Tecnoblog
Início » Internet » Netflix ajusta bloqueio de VPN para esconder séries e filmes restritos

Netflix ajusta bloqueio de VPN para esconder séries e filmes restritos

Para quem usa VPN bloqueada, Netflix oferece títulos do catálogo licenciados globalmente como séries e filmes originais

A Netflix mudou a forma como bloqueia usuários de VPN: em vez de restringir acesso ao streaming como um todo, ela oferece apenas títulos que são licenciados de forma global, incluindo suas séries e filmes originais. Isso pode frustrar quem tenta ver o catálogo de outros países, mas é uma forma de liberar o serviço para quem usa VPN por outros motivos.

Essa mudança foi percebida pelo uNoGS, serviço para encontrar séries e filmes na Netflix. “Observamos grandes mudanças com a Netflix pela primeira vez por volta de 1º de maio… notamos que muito menos títulos estavam sendo coletados por nossos scripts”, explica o operador do site ao TorrentFreak.

Antes, usuários de VPNs bloqueadas pela Netflix já conseguiam fazer login e navegar pelo catálogo. No entanto, ao clicar no play, surgia um aviso de que o conteúdo não podia ser acessado por meio de VPN.

Agora, é diferente: todo o conteúdo visível pode ser reproduzido, só que a Netflix mostra apenas títulos disponíveis globalmente, sejam eles originais ou de terceiros. Vale lembrar que a empresa não bloqueia todas as VPNs, então ainda existem formas de visualizar o catálogo real de outros países.

Isso significa que há três situações possíveis. O site VPNCompare dá um exemplo:

  • se você estiver na Coreia do Sul, conseguirá ver diversos títulos na seção “Filmes coreanos”;
  • se você usar uma VPN que não é bloqueada pela Netflix, conseguirá ver os mesmos filmes;
  • se você usar uma VPN bloqueada pela Netflix, como o ExpressVPN, a seção “Filmes coreanos” continuará aparecendo, mas exibirá apenas três títulos: Tempo de Caça (Time to Hunt, um original Netflix), Seoul Searching e Tayo the Little Bus Movie: Mission Ace — todos disponíveis também no catálogo brasileiro.

Netflix adota bloqueio menos rígido para VPNs

A Netflix começou a bloquear VPNs em 2015, após acusações de detentores de direitos autorais sobre “piratas” de streaming que burlavam restrições geográficas e acessavam o catálogo de outros países, violando acordos de licenciamento.

Como vimos, esse bloqueio se tornou menos rígido: o conteúdo restrito a determinados países fica oculto, mas o restante pode ser reproduzido. Suspeita-se que a mudança ocorreu devido ao maior uso de VPNs à medida que mais pessoas fazem home office para evitar aglomerações no combate ao novo coronavírus, causador da COVID-19.

No entanto, a empresa não confirmou essa nova política, que pode confundir pessoas usando VPN para terem maior segurança e privacidade na conexão à internet. Por exemplo, se você ativar uma VPN bloqueada pela Netflix, deixará de ver séries e filmes licenciados só para o Brasil.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação