Início » Celular » Motorola Edge+ ultrapassa iPhone 11 em teste de câmera do DxOMark

Motorola Edge+ ultrapassa iPhone 11 em teste de câmera do DxOMark

O Motorola Edge+ desbancou alguns modelos de 2019, mas ficou atrás de aparelhos topo de linha que foram lançados neste ano

André FogaçaPor

O MotorolaEdge+ acaba de ter seu resultado de testes no DxOMark divulgado, colocando o novo topo de linha da Motorola em uma posição acima do que conseguiu o iPhone 11. Mesmo vencendo um concorrente importante, a pontuação atingida fez o smartphone ficar na vigésima posição no ranking de todos os outros celulares.

Motorola Edge+

Antes de mais nada, vale lembrar que o Motorola Edge+ é o smartphone topo de linha mais recente da marca americana, que atualmente está dentro da chinesa Lenovo. Ele vem com Snapdragon 865 que ajuda bastante com seu processador de imagem, além de trabalhar com um conjunto triplo de câmeras traseiras, com o sensor principal de 108 megapixels e abertura de f/1.8, secundário de 16 megapixels e abertura f/2.2 para fotos ultrawide e o terceiro de 8 megapixels, com abertura de f/2.4 e que faz o trabalho de zoom ótico de três vezes.

O DxOMark pegou este aparelho e fez seu teste padronizado para câmera, alcançando uma pontuação de 113 para o conjunto, sendo 119 em foto e 101 para vídeo. A nota média faz o Motorola Edge+ ficar na vigésima posição da lista, acima do iPhone 11, do Galaxy S10+ e do Pixel 4 que brilharam bastante em 2019, mas longe de concorrentes como Galaxy S20 Ultra que está na sétima posição, do iPhone 11 Pro Max que está logo na posição seguinte ou o Huawei P40 Pro, que figura no topo do ranking.

Em fotos o site comenta que o aparelho ofereceu pouco ruído, trabalhou bem o alcance dinâmico e praticamente não alterou cores, mas colocou alguns pontos com saturação abaixo do esperado. O trabalho do foco automático também foi elogiado, conseguindo acertar em todas as condições de luz.

O que freou o sucesso foi um conjunto de problemas na definição de fotos com o zoom aplicado, que tem resolução baixa, além erros em partes do recorte no modo de fundo desfocado e lente ultrawide que tem menos campo de visão do que o esperado. O modo noturno também não impressionou, ao aumentar bastante o ruído das fotos.

Em vídeo o Motorola Edge+ mostrou que lida bem com o foco que persegue o objeto em cena, mas também não impressionou ao não suavizar tanto o movimento. Por outro lado, gravando vídeos de noite o celular conseguiu ter menos ruído do que o iPhone 11 Pro Max.

A lista dos 20 melhores colocados do DxOMark ficou assim:

  1. Huawei P40 Pro
  2. Honor 30 Pro+
  3. Oppo Find X2 Pro
  4. Xiaomi Mi 10 Pro
  5. Huawei Mate 30 Pro 5G
  6. Honor V30 Pro
  7. SamsungGalaxy S20 Ultra
  8. Huawei Mate 30 Pro
  9. Xiaomi Mi CC9 Pro Premium Edition
  10. Samsung Galaxy S20+
  11. iPhone 11 Pro Max
  12. Samsung Galaxy Note 10+ 5G
  13. Samsung Galaxy Note 10+
  14. Huawei P30 Pro
  15. Oppo Reno 10x Zoom
  16. Samsung Galaxy S10 5G
  17. OnePlus 7 Pro
  18. OnePlus 7T Pro
  19. Honor 20 Pro
  20. Motorola Edge+

Com informações: DxOMark.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
6 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

@LeandroCSC

Ultrapassa o 11 e fica abaixo do 11 Pro MAX? Então realmente há diferença no resultado final entre a câmera do iPhone 11,PRO e PRO Max? O que é vendido é que isso não existe.Mas ,sim,que as diferenças são em outros aspectos.Eu tbm pensava isso…

Gostei das fotos desse Motorola. Definição muito boa nas fotos diurnas. Pouco vi diferença em relação ao 11 PRO Max,que não custa lembrar que é um topo do ano passado! Ficou mais nítido a diferença apenas no modo noturno,onde a Apple faz um trabalho mais consistente.

Com um marketing bem trabalhado e uma política de preços mais realista,esse Motorola pode surpreender nas vendas. A questão é eles serem mais realistas. Acredito que não só a Motorola,mas não espero muita coisa em termos de preços das outras marcas. O panorama está difícil.

Rodrigo (@rodrigo1)

É que o iphone pro max possui a câmera de zoom, que o iphone 11 não possui, o que derruba a pontuação no quesito “zoom” do iphone 11. Se você olha as pontuações de cada quesito dos dois modelos, verá que a única que apresenta uma divergência muito grande é nesse quesito de zoom, e no de efeito bokeh, pois acho, aí é opinião minha, que a câmera de zoom auxilia para estimar a profundidade de campo.

Edit: E é basicamente por isso que o Edge+ consegue uma pontuação maior do que o iphone 11 também, pois possui câmera de zoom. Em resumo, os testes do dxomark, ao se comparar telefones com número de câmeras diferentes devem ser tomados com cautela, não olhando apenas a pontuação geral, mas todos os quesitos, visualizando ainda as imagens de teste.

Felipe Ventura (@felipe)

A lista não está desatualizada; o OnePlus 8 Pro ainda não foi testado pelo DxOMark.