Início » Internet » Adobe encerrará Flash para navegadores em dezembro de 2020

Adobe encerrará Flash para navegadores em dezembro de 2020

Adobe Flash Player será encerrado para sempre em 31 de dezembro de 2020; usuários devem desinstalar plugin, recomenda Adobe

Bruno Gall De Blasi Por

Anote no calendário: o Adobe Flash Player será encerrado para sempre em dezembro de 2020. Segundo a Adobe, o plugin passará o bastão de vez a outros padrões disponíveis no mercado, como o HTML5, WebGL e WebAssembly, no fim do ano.

Adobe Flash Player

O fim do plugin é um acontecimento esperado há três anos. “Nós vamos parar de atualizar e distribuir o Flash Player no final de 2020 e encorajar os criadores de conteúdo a migrar qualquer conteúdo em Flash existente para esses novos formatos”, explicou a Adobe em 2017.

Após a decisão, a empresa manteve a distribuição de atualizações do plugin. Este ciclo, porém, será encerrado nos próximos meses, mais propriamente em 31 de dezembro de 2020, data escolhida pela Adobe para terminar o ciclo de vida da plataforma.

Segundo a companhia, a distribuição da ferramenta será finalizada para sempre a partir da data informada. A Adobe ainda orienta os usuários a desinstalarem o plugin de seus dispositivos antes mesmo do encerramento.

“A Adobe removerá as páginas de download do Flash Player de seu site e o conteúdo baseado em Flash será impedido de ser executado no Adobe Flash Player após a data de encerramento”, afirmam.

O Adobe Flash Player é um plugin bastante popular das últimas décadas. Lançada em 1996, a ferramenta foi responsável por diversas aplicações na internet, como jogos online e players de vídeos. Em 2018, a plataforma era utilizada em 5% dos sites.

Com informações: Adobe e Android Police

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
5 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Sérgio (@trovalds)

E quando o Steve Jobs aboliu o Flash do iOS o mercado só fez ridicularizar ele. Inclusive a concorrência em suas peças publicitárias: “O nosso SO roda Flash!”

Mas se não fosse por ele (Jobs) os consumidores ávidos de vídeos de plataformas como YT iam ter autonomia pifia em seus smartphones graças ao (muito) mal otimizado Flash.

Descanse em paz, Steve Jobs. Mais uma vez você tinha razão. O Flash? Apenas descanse mesmo.