Início » Telecomunicações » Vivo Selfie é lançado com assinatura de Netflix, Spotify ou Rappi Prime

Vivo Selfie é lançado com assinatura de Netflix, Spotify ou Rappi Prime

Novos planos Vivo Selfie incluem assinatura da Netflix, Spotify ou Rappi Prime com 25 GB de internet para apps parceiros

Lucas Braga Por

A Vivo iniciou a comercialização do pós-pago Vivo Selfie: os novos planos incluem assinatura da Netflix, Rappi Prime ou Spotify Premium, além de 25 GB de internet e 25 GB de franquia exclusiva para esses serviços, custando até R$ 164,99 por mês. Os clientes terão WhatsApp sem descontar do pacote, além de diárias ilimitadas de roaming internacional nas Américas. Comparamos as novas ofertas com os planos vendidos pela Claro, TIM e Oi.

Esses são os planos do Vivo Selfie:

Plano Assinatura inclusa Franquia de internet Preço
Vivo Selfie Rappi Rappi Prime 25 GB de internet
25 GB para usar com Rappi
R$ 149,99/mês
Vivo Selfie Spotify Spotify Premium individual 25 GB de internet
25 GB para usar com Spotify
R$ 149,99/mês
Vivo Selfie Netflix Netflix Padrão (HD + 2 telas) 25 GB de internet
25 GB para usar com Netflix
R$ 164,99/mês

Todas as opções incluem ligações e SMS ilimitados para qualquer operadora (inclusive DDD), WhatsApp sem descontar da franquia (exceto chamadas de vídeo) e acesso aos apps GoRead, NBA Básico e Hube Jornais. Quem efetuar portabilidade numérica ainda recebe 5 GB extras por mês durante um ano – esse benefício também vale para clientes atuais, conforme previsto pela Anatel e pelo regulamento do próprio plano.

Além disso, os pacotes incluem diárias de roaming internacional ilimitadas nos países das Américas, o que rende de 500 MB a 1 GB por dia nos países visitados, recebimento de chamadas ilimitado e 50 minutos em ligações feitas para qualquer operadora. De acordo com o regulamento, é possível acrescentar até 5 linhas adicionais por R$ 89,90 ao mês por chip, compartilhando a franquia de internet do pacote principal e ligações ilimitadas.

Uma boa vantagem do Vivo Selfie é que o plano não possui fidelidade, ou seja, pode ser cancelado ou alterado a qualquer momento sem cobrança de multa. A operadora costuma dar destaque a planos controle e pós-pago com fidelidade de 12 meses de renovação automática – ou seja, se não cancelar no exato dia de término do contrato, o cliente precisa pagar multa rescisória.

Contratando separadamente, a assinatura do Rappi Prime custa R$ 29,90, o Spotify Premium individual sai por R$ 16,90, e a Netflix cobra R$ 32,90 pelo plano padrão. A Vivo inclui 25 GB exclusivos para usar com esses serviços: isso é útil para Netflix e Spotify, mas não faz sentido algum com o Rappi, que não gasta internet o suficiente para exigir uma franquia de dados dedicada.

Vivo Selfie fica sem 99 e Premiere

Conforme adiantado com exclusividade pelo Tecnoblog, a Vivo havia publicado em seu site a tabela de planos com 99 e Premiere, além dos oficialmente divulgados Spotify, Rappi e Netflix. Na ocasião, a 99 entrou em contato conosco e disse desconhecer essa parceria; pouco tempo depois, a operadora removeu as menções à empresa.

Também faz sentido que o Premiere seja descartado nesse primeiro momento: com a pandemia de coronavírus (COVID-19), os campeonatos de futebol estão suspensos. A Claro, maior operadora do mercado de TV por assinatura, chegou a interromper as vendas do Premiere até o retorno das partidas.

O plano Vivo Selfie Premiere seria o mais caro de todos, custando R$ 199,99 por mês com assinatura ao Premiere Play inclusa – de forma avulsa, a plataforma custa R$ 79,90 por mês. Ele teria 35 GB de internet e outros 35 GB para serem utilizados com o streaming de futebol.

Vivo Selfie vale a pena?

