Início » Jogos » Spider-Man: Miles Morales para PS5 será (bem) menor que jogo original

Spider-Man: Miles Morales para PS5 será (bem) menor que jogo original

O novo Spider-Man deve ter aproximadamente sete horas de história, bem menos do que as mais de 16 horas do game original do PS4

André Fogaça Por

A Insomniac Games, desenvolvedora de Spider-Man: Miles Morales, anunciou que o game terá pouco menos da metade do tempo de jogo que o jogo original teve para PlayStation 4. O game é um dos que estarão disponíveis junto do lançamento do PlayStation 5, que deve acontecer entre o final deste ano e o começo de 2021.

spier-man miles morales ps5

Miles Morales já aparece em várias partes de Spider-Man que chegou ao PS4 em setembro de 2018, fazendo parte importante da história de Peter Parker. A desenvolvedora do game escolheu Morales para estar no protagonismo do Spider-Man que será lançado para o PlayStation 5, mas que pode ser um jogo menor do que o esperado.

Em uma postagem dentro do blog do console, a Insomniac comparou o tamanho da jogatina de Spider-Man: Miles Morales com o que aconteceu com Uncharted: The Lost Legacy, feito pela Naughty Dog e que é uma expansão de Uncharted 4: A Thief’s End. Uncharted: The Lost Legacy conta com aproximadamente sete horas de história, que pode chegar em oito horas se a trama principal for jogada junto de missões extras.

Spider-Man de 2018 tem contagem de aproximadamente 16 horas, indo até quase 25 horas quando as missões extras são adicionadas na matemática. Este exemplo da série Uncharted faz o novo Spider-Man ter menos da metade do tamanho que teve o jogo original, o que coloca o game como uma expansão que não necessita do título anterior para poder rodar.

Mesmo assim, a desenvolvedora promete que a história de Morales é completa e não deixa arcos abertos no final. O desenvolvimento de um jogo com o novo Spider-Man começou logo depois lançamento do título anterior, então é aceitável que um game não apareça com tanta profundidade com um desenvolvimento que não passou de dois anos.

Spider-Man do PS4 recebeu três DLCs que adicionaram mais missões, com aproximadamente duas horas de história extra para cada expansão. Se este novo jogo conseguir compensar a pressa no lançamento com expansões mais generosas, pode valer a pena.

Com informações: Insomniac Games.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
6 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

anon31878329 (@anon31878329)

“Se este novo jogo conseguir compensar a pressa no lançamento com expansões mais generosas, pode valer a pena.”

Desculpe, mas não é o tempo que faz valer o jogo, mas sim a história e jogabilidade. Não importa que ele tenha 12 horas, desde que seja um jogo memorável, a exemplo do próprio Uncharted The Lost Legacy.

² (@centauro)

Existe o balanço entre preço e tempo de jogo.
Se o jogo for curto, normalmente se espera um preço menor também.
Tem a questão da qualidade. Jogos lançado às pressas geralmente significam jogos com qualidade inferior.

E tem a questão da promessa. Falaram que o jogo ia ter um tanto de conteúdo. Agora falam que vai ser cortado. Isso, querendo ou não, afeta a percepção do público.

anon31878329 (@anon31878329)

A questão do “às pressas”, discordo. 2 anos e alguma coisa para uma DLC Standalone é tempo suficiente, principalmente para um jogo de 15 horas de duração, que seja.

Quanto ao valor, concordo, mas a abordagem do autor não foi quanto a valor, tanto que a justificativa foi referente a DLC’s. DLC’s não tornam mais barato, pelo contrário. Portanto, a questão de valor está foram do contexto da citação do autor.

Agora quanto a percepção, acho também precipitado, pois ele disse que a campanha será menor, isso não quer dizer que o jogo não seja rico em conteúdo, até porque a palavra conteúdo é muito subjetiva. Podemos encarar como conteúdo, um grande mapa cheio de sidequests para serem feitas, por exemplo.

² (@centauro)

Eu nem sabia que era um DLC.
Mas meu comentário sobre lançar às pressas é uma generalização.
Se sai uma notícia que um jogo será lançado às pressas (e supondo que isso de fato seja verdade), geralmente significa queda na qualidade. Nem sempre, mas como eu disse, é uma generalização.

