Tecnoblog
Início » Aplicativos e Software » Parceria do Google permite rodar o Office do Windows no Chromebook

Parceria do Google permite rodar o Office do Windows no Chromebook

A parceria do pode limitar o alcance do Office, mas o pacote de produtividade da Microsoft pode ser instalado no Chrome OS pela Play Store

O Google firmou parceria com a Parallels para permitir que o Office possa ser aberto nativamente dentro do Chrome OS. A novidade é bastante promissora para os Chromebooks, mas infelizmente ela está limitada ao uso empresarial dos computadores que rodam o sistema operacional criado inicialmente para ter apenas o Chrome.

A parceria das duas empresas vai para além do pacote de produtividade, pois ela permite rodar aplicativos do Windows em pequenas máquinas virtuais dentro do Chrome OS. Isso significa que basta o Parallels liberar o suporte para um programa e ele será aberto como se fosse em um PC com Windows instalado. O único detalhe que precisa ser notado é que o suporte é para versões corporativas dos Chromebooks.

O primeiro programa que recebeu este suporte é o Office, que permite o Chromebook ser utilizado como ferramenta mais completa para o trabalho de casa que cresceu junto da pandemia de coronavírus, causador da COVID-19. Quem coordena a magia de rodar nativamente é o Parallels Desktop, que permite até mesmo o acesso offline de todas as funções do Microsoft Office.

Tem Office para Chromebook sem ser corporativo

Se você também ficou desanimado ao saber que um Chromebook convencional fica de fora da parceria, ao menos por enquanto, saiba que o Chrome OS já pode rodar o Office faz certo tempo, desde que o modelo de Chromebook escolhido rode apps Android.

A partir da Play Store é possível baixar o app do Office que roda no Android, ou mesmo os apps do Word, Excel e PowerPoint que ganham uma interface especial e com mais recursos que aproveitam a tela grande dos dispositivos. Neste caso, com a tela grande, o programa exige a assinatura do Office 365 para poder editar documentos – exigência que não existe se o mesmo app foi aberto em um smartphone ou tablet com tela menor do que 10 polegadas.

Com informações: Google e Parallels.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação