Início » Negócios » Google é alvo de investigação antitruste nos EUA, diz DuckDuckGo

Google é alvo de investigação antitruste nos EUA, diz DuckDuckGo

Segundo executivo, autoridades levantaram a possibilidade de exigir que Google facilite o uso de outros buscadores no Android e no Chrome

Victor Hugo Silva Por

Os Estados Unidos pretendem limitar o domínio do Google nos segmentos de buscas e publicidade. Para isso, autoridades responsáveis por investigações antitruste contra a companhia pedem a ajuda de seus concorrentes. A informação foi revelada à Bloomberg por Gabriel Weinberg, CEO do DuckDuckGo, buscador focado em privacidade.

Google - escritório

Segundo o executivo, reguladores estaduais e o Departamento de Justiça dos EUA entraram em contato com o DuckDuckGo para discutir a possibilidade de exigir que o Google ofereça a usuários alternativas de buscadores no Android e no Chrome. “Conversamos com todos eles sobre buscas e todos nos fizeram perguntas detalhadas”, afirmou Weinberg.

As autoridades também investigam supostas práticas anticompetitivas do Google em relação à publicidade. Com o objetivo de descobrir se a empresa teve alguma vantagem para dominar esse mercado, o trabalho realizado há um ano pelo Departamento de Justiça e procuradores-gerais dos 50 estados americanos busca pode levar a uma ação formal nos próximos meses.

A declaração de Weinberg aponta que os EUA desejam barrar a larga vantagem que o Google tem sobre demais buscadores e plataformas de publicidade. Apenas no primeiro trimestre de 2020, a companhia faturou US$ 41,2 bilhões, resultado 13% maior do que o registrado no mesmo período de 2019. Deste valor, US$ 33,8 bilhões vieram de anúncios.

Esta não é a primeira vez em que o Google é alvo de investigações sobre práticas anticompetitivas. Em 2018, a empresa foi multada em 4,3 bilhões de euros após a União Europeia concluir que a liderança do Android foi usada para forçar fabricantes de celulares a incluírem sua busca e o Chrome como padrão em celulares. Com a decisão, o sistema teve de passar a oferecer meios para usuários europeus optarem por outros buscadores e navegadores.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
5 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Eu (@Keaton)

Uai… mas o DuckDuckGo não usa a search engine do Google?

Felipe Ventura (@felipe)

Não usa!

DuckDuckGo gets its results from over four hundred sources. These include hundreds of vertical sources delivering niche Instant Answers, DuckDuckBot (our crawler) and crowd-sourced sites (like Wikipedia, stored in our answer indexes). We also of course have more traditional links in the search results, which we also source from multiple partners, though most commonly from Bing (and none from Google).

LekyChan (@LekyChan)

esses cara não sabem que a maioria dos usuários é preguiçosa, a maioria usa algo por mero comodisto e não querer ter trabalho de trocar.

Eu (@Keaton)

Engraçado isso, sempre tive a impressão que o DDG era bem mais preciso que o Bing. (O Bing acha tudo que eu não quero. Já o DDG e o Google acham com mais precisão.)