Início » Computador » Apple deve confirmar Macs com processador ARM na WWDC 2020

Apple deve confirmar Macs com processador ARM na WWDC 2020

Chips ARM devem ser aposta da Apple para mais desempenho e autonomia na linha Mac e sinalizar fim da parceria com Intel

Emerson Alecrim Por

Marcada para 22 de junho, a WWDC 2020 vai ser realizada totalmente online por conta do cenário de pandemia, mas isso não quer dizer que o evento terá pouca relevância: se os rumores estiverem certos, a Apple confirmará, na ocasião, a chegada de Macs baseados em chips ARM. Vai ser o começo do adeus à Intel.

MacBook Pro (16 polegadas)

Assim como os processadores que equipam as linhas iPhone e iPad — a exemplo do atual A13 Bionic —, os novos chips serão projetados pela Apple com base na tecnologia da ARM. Como eles equiparão exclusivamente os computadores da marca, deverão ser otimizados desde a fase de projeto para o trabalho com a arquitetura dessas máquinas.

É a busca por desempenho que pesou na decisão da Apple de apostar em chips ARM. O ganho de performance de cada nova geração de processadores Intel tem sido cada vez menos expressivo em relação à geração anterior. Os engenheiros da Apple temem que esse fator atrase a evolução dos futuros Macs. Com chips próprios, a companhia tem mais segurança para seguir com os planos.

De acordo com fontes próximas à Apple ouvidas pela Bloomberg, testes preliminares com processadores ARM na linha Mac mostraram avanços consideráveis na comparação com os chips da Intel, principalmente no desempenho de gráficos e em aplicações baseadas em inteligência artificial.

Tem mais: a Apple também teria conseguido alcançar mais eficiência no consumo de energia, detalhe especialmente importante para a linha MacBook, que pode ganhar versões ainda mais finas ou leves que as atuais.

Processador ARM pode chegar nos MacBooks

Ainda de acordo com a Bloomberg, a Apple estaria trabalhando em pelo menos três chips ARM para Mac, sendo um deles baseado no A14, processador que equipará a próxima geração do iPhone. Eles deverão contar com GPU integrada e um Neural Engine para tarefas baseadas em aprendizado de máquina.

Os primeiros Macs com tecnologia ARM só devem ser lançados em 2021. Esse prazo é importante para permitir que os desenvolvedores se preparem para a nova arquitetura. Muito provavelmente, os novos computadores continuarão rodando o macOS, mas ajustes e otimizações de software certamente farão parte da transição.

Para a Intel, essa é uma péssima notícia. Além de perder um cliente importante, o sucesso da empreitada da Apple pode motivar o uso de tecnologia ARM por outros fabricantes. Esse movimento já vem sendo ensaiado, ainda que discretamente: Microsoft, Samsung e Lenovo já têm laptops baseados em chips do tipo.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
11 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Lucas Gasparotto (@TyrMenethil)

A Apple vai conseguir tirar isso de letra, visto que eles já mudaram de arquitetura uma vez e conseguiram mto bem. Quero ver apenas quem roda Windows nessas máquinas, pois mesmo que em menor quantidade, existe esse pessoal. Rodar uma versão ARM do sistema não é algo comum e muitas aplicações hoje não são baseadas na ARM. Mas é um passo muito importante.
Outro ponto que eu quero ver são os preços. Lembrando que Intel é mais caro, será que essa plataforma será bem mais em conta? Duro é o preço Apple que talvez não venha alterar em nada os valores. Talvez no começo para instigar as pessoas a adquirir um, mas não dá pra garantir nada dessa empresa.

Cesar Osvaldo Müller (@cesar)

Existem rumores antigos na industria, que uma das coisas que fez a Apple demorar tanto pra migrar pra ARM é o fato do windows ter problemas em rodar nessa arquitetura… Acredito que até o lançamento dessas maquinas o Windows já esteja redondinho em ARM também…

Filipe Espósito (@filipeesposito)

Sinceramente, duvido muito que vá mudar algo em preço, até porque o processador não é a única coisa que encarece o produto. Ao mesmo tempo, isso provavelmente vai melhorar muito o desempenho dos Macs de entrada sem que eles precisem aumentar o valor final desses modelos — como por exemplo o Mac mini de $799 e o MacBook Air de $999.

Lucas Gasparotto (@TyrMenethil)

É vdd que já existe versões do Windows para ARM, mas não sei quanto ao time schedule será suficiente.

Lucas Gasparotto (@TyrMenethil)

É, pensando principalmente nos de entrada, será muito interessante, até pq esse processador se mostrou mto bom em edição de vídeos. Vamos ver em telas maiores né?
Quanto ao preço, realmente não é apenas, mas é um dos mais caros. Mas não acredito que vá realmente diminuir os valores.

Tulio Eduardo (@Tulio_Eduardo)

Nesse mercado de processadores para computadores a Intel está sozinha, enquanto essa situação continuar os seus produtos vão ser bem caros. É necessário uma mudança, espero que a Apple comece a puxar a fila e outras fabricantes sigam o meu caminho.

Bruno Cabral Peixoto (@Bruno_Cabral_Peixoto)

Vai sonhando, ARM equivale a série U dos processadores Intel.

Bruno Cabral Peixoto (@Bruno_Cabral_Peixoto)

Apple e diminuir preço na mesma frase não rola.

Filipe Espósito (@filipeesposito)

O A12X Bionic do iPad Pro de 2018 é equivalente ao Intel Core i7 série H do MacBook Pro. Um chip A14 deste ano certamente bate fácil qualquer processador de entrada/intermediário da Intel e com muito mais eficiência energética.

Nick Guerra (@NickGuerra)

O que me preocupa aqui é quem recém comprou Mac com Intel, estaria fadado a ter um Mac defasado

Filipe Espósito (@filipeesposito)

Acho que vai demorar até a Apple descontinuar de vez os Macs Intel (até porque acho que não vão atualizar toda a linha de Macs com ARM em menos de 3 anos). Mas realmente, agora principalmente não é um bom momento pra se comprar um Mac novo.

Bruno Cabral Peixoto (@Bruno_Cabral_Peixoto)

Na teoria né?
(é tudo muito lindo, mas… X86 processa mais instruções por ciclo).

Felipe Silva (@Felipe_Silva)

Não vejo a Apple substituindo os top de linha de intel para arm em um curto período, não vejo o Mac Pro rodando arm nos próximos anos, então vão ter de manter o suporte aos intel de qualquer jeito.

Clock mais alto e mais núcleos estão ai pra isso, e capaz de fazerem o mesmo consumindo bem menos energia.

 • 令和 • Ward'z de Souza 🇯🇵🎌🦊🔥 - Risonho e Límpido (@Wardz_de_souzA)

A Apple não vai fazer uma troca tão brusca assim como na época do PowerPC e conector de 30 pinos.

Acho que aprenderam a lição.

Olha a lentidão pra adotar o USB-C, por exemplo.

Fabio Oneda (@Zabba)

Eu tenho um certo receio de qdo o ARM chegar em PCs com o Windows.
Isso vai matar a retrocompatibilidade que existe desde a época dos IBM PCs dos anos 80 em uma paulada só. Além de minar todo o mercado de games pra PC, q duvido que queiram portar tudo pra ARM…

Exibir mais comentários