Início » Brasil » Mercado Livre terá armazém no Nordeste para entregas próprias

Mercado Livre terá armazém no Nordeste para entregas próprias

O Mercado Livre está abrindo o terceiro Centro de Distribuição no Brasil; o primeiro na região Nordeste

Por

O Mercado Livre anunciou que irá abrir o terceiro Centro de Distribuição (CD) no Brasil. O novo armazém ficará na cidade de Lauro de Freitas, Região Metropolitana de Salvador (BA). Este será o primeiro CD do Mercado Livre no Nordeste do Brasil; atualmente, a empresa possui armazéns nas cidades de Cajamar e de Louveira, ambos no estado de São Paulo.

A abertura do terceiro CD faz parte de um plano de investimento de R$ 4 bilhões que o Mercado Livre irá fazer no país até o final deste ano. O novo empreendimento terá 35 mil metros quadrados, com chances de expansão — podendo atender mais de 100 mil consumidores diariamente, informou o gigante do e-commerce.

Mercado Livre

Em entrevista à Exame, Fernando Yunes, vice-presidente sênior do Mercado Livre, explica que, hoje, 50% do que é vendido na plataforma é entregue pela própria empresa, garantindo, assim, envios mais rápidos. Yunes ainda lembra que muitos pedidos com logística própria do Mercado Livre são entregues em até dois dias.

O armazém no Nordeste trará benefícios, sobretudo, para os lojistas parceiros (de marketplace), que poderão contar com o CD na região para ampliar e facilitar o envio de seus produtos.

“Buscamos realizar entregas ainda mais rápidas e a preços menores. E também ajudar os empreendedores locais a ter uma opção de logística premium sem terem que investir para isso. Esse movimento está diretamente ligado ao nosso compromisso de democratizar o e-commerce e contribuir para que nossas ações se reflitam em toda a cadeia de valor envolvida”, disse Leandro Bassoi, vice-presidente de Mercado Envios.

Mercado Livre na contramão da crise

Mercado Livre - coronavírus

Inicialmente, o Mercado Livre contará com 50 trabalhadores no CD de Lauro de Freitas e espera chegar a 500 funcionários posteriormente. Assim como tem feito em outros países da América Latina, a companhia criará um programa de educação para atrair mais de 100 jovens de Lauro de Freitas. Ao final do programa, alguns participantes terão a oportunidade de trabalhar no novo CD.

Na contramão da crise causada pelo novo coronavírus, o Mercado Livre vem expandido a sua operação em muitos mercados e já anunciou a contratação de mais de cinco mil pessoas na América Latina.

Atualizado às 12h31