Comparando com o pós-pago da Vivo, o Vivo Selfie pode ser mais interessante: além da assinatura de serviço inclusa, as novas ofertas possuem maior franquia de dados.

  • O Vivo Pós com com fidelidade renovável de 12 meses com 16 GB de internet custa R$ 129,99 mensais. A versão com 30 GB e diárias ilimitadas do Vivo Travel Mundo sai por R$ 189,99 mensais.
  • O Vivo Pós com assinatura mensal, sem fidelidade, tem opções de 7 GB (R$ 129,99/mês), 8 GB + 8 GB para streaming (R$ 159,99/mês) e 12 GB + 12 GB para streaming (R$ 219,99/mês).

Comparando com as outras operadoras, esses são os planos disponíveis na faixa de R$ 149,99:

  • Claro: Claro Pós 10 GB + 10 GB para Netflix, YouTube e Now, acesso ilimitado a redes sociais, roaming internacional em 18 países das Américas: R$ 139,99 por mês (R$ 129,99/mês no débito automático)
  • TIM: TIM Black 12 GB + 12 GB para Netflix, YouTube, Looke, Esporte Interativo e Cartoon Network Já, acesso ilimitado a redes sociais, assinatura do Deezer Premium: R$ 139,99 por mês no débito automático
  • Oi: Oi Pós 100 GB, acesso ilimitado a Netflix, YouTube e redes sociais, 10 GB para roaming nos Estados Unidos: R$ 129,90 por mês

Valores referentes a São Paulo (DDD 11); os preços variam conforme a região.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
12 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

imhotep (@imhotep)

Não entendi o objetivo desses planos da Vivo.

Mafiotecano (@Mafiotecano)

Além disso, os pacotes incluem diárias de roaming internacional ilimitadas nos países das Américas, o que rende de 500 MB a 1 GB por dia nos países visitados, recebimento de chamadas ilimitado e 50 minutos em ligações feitas para qualquer operadora.

Agora é fácil oferecer isso né?

Edilson Junior (@Edilson)

A Vivo deveria oferecer o plano mais caro da Netflix por esse preço ridículo.

Jefferson Rodrigues (@Jefferson_Rodrigues)

Prefiro um plano pré de 30 reais. Kkkkk

Arthur Silva Vicentini (@ArthurVX)

25GB de franquia dedicada para a Rappi? Nem o mais viciado na Rappi gasta tudo isso de internet nela todo mês! Aliás, creio que nem chega a 1GB!

Arthur Silva Vicentini (@ArthurVX)

Um plano para viciados na Netflix (com assinatura incluída e opção de upgrade para o plano de quatro telas, 4K e HDR), um para os viciados no Spotify (com assinatura incluída)… e um plano que só faz sentido pela assinatura do Rappi Prime incluída (para os viciados na Rappi), pois 25GB pra Netflix faz sentido, pro Spotify, por mais que use menos banda, ainda faz sentido, agora… pra Rappi?!

imhotep (@imhotep)

Discordo por causa do preço. Mais barato ter internet fixa em casa. Quem consome 25gb de Netflix e Spotify na rua?
Sei que nem todo mundo tem internet fixa em casa, mas quem pode pagar 150 reais desses planos da Vivo, pode pagar por uma internet fixa. E mesmo que a pessoa ouça no metrô, trajeto casa trabalho, acho um custo alto demais.

imhotep (@imhotep)

Se pegarmos o consumo médio de vídeos no Netflix em HD (por volta de 3Gb/hora), esses 25Gb mensais não dão pra nada. Em modo SD melhora um pouco (daria pra consumir pouco mais de 1h de vídeo por dia).

Filipe Poeta (@Filipe_Poeta)

Resumindo: A vivo esta doida e com a equipe de novos produtos e serviços dormindo…A única explicação para um plano tão sem sentido e coerência como esse. Seria mais fácil incluir o spotify mas sem usar nada dos dados, com15GB de internet mensal livres por R$80,00 mensal . O plano Netflix poderia ser um plano a parte onde o cliente pagaria R$ 100,00 em 2 telas com 15GB livres e mais 30GB pra a Netflix. Faria mais sucesso.

@ksio89

Tirar dinheiro dos desavisados?