Início » Aplicativos e Software » Google Chrome poderá usar menos memória no Windows 10

Google Chrome poderá usar menos memória no Windows 10

Novo recurso do Windows 10 promete reduzir o consumo de memória RAM em softwares como o Google Chrome

Bruno Gall De Blasi Por

O Google Chrome poderá consumir menos memória RAM no Windows 10. Ao menos, é o que se espera: um novo recurso da Microsoft, disponibilizado recentemente no sistema operacional, deve amenizar o uso de recursos utilizados por aplicativos, como o navegador do Google e o Microsoft Edge baseado em Chromium.

 

As melhorias no consumo de recursos foram disponibilizadas aos usuários no Windows 10 2004 (May 2020 Update). Com a atualização, o sistema operacional passa a contar com um novo “heap de segmento” que tende a reduzir a utilização de memória RAM em softwares instalados no Windows 10.

As melhorias já foram testadas internamente no Microsoft Edge. Segundo a Microsoft, “o Microsoft Edge aproveitou as melhorias de memória de heap de segmento do Windows, agora disponíveis para aplicativos Win32 para gerenciar a memória com mais eficiência”, o que resultou em uma economia de até 27% no uso de recursos ao utilizar o navegador.

Outro browser que pode garantir melhor desempenho com o novo recurso é o Google Chrome. Segundo um commit aberto por um desenvolvedor no Chromium Gerrit nesta terça-feira (16), consumo de memória RAM pode ser reduzir consideravelmente caso o “heap de segmento” seja implementado no navegador.

Não há previsão de inclusão do novo recurso no Google Chrome.

Com informações: XDA-Developers, Chromium Gerrit e Microsoft (Windows Blog)

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
8 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Bruno Who? (@brunossn)

Resumo: precisou a Microsoft mexer no Windows pro Chrome usar menos memória.

² (@centauro)

O Google deve realmente levar a sério o pessoal que diz que “memória RAM não utilizada é memória RAM desperdiçada”.

RenkinHagane (@RenkinHagane)

Eu uso o Chrome no dia a dia e nunca senti problemas de consumo alto de RAM, Inclusive migrei do firefox justamente porque o mesmo Estava consumindo mais RAM e CPU do que o chrome(Misteriosamente), já o edge chromium eu não me acostumei então não posso opinar sobre esse.

Fabio Oneda (@Zabba)

Idem.
Tô no Chrome desde 2013 justamente porque o Firefox se tornou impraticável de usar por causa do alto consumo de memória. Hoje o Chrome pode usar bastante RAM, mas ele ainda roda bem lisinho e fluído, tanto no meu PC do trabalho (com 8gb de RAM) qto no meu de casa (q tem 16).
O Edge Chromium é um browser mto bom tb, e menos guloso. Mas só fico no Chrome pq já tenho todo meu ambiente de navegação configurado nele de anos (plugins, sincronização de favoritos, histórico, abas abertas, etc…). E tb tem a integração dele com serviços do Google.

Sammy (@Sammy)

Eu sou um pouco lento, a melhoria foi feita a partir do Windows ou no projeto Chromium?

² (@centauro)

A Microsoft lançou um recurso no Windows.
Se o Chrome aproveitar desse recurso, é provável que o ele passe a usar menos RAM. O commit pro Chrome aproveitar desse recurso foi feito, mas não se sabe quando (ou se) será aceito.

João M. (@RonDamon)

Espero que o FF use tb, ele consome mais RAM que o Chrome fazem anos.

Pika das Galaxias (@PikaDasGalaxias)

Acho o Chrome excelente e só não troco pelo Edge(que para mim o desempenho é o mesmo) por conta de todas minhas configurações, se o Edge fornecesse login também pelo google o problema estava resolvido e certamente teria grande chance de matar o chrome.

RenkinHagane (@RenkinHagane)

Pela própria microsoft no windows, mas só vai poder ser ativada no chrome dps de passar pelos DEVS do projeto chromium.