Em termos de percepção também, falo de modo generalizado.
E antes de ter o jogo em mãos, o público vai usar qualquer parâmetro que se tem disponível. Nesse caso específico (e em muitos outros), o número de horas. É uma análise incompleta, mas é assim que a maioria das pessoas formam suas percepções.

Marcos Oliveira (@marcosoliveiran)

Certamente essa notícia já afeta a percepção do público. Toda a pompa no anúncio e ser colocado como um dos jogos de lançamento do PS5 gerou uma hype grande em cima do jogo, para poucos dias esse pronunciamento vir e jogar um balde de agua fria.

Outra questão é que, por ser tratar de uma “DLC stand alone” é complicado o fato do jogo original estar no PS4 e a DLC no PS5. Afeta tanto os donos de PS4 que não poderão jogar esse complemento do jogo original, quanto futuros compradores do PS5 que caso não tenham jogado o jogo do PS4 vão ter que ficar em função da confirmação (ou não) da retrocompatibilidade no PS5.

Claro, horas de jogo não significa qualidade, mas com certeza muita gente já ficou com pé atrás com esse jogo.

Paulo Andador (@PauloAndador)

Mas com certeza o “precinho camarada” vai ser o mesmo ou maior que o jogo original.

anon31878329 (@anon31878329)

Concordo que a DLC poderia estar no PS4, mesmo que com o devido downgrade.

Porém quanto ao Spider Man no PS5, a retro dele é 100% de certeza, ele era o jogo usado para mostrar o desempenho do SSD.

Joao Serpa (@Joao_Serpa)

Não é possível que a Sony não tenha nenhum outro First Party pronto para lançar com o PS5, e vai empurrar uma DLC (de um dos melhores jogos do PS4) para tentar alavancar as vendas. O pior é que quem jogou o jogo original no PS4, não vai poder jogar a DLC sem comprar o novo console. Espero que o Xbox consiga mais sucesso na próxima geração, porque se esta última não tivesse sido a surra que foi, não veríamos este tipo de política do lado da Sony.

anon31878329 (@anon31878329)

Cara, a Sony anunciou mais de um jogo, Spider Man Miles Morales é apenas um deles. Horizon, Gran Turismo e Godfall são outros já apresentados e as novidades estão sendo reveladas aos poucos.

Também já disse que o foco em exclusivos será ainda maior nessa nova geração. O que mais tu quer em relação a jogos para um console que nem foi lançado ainda? Nem a Nintendo que é líder em exclusivos, traz tantos títulos no primeiro ano do console, o Switch demorou um pouquinho até ter a biblioteca considerável, sendo que o carro chefe do console foi cross gen.

Microsoft já começou errado, não trazendo qualquer exclusivo para justificar a compra de um novo console, vai manter a politica de lançar seus jogos para PC e Xbox e já disse que há a probabilidade de lançar para outros consoles, com exceção de seus caros chefes (Forza, Halo e Gears).

Portanto, se levarmos em consideração o que você está criticando, para a Microsoft a situação está muito pior. Essa sim está matando o que conhecemos de console no intuito de transformar o Xbox em um serviço.

André Fogaça (@fogaca)

Ele não é bem uma DLC, mas sim uma expansão que pode ser jogado separadamente e sem a necessidade do jogo anterior. Lá fora tem um termo DLC Standalone, que é tipo DLC só que mais que DLC. Imagine como o Blood Dragon de Far Cry 3. É uma DLC que nasceu de piada de primeiro de abril, virou DLC Standalone e é fantástico, mesmo que curto (muito curto).

Meu exemplo de duração aconteceu justamente por conta da própria desenvolvedora, que comparou o Spider-Man: Miles Morales com o Uncharted Lost Legacy. Entendeu?

Joao Serpa (@Joao_Serpa)

Sim, Sony anunciou diversos jogos. O único first party com data de lançamento junto com o console é SpiderMan. Horizon somente 2021, GT sem data e Godfall exclusivo temporário. O que era pra ser lançado com o console foi mostrado naquele evento.

O que eu quero no lançamento de um console? mais do que uma DLC stand alone que poderia muito bem ser lançada para quem comprou o jogo original no PS4. Se fosse Spiderman 2, esta discussão nem estaria acontecendo. Em Julho saberemos o que deve sair junto com o novo Xbox, o único garantido até agora é Halo, simplesmente a maior franquia da M$.

Microsoft quando lança para PC perde a exclusividade, mas PS4 não? DS, Horizon e alguns outros estão ai para refutar sua lógica… Por favor mostre onde a M$ disse que vai lançar jogos no PS5, que eu não tive acesso a nenhuma notícia deste tipo.

Eu pretendo comprar ambos os consoles como foi nesta geração. Xbox como console principal, (a economia Gamepass no Brasil é imbatível) e PS5 depois de alguns anos, quando já tiver uma biblioteca de exclusivos interessante.

anon31878329 (@anon31878329)

Pega toda a lista de exclusivos do PS4 e olhe quantos saíram para PC e, para piorar, em lançamento simultâneo. Ai faz o mesmo com a Microsoft e volta aqui para conversar

Essa embaixo é apenas uma das matérias, mas já é bem sucinta e objetiva para tu que fecha os olhos e reclama apenas de um, como se a Sony fosse horrível porque anunciou uma DLC Stand Alone, que tu nem jogou ainda, mas já está reclamando dela.

Xbox não representa economia alguma, pelo contrário, gasto maior. Uma vez que TODOS os seus jogos estão disponíveis para PC, sai mais barato comprar no PC. Tenho um Xbox, uso, mas já faz um bom tempo que passei a me virar para o PC, pois não há real vantagem no uso do console da Microsoft.

Assim como já faz tempo que decide comprar no PS4 apenas seus exclusivos e comprar os multiplataformas no PC, que é onde ocorre a real economia.

E repito, tu tá reclamando da falta de exclusivos de um console que ainda nem foi lançado e que revelou apenas parte dos planos. É muita incoerência essa sua reclamação, tu deve estar achando que jogo se faz com um piscar de olhos, só pode…

Joao Serpa (@Joao_Serpa)

O fato de ter lançado um exclusivo para PC já foi uma quebra na política que sempre existiu na empresa. Independente de ser somente depois do lançamento no console, tem exclusivos da Sony que não precisam mais de um Hardware Playstation para serem jogados.

Na própria matéria que você colocou já desmente a notícia de lançar jogos no PS5, falando que trata-se apenas de Minecraft.

Não estou reclamando do jogo, com certeza será uma ótima experiência. Estou reclamando do PS5 ter somente este jogo exclusivo no seu lançamento. Estamos há 05 meses do lançamento desses consoles, e teve um evento específico anunciar o que estava por vir. Esqueça qualquer jogo novo de um estúdio da Sony para ser lançado junto com o PS5.

Engraçado é Você achar que todas as pessoas tem ou querem ter um PC para jogar. Até tenho um PC onde poderia jogar com mais qualidade que nos consoles, mas já trabalho o dia todo com um, na hora do lazer tenho outras preferências. Entre os consoles, Xbox é sim mais econômico que a concorrência.

É óbvio que jogos não são feitos num piscar de olhos, por isso deve existir planejamento de uma empresa bilionária que possui diversos estúdios focados em criar conteúdo para seu console, para que na data do seu lançamento exista uma gama maior de jogos exclusivos, ou pelo menos um grande jogo. SpiderMan Miles Morales será uma ótima experiência, mas não é um jogo completo, se não se chamaria SpiderMan 2.

anon31878329 (@anon31878329)

O fato de ter lançado um exclusivo para PC já foi uma quebra na política que sempre existiu na empresa. Independente de ser somente depois do lançamento no console, tem exclusivos da Sony que não precisam mais de um Hardware Playstation para serem jogados.

Repito, pega todos os exclusivos da Sony que foram para o PC e compara com o Xbox, depois volta aqui para conversarmos.

Na própria matéria que você colocou já desmente a notícia de lançar jogos no PS5, falando que trata-se apenas de Minecraft.

