Tecnoblog
Início » Finanças » Golpe do auxílio: como recuperar valor roubado do Caixa Tem

Golpe do auxílio: como recuperar valor roubado do Caixa Tem

Golpe do Auxílio Emergencial faz app do Caixa Tem ter dados cadastrais alterados e benefício sacado; Caixa sugere ir à agência

Um golpe envolvendo o Auxílio Emergencial permite que invasores acessem a Poupança Social Digital pelo app Caixa Tem e altere os dados cadastrais (e-mail, telefone e senha) do beneficiário, para trocar a conta de depósito dos R$ 600. Caso tenha sido alvo dessa fraude, a Caixa recomenda ir até agência fazer contestação para ter o dinheiro de volta.

Como funciona o golpe do Auxílio Emergencial

A troca dos dados cadastrais do aplicativo era feita de forma simples: um formulário pedia para o usuário informar apenas o CPF e a senha numérica de seis dígitos. Muitas pessoas usavam a própria data de nascimento como senha, facilitando o processo para mal-intencionados.

Uma vez que tinham o acesso ao app, os golpistas poderiam alterar a conta de destino da parcela do Auxílio Emergencial ou fazer compras com o cartão de débito virtual.

Como recuperar o valor do auxílio

Em comunicado ao Tecnoblog, a Caixa Econômica Federal recomenda que os cidadãos que foram vítimas dessa fraude procurem uma agência para formalizar a contestação do uso indevido do Auxílio Emergencial. Até o momento, não há formas de realizar a operação de forma virtual.

O pedido entrará em análise — há relatos de que o banco pede 10 dias úteis para investigação do ocorrido — e, em seguida, caso tenha sido comprovado o saque fraudulento, o beneficiário será ressarcido.

Não é preciso ir até a Polícia Federal

Ao abrir uma contestação na Caixa Econômica Federal, a vítima não precisa comparecer ou comunicar a Polícia Federal do ocorrido. Uma vez que o processo é iniciado na Caixa, todas as informações são compartilhadas com a PF para fins de investigação.

Em comunicado, a Polícia Federal também cita que poderá entrar em contato com o cidadão para esclarecimentos adicionais da investigação, por meio dos dados informados durante o registro da contestação na Caixa.

Dinheiro do Auxílio na poupança

Em junho, a Caixa voltou a pagar a primeira parcela do Auxílio Emergencial para alguns beneficiários que ficaram aguardando a análise do cadastro e tiveram, neste momento, o perfil aprovado para receber. Ao todo, foram 4,9 milhões de pessoas que não receberam a primeira parcela do benefício.

De acordo com o banco, o valor será transferido automaticamente na conta indicada pelo beneficiário, podendo ser a poupança da Caixa ou de qualquer outra instituição.

Dessa forma, é válido verificar, primeiro, se o Auxílio Emergencial fora transferido para outra conta, antes de se dirigir até uma agência, para não se expor ao contágio do novo coronavírus.

Com informações: Caixa, Polícia Federal.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação