Início » Gadgets » TV 4K Samsung TU8000 Crystal UHD: temos um avanço

TV 4K Samsung TU8000 Crystal UHD: temos um avanço

Samsung TU8000 Crystal UHD entrega mais que o básico em uma TV 4K sem cobrar os olhos da cara

Paulo Higa Por
Nota Final 7.8

A Samsung TU8000 é a sucessora da RU7100, uma TV 4K de entrada que fez sucesso no Brasil por oferecer bons recursos sem custar os olhos da cara. Em 2020, a fabricante coreana incrementou um pouco mais seu modelo básico: o design foi refinado, o processador de imagem ganhou mais destaque e o software passou por grandes avanços, tanto no visual quanto nas tecnologias.

Também batizada de Crystal UHD, a TU8000 ganhou funcionalidades que até então estavam restritas aos televisores mais caros da Samsung, como um modo otimizado para games e suporte para comandos de voz. Mas será que essas novidades são suficientes para manter a boa fama da linha? Eu testei a TU8000 de 55 polegadas nas últimas semanas e conto tudo nos próximos minutos.

Análise da TV 4K Samsung TU8000 Crystal UHD em vídeo

Design, conexões e controle remoto

As TVs da Samsung não mudaram tanto nos últimos anos no segmento de entrada, mas a TU8000 trouxe avanços perceptíveis. O primeiro surge logo na instalação: não precisa nem ter uma chave de fenda. Basta encaixar os dois pés em formato de Y nos lugares indicados e… pronto. A TV já pode ser ligada. A montagem ficou tão simples sem parafusos que me faz pensar por que não pensaram nessa solução antes.

TV 4K Samsung TU8000 Crystal UHD - Review

A TU8000 também ficou mais interessante em termos estéticos. O design continua sem nenhuma grande sofisticação nos materiais, como é de costume no segmento, mas as bordas laterais e superior foram reduzidas, o que traz uma maior imersão e foco no conteúdo. Além disso, a TV está bem fina, com 6 centímetros de espessura, causando uma boa primeira impressão sobre o visual.

Para quem instala a TV sobre um móvel, uma funcionalidade bacana é que existem canaletas na traseira para esconder os cabos e eliminar a bagunça visual. Um pequeno acessório incluso permite prender os fios a um dos pés da TV. Ainda não é um One Connect, que centraliza as conexões em uma caixa externa nas TVs mais caras da Samsung, mas já ajuda na organização.

TV 4K Samsung TU8000 Crystal UHD - Review

As conexões estão concentradas do lado direito, com três HDMI, duas USB, uma Ethernet, saída de áudio óptica e entrada para antena de TV, o que fica dentro do esperado para uma TV básica. Aqui, vale lembrar que a Samsung incluiu um novo modelo 4K abaixo da TU8000 este ano: ela se chama TU7000 e tem apenas duas portas HDMI, o que pode ser insuficiente para algumas pessoas.

O Bluetooth continua presente e, antes tarde do que nunca, o Wi-Fi da TU8000 finalmente suporta a frequência de 5 GHz, o que aumenta a compatibilidade com redes sem fio e pode trazer ganhos de velocidade em alguns casos. A conexão se mostrou rápida e estável no Wi-Fi, sem surpresas.

TV 4K Samsung TU8000 Crystal UHD - Review

O controle remoto da Samsung me agrada bastante. Ele é compacto, tem poucos botões e traz atalhos para a Netflix, o Amazon Prime Video e o Globoplay. O Modo Ambiente é uma das novidades de software da linha básica da Samsung, mas o mais importante é o microfone para comandos de voz em português do Brasil, graças à inclusão da Alexa, que comento adiante.

Por ser universal, você pode utilizar o controle remoto da TV para controlar outros dispositivos, como o decodificador da TV por assinatura: é possível trocar os canais, acessar o guia de programação e até mudar as configurações do set-top box, o que elimina a bagunça dos controles remotos espalhados pelo cômodo. Esse é certamente o recurso que mais me faz falta em outras TVs básicas, e é bom ver que continua aqui.

Qualidade de imagem

TV 4K Samsung TU8000 Crystal UHD - Review

Não é simples falar da imagem da TU8000 porque esta é uma TV de entrada: ela não tem recursos avançados como um local dimming por zonas para melhorar o contraste, um nível de preto profundo ou um brilho tão forte como nos modelos mais caros. Por outro lado, para quem está comprando sua primeira TV 4K ou não tem um olhar tão clínico, a Crystal UHD é satisfatória.

Analisando friamente, a TU8000 tem uma qualidade de imagem “ok”. O ângulo de visão é pior em comparação com as TVs básicas da LG com painel IPS, o que causa uma pequena perda de brilho e saturação quando você não estiver assistindo à TV exatamente de frente. O problema não deve incomodar a maioria das pessoas, mas quem tem salas de estar mais largas precisa levar esse ponto em consideração.

TV 4K Samsung TU8000 Crystal UHD - Review

A TU8000 não consegue lutar muito bem com ambientes claros demais, mas a visualização continua razoável e melhor que vários televisores da mesma faixa de preço, graças ao bom nível de contraste. Ainda assim, o brilho é fraco e insuficiente para você notar diferenças significativas em conteúdos com HDR10+, por exemplo, embora a TV teoricamente tenha suporte a essa tecnologia.

O preto se mostrou uniforme, sem vazamento de backlight notável, enquanto o volume de cores foi razoável. Eu percebi uma certa limitação na reprodução de degradês em testes sintéticos, mas o defeito não foi tão perceptível em conteúdos reais.

TV 4K Samsung TU8000 Crystal UHD - Review

Para quem joga, a boa novidade da TU8000 é o modo game, que diminui o atraso na imagem de um console ligado na porta HDMI e também equilibra a exposição das cenas, evitando regiões muito escuras que podem esconder os inimigos. Nos meus testes em 4K a 60 Hz, o input lag ficou abaixo dos 15 milissegundos, o que é uma marca excelente.

Qualidade de som

Já o som da TU8000 fica entre o decepcionante e o razoável. É verdade que os alto-falantes de TVs nessa faixa de preço não costumam surpreender, mas fico triste ao perceber que a qualidade de áudio das TVs em geral não só estagnou como piorou nos últimos anos. Em parte, isso aconteceu porque o consumidor médio valoriza mais um design fino do que um som de qualidade — e esses pontos são antagônicos.

A TU8000 é equipada com dois alto-falantes de 10 watts. No modo de som Padrão, o volume pode ser insuficiente para salas de estar maiores que 15 ou 20 metros quadrados, dependendo da fonte. Ativando a opção Amplificar, os médios são mais valorizados e é possível entender os diálogos de forma mais clara, mas surgem distorções com o volume acima de 70.

Os graves não têm muito espaço na TU8000, mostrando algum barulho, mas nenhum impacto, o que fica dentro da média para uma TV de entrada, sem falante dedicado para baixas frequências. No outro extremo, os agudos também são muito tímidos, gerando a sensação de falta de definição, especialmente ao ouvir músicas.

É um som mediano, que certamente não vai trazer a imersão que você precisa em filmes e séries. Mesmo uma soundbar mais acessível pode ser um upgrade considerável para a TU8000.

Software e funções de smart TV

TV 4K Samsung TU8000 Crystal UHD - Review

Se a qualidade de imagem não teve avanços significativos e o som continua apenas dentro da média, o mesmo não se pode dizer do software, que recebeu uma das maiores atualizações dos últimos anos. A Samsung já vinha fazendo um bom trabalho no Tizen, mas agora o nome do sistema operacional fica estampado na caixa da TV e na primeira inicialização, deixando claro que ele ganhou mais atenção dos coreanos.

Logo de cara, a interface agrada por ter adotado tons escuros, um contraste em relação ao brancão das versões passadas do Tizen. É uma interface que faz sentido em uma TV, especialmente quando você está assistindo a um filme no escuro e seus olhos já se acostumaram com o conteúdo. Minhas pupilas agradecem.

Na configuração inicial, a TU8000 pergunta se você quer entrar em uma conta Amazon para ativar a Alexa. Além da boa novidade, isso significa que a Samsung finalmente tem uma assistente pessoal em português na TV. Eu bato nessa tecla desde que a Bixby foi lançada: não fazia sentido ver a Samsung falando tanto em casa conectada se as TVs da marca não suportavam muito mais do que controlar o volume por voz.

TV 4K Samsung TU8000 Crystal UHD - Review

Por sinal, a Bixby continua na TV e você pode alternar entre as duas, mas a assistente pessoal da Samsung só entendia inglês na minha unidade de teste. Conversando com o Guilherme Campos, gerente de produto da Samsung Brasil, ele me contou que a Bixby deve suportar o nosso idioma nas TVs a partir do terceiro trimestre de 2020. E, sim, essas novidades ficarão restritas aos modelos lançados este ano — a Samsung não costuma liberar novos recursos para gerações passadas de TVs.

Quanto ao ecossistema, a Samsung continua em uma excelente posição. Netflix, Prime Video, Apple TV+, YouTube e Globoplay estão pré-instalados (aliás, a Samsung e a Globo devem anunciar em breve uma parceria que vai um pouco além do botão dedicado no controle remoto). Na loja, é possível encontrar Telecine, Plex, Globosat Play, Google Play Filmes, HBO Go, Vivo Play, Spotify, Deezer, Tidal e mais.

TV 4K Samsung TU8000 Crystal UHD - Review

Um recurso extra para os usuários de produtos da Apple é o AirPlay, que permite transmitir conteúdo a partir de um iPhone, iPad ou Mac na tela grande. Além disso, a Samsung decidiu embutir o Modo Ambiente na TU8000, que mostra uma imagem quando você não estiver assistindo à TV. O recurso só estava disponível nos modelos QLED até então e foi simplificado na TU8000, exibindo apenas fotos, sem informações como relógio ou previsão do tempo. Pode ser útil para quem se interessa mais por decoração; eu sou do time que prefere economizar energia.

Vale a pena?

TV 4K Samsung TU8000 Crystal UHD - Review

A Samsung Crystal UHD é uma boa opção para quem não quer gastar os olhos da cara em um televisor. Esse segmento de TVs 4K de entrada costuma ter suas limitações, como o brilho não muito forte, o contraste razoável e um volume de cores que não impressiona os olhos mais clínicos. Só que a Samsung fez um ótimo balanço com os recursos extras: o controle remoto é bom, o sistema é fluido, a Alexa foi uma excelente adição e os serviços de mídia estão todos aqui.

Em comparação com a RU7100, lançada em 2019, sinto que o avanço foi maior nesta geração, não por causa da qualidade da tela, que continua no mesmo nível, mas pelo salto no software. O grande problema é que a TU8000 chegou bem mais cara: a versão de 55 polegadas, no momento em que eu fazia este review, era encontrada por R$ 3.299 no varejo, contra R$ 2.499 do modelo passado. Eu pagaria 300 ou 400 reais a mais pelas novidades, mas não 800.

Como o cenário de preço pode até ter mudado quando você estiver consultando esta análise, o que importa mesmo é que, embora eu sempre espere uma melhora na qualidade de imagem a cada geração, a TU8000 é suficiente para a maioria das pessoas. Quem for mais exigente pode comprar uma TV mais cara, mas, nos principais pontos, ela é igual ou melhor que outros televisores da mesma faixa de preço.

