Início » Telecomunicações » Oi Play inicia venda de canais ao vivo pela internet

Oi Play inicia venda de canais ao vivo pela internet

Oi Play abre assinatura para não-clientes da Oi com pagamento com cartão de crédito; é possível assistir até 12 canais da TV paga

Lucas Braga Por

A Oi iniciou a comercialização da plataforma de streaming Oi Play através de cartão de crédito. Isso significa que mesmo não-clientes de serviços de telefonia ou TV paga da operadora podem assinar o produto, que conta com canais ao vivo de TV por assinatura e conteúdo sob demanda. Os planos incluem acesso a canais como Discovery, ESPN e conteúdos da HBO e Telecine.

Com a novidade, a Oi espera atingir sua base de clientes de celular pré-pago e controle, uma vez que o consumo de dados da plataforma não desconta da franquia de internet móvel. A assinatura do Oi Play já está incluída em planos de celular pós-pago, banda larga fixa e TV por assinatura.

A grande vantagem do Oi Play é levar para a internet conteúdos até então exclusivos de assinaturas de TV, como é o caso dos canais Discovery. Existem três diferentes pacotes:

Plano Quantidade de plays Mensalidade
Básico 5 plays R$ 6,90
Avançado 35 plays R$ 19,90
Top 85 plays R$ 49,90

Os primeiros 30 dias são gratuitos, e o cliente pode cancelar o serviço a qualquer momento (mas só ligando em um 0800 da operadora). Todo o conteúdo é acessível pelo site do Oi Play e nos aplicativos para Android e iOS, podendo ser espelhado na TV via Chromecast. É possível usar a plataforma simultaneamente em até dois dispositivos.

Oi Play inclui HBO, Telecine e Fox Premium

O Oi Play tem um conceito diferente de empacotamento: cada plano possui um respectivo número de Plays, e o cliente escolhe quais canais deseja assinar. É possível trocar o pacote a cada 30 dias, o que é legal para não assistir o mesmo tipo de conteúdo por tempo indeterminado.

Conteúdo Preço em plays
Cartoon Network 15 plays
Coleção Oi 5 plays
Discovery 20 plays
Discovery Kids On 10 plays
Esporte Interativo Plus 20 Plays
Fox Premium 50 plays
HBO Go 50 plays
Noggin 5 plays
Paramount+ 20 plays
Telecine 55 plays
WatchESPN 10 plays

De acordo com a Oi, o cliente escolhe quais canais deseja consumir no 1º login.  É possível trocar os plays por canais como HBO, Telecine, Fox Premium e Paramount+. Com limite máximo de 85 plays, os planos oferecidos impedem que o cliente monte um pacote com acesso a todas as emissoras – seriam necessários 260 plays para ter acesso a toda a lista.

A operadora esclarece que o Oi Play conta com 50 canais ao vivo, mas a grande maioria é restrita para clientes de TV paga. Esses são os canais disponíveis para quem assina o serviço pela internet:

  • Discovery Kids
  • ESPN
  • ESPN 2
  • ESPN Brasil
  • ESPN Extra
  • Fox
  • Fox Life
  • Fox Premium
  • Fox Premium 2
  • Fox Sports 1
  • Fox Sports 2
  • FX

Atualizado em 23/06 às 17:26: inclusão da lista de canais ao vivo disponíveis no Oi Play com pagamento via cartão de crédito

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
12 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Matheus Motta (@Matheus_Motta)

Só quero ver oq esse pessoal que compra listinha IPTV de youtuber vai dizer agora que existe uma opção legal e melhor que os pacotes de TV por assinatura tradicionais

Anderson Antonio Santos Costa (@Anderson_Antonio_San)

Quem dera se as outras operadoras fizessem isso.
A Vivo tem mirado no segmento pós-pago com o Vivo Selfie, mas somente há a assinatura de um serviço. A Vivo não disponibiliza fora do Vivo Selfie a assinatura da Netflix e do Spotify Premium.
O Oi Play poderia vir incluso em menores provedores de internet via fibra. Já existem alguns provedores pequenos que fizeram parcerias com serviços de streaming e incluem as assinaturas desses serviços nos planos.
E a assinatura do Oi Play Top vale mais do que a assinatura dos serviços avulsos no quesito preço.

Darllan Marinho (@Darllan_Marinho)

Assinei e me arrependo, o serviço ainda não está bem formatado, o app para Android TV ainda apresenta instabilidade e alguns bugs, o plano Top por exemplo, só tem os canais ESPN ao vivo e Discovery Kids, o resto é apenas sob demanda, e o catálogo de conteúdo é bem limitado, Discovery só tem alguns programas antigos, de baixa qualidade, a Coleção Oi não é tão ruim, mas, a experiência de uso do app é ruim, péssimo de localizar conteúdo relevante, já a sessão para alugar, tem poucos filmes novos disponíveis.

No geral não vale à pena. Por mais R$10 você contrata o UOL Play com todos os 11 canais da FOX, os canais da Discovery, Paramount, Cartoon, etc. É um serviço bem mais completo por R$59,90.

Não está bom, também precisa de refinamento, mas, ainda é melhor que o Oi Play.

Ambos tem boa intenção, acho que é o futuro do serviço de tv por assinatura, mas, ainda está muita cru.

Jefferson Rodrigues (@Jefferson_Rodrigues)

Não gostei! Cancelei no mesmo dia que assinei.

Caleb Enyawbruce (@Enyawbruce)

curiosidade honesta: quais os motivos?

Caleb Enyawbruce (@Enyawbruce)

“o cliente pode cancelar o serviço a qualquer momento (mas só ligando em um 0800 da operadora)”

Tá louco… tenho amor à vida

anon31878329 (@anon31878329)

Na verdade já existem algumas opções faz algum tempo, lá fora temos o YouTube TV, que infelizmente não deve chegar no Brasil. Temos a Guigo TV por aqui e agora a Oi virando-se para este segmento, além da Claro já oferecer de forma tímida dentro do Now.

Esperemos que se concretize e passemos a ter mais opções, este tipo de tecnologia é muito bem vinda, dá a possibilidade de assistirmos nossa assinatura de TV de qualquer lugar, seja em uma viagem ou na casa de alguém.

Copi (@Copi)

Acho que aquele UOL Play faz mais sentido, mas não sei dizer qual deles vale a mais a pena. Eu to bem animado com esses serviços, uso pra on demand o Netflix e Amazon Prime, mas ainda sinto falta de canais mesmo, pra algumas situações ainda vale a pena. Conforme as opções forem surgindo acho que vou começar a testar esse formato.

Jefferson Rodrigues (@Jefferson_Rodrigues)

08000313120 é só ligar que eles cancelam de boa

Caleb Enyawbruce (@Enyawbruce)

O que é ruim exatamente?