Leia a matéria na integra, porque parece que você ignorou, o que foi abordado:

Mais tarde, Spencer foi ao Twitter esclarecer que não há planos concretos para a possibilidade e deu a entender que falava apenas sobre “Minecraft” na entrevista, mas o executivo não desmentiu a interpretação do WSJ.

Não estou reclamando do jogo, com certeza será uma ótima experiência. Estou reclamando do PS5 ter somente este jogo exclusivo no seu lançamento. Estamos há 05 meses do lançamento desses consoles, e teve um evento específico anunciar o que estava por vir. Esqueça qualquer jogo novo de um estúdio da Sony para ser lançado junto com o PS5.

Também já disse que o foco em exclusivos será ainda maior nessa nova geração. O que mais tu quer em relação a jogos para um console que nem foi lançado ainda? Nem a Nintendo que é líder em exclusivos, traz tantos títulos no primeiro ano do console, o Switch demorou um pouquinho até ter a biblioteca considerável, sendo que o carro chefe do console foi cross gen.

Engraçado é Você achar que todas as pessoas tem ou querem ter um PC para jogar. Até tenho um PC onde poderia jogar com mais qualidade que nos consoles, mas já trabalho o dia todo com um, na hora do lazer tenho outras preferências. Entre os consoles, Xbox é sim mais econômico que a concorrência.
É óbvio que jogos não são feitos num piscar de olhos, por isso deve existir planejamento de uma empresa bilionária que possui diversos estúdios focados em criar conteúdo para seu console, para que na data do seu lançamento exista uma gama maior de jogos exclusivos, ou pelo menos um grande jogo. SpiderMan Miles Morales será uma ótima experiência, mas não é um jogo completo, se não se chamaria SpiderMan 2.

Ok. Até entendo esse seu ponto (apesar que não vejo qual a diferença do console para o Steam Big Picture conectado no HDMI da TV) e até acho que seria bacana o lançamento junto com diversos exclusivos, mas isso não é uma prática exclusiva da Sony, todas as 3 fazem o mesmo processo, como já citei acima, até a Nintendo que bate as 3 em exclusivos. Portanto é sem sentido criticar a Sony e passar o pano para a Microsoft que, até o momento, fez pior, já que a nova geração dela está, praticamente, desprovida de exclusivos.

Tudo aponta que o novo Xbox será mais barato que o PS5 e ainda assim, até agora não fui motivado a compra-lo, chegando a cogitar que para mim, Xbox acabou na geração One e ficarei apenas com o serviço Xbox, sim, uso o Game Pass Ultimate.

Joao Serpa (@Joao_Serpa)

Mas não tem porque comparar, a M$ unificou as vendas dos seus jogos entre Xbox e Pc, se isso vai gerar mais lucro para a empresa, quem tem que se preocupar são os acionistas, não Eu. Minha preocupação é lazer e gastar o mínimo possível para isso.

A matéria fala que o Spencer não negou o rumor e Você afirma que serão lançados jogos de estúdios M$ no PS5. Se levar por este lado, saem notícias de rumores todos os dias e geralmente nenhuma empresa nega nada.

Que parte Você não entendeu que não estou reclamando dos exclusivos que serão lançados durante a vida do console? Estou reclamando do único exclusivo que poderá ser jogado Day one para quem comprá-lo, e do fato de ser um conteúdo extra que poderia ser lançado para quem jogou o original no PS4. Se não gostasse dos exclusivos da Sony, não teria comprado um PS4 somente para jogá-los.

Não é porque gosto do console que vou ficar defendendo a qualquer custo. Se para Você, este jogo é suficiente pra comprar o console no lançamento, o dinheiro é seu. Mas não venha querer me convencer do contrário.

Onde que estou passando pano para a M$? Essa geração o Xbox levou uma surra em termos de vendas e jogos exclusivos (nos consoles). Único fato é que no lançamento do Series X, será possível jogar um novo Halo. Maior franquia da empresa, produzido por 05 anos, e não somente uma DLC Stand Alone. Halo e o Gamepass são pra mim, fatores que me levam a escolher o Series X como primeiro console dessa nova geração. Veja que falei para Mim, não estou aqui para palpitar em como Você gasta seu dinheiro.

Exibir mais comentários