TV 4K Samsung TU8000 Crystal UHD

Prós

  • Assistente pessoal em português, até que enfim!
  • Boa qualidade de imagem para uma TV básica
  • Eu gosto do controle remoto único
  • Bluetooth, três portas HDMI e Wi-Fi de 5 GHz: bom conjunto
  • Tizen ficou ainda melhor com interface repaginada

Contras

  • Samsung, quando vai ter brilho forte no segmento básico?
  • Som não é muito alto e nem encorpado
Nota Final 7.8
Design
7
Conectividade
9
Imagem
7
Som
7
Usabilidade
9

Especificações técnicas

  • Modelo: UN55TU8000
  • Tamanho do painel: 54,6 polegadas (138,8 cm)
  • Resolução: 3840×2160 pixels
  • Taxa de atualização: 60 Hz
  • Tipo de painel: VA LCD com iluminação Edge LED
  • Tecnologias de imagem suportadas: HDR10, HDR10+, HLG
  • Potência dos alto-falantes: 2x 10 watts
  • Tecnologias de áudio suportadas: Dolby Digital Plus
  • Sistema operacional: Tizen
  • Consumo de energia: 150 watts (máximo) e 0,5 watt (standby)
  • Entradas de vídeo: 3 HDMI 2.0 (ARC, HDMI-CEC), 2 RF, vídeo componente
  • Saídas de áudio: 1 saída de áudio óptica digital
  • Outras conexões: 2 USB 2.0, Wi-Fi 802.11n, Bluetooth, Ethernet
  • Dimensões (largura x altura x profundidade): 123×70,7×5,9 cm (sem a base) e 123×78,3×25 cm (com a base)
  • Peso: 13,9 kg (sem a base), 14,2 kg (com a base)

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
14 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

@doorspaulo

Só pretendo trocar minha antiga Philips FHD quando falecer mesmo…
O que eu mais queria era uma TV burra com ótimo painel.

Jacques (@fioda)

Que curioso esse wifi, a MU6120 minha tem wifi 5ghz, a RU7100 não.

Agora, pelas fotos ai, essa TV nova ai não tem conexão component?

Matheus (@SIRvisconde)

Eu tenho uma RU7100 e ela tem o modo game (?)

Leonardo Rocha Dias (@Leonardo_Rocha_Dias)

Onde está o link do abaixo-assinado para a Samsung trazer o modo escuro e Alexa para as TVs da linha QLED 2019? Comprei a Q80R em Abril. Já tem microfone no controle, Bixbi, e Amazon Prime.

Rafael José Alves (@Rafael_Jose_Alves)

Quais seriam as concorrentes diretas desse modelo?

Joseilton Júnior (@Joseilton_Junior)

Higa, boa tarde! A Alexa que vem integrada nela é pq dá pra controlá-la por voz, via skill Samsung Smart Things, ou que eu posso “invocar” outras coisas conectadas falando “Alexa!” no controle remoto ou próximo da TV?

Paulo Higa (@higa)

Tem a assistente Alexa na TV. Só apertar o botão de microfone e dar o comando (previsão do tempo, apagar lâmpada, iniciar limpeza, etc).

Diego Nascimento (@Dieg0)

A de 65" apareceu por 2,5K no Extra uns 20 dias atrás, acho que foi erro de precificação mas quem comprou recebeu normalmente. Foi uma **** compra!

Vítor Gomes (@vctgomes)

Gostei do novo Tizen. Às vezes é extremamente incomodo acessar o menu de apps enquanto estou assistindo filmes na madrugada no escuro, por exemplo. O preto é bem mais confortável pra isso.

Uma pena q a RU7100 não deva receber

Paulo Higa (@higa)

Samsung RU7100, LG UN7310, TCL P8M, Sony X705G.

Rafael Moreira (@Rafael_Moreira)

Pretendo trocar de TV, mais não será por esses modelos de entrada da Samsung. Acho válido o investimento em uma Qled Q60 e até a Q80r, de vez em quando surgi umas promoções da Q80r. O grande x da questão é que ambas tem painel 120hz e baixo input lag principalmente para quem pretende jogar utilizando a TV como PC monitor ou ligando um console. Mais em se tratando de modelos de entrada essas aí da matéria são boas por conta do painel VA, visto que as de entrada da Sony e LG usa painel IPS. Vai do gosto de cada usuário também.

Gabriel Brito (@gabrielbrito)

Fiquei esperando um teste no vídeo, aliás. Fica a sugestão.