planeja uma reabertura mais extensa de escritórios ao longo dos próximos meses. A expectativa da companhia é de alcançar 30% da capacidade em setembro. Mas, novamente, a meta só será atingida caso as “condições externas permitam”, conforme alerta o CEO pela segunda vez.

Os gerentes terão até 10 de junho para avisar aos funcionários se há necessidade ou não de retornar aos escritórios. Caso o teletrabalho seja possível, as regras anteriores permanecem válidas. De acordo com o executivo, “para todos os demais, o retorno ao escritório será voluntário até o final do ano, e recomendamos que você continue trabalhando em casa, se puder”.

Sundar Pichai ainda anunciou um auxílio de US$ 1.000 (cerca de R$ 5.340 em conversão direta) ou valor equivalente na moeda local aos funcionários em home office para custear equipamentos e móveis para escritório.

Outras companhias também se preparam para reabrir seus escritórios no segundo semestre, como o Facebook. A expectativa da rede social é de retomar as atividades presenciais em julho, mas seguindo as mesmas regras do Google. Já o Twitter liberou o trabalho à distância por tempo indeterminado mesmo após o fim da pandemia.

Com informações: Google

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
1 usuário participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação