Início » Internet » Google apaga histórico de locais, busca e YouTube de forma automática

Google apaga histórico de locais, busca e YouTube de forma automática

Google ativa remoção automática de 18 meses para histórico de busca e localização, e de 36 meses para YouTube, em contas novas

Felipe Ventura Por

O Google está prometendo maior privacidade ao mudar algumas práticas: em contas novas, a empresa vai apagar por padrão o histórico de buscas e de localizações mais antigos que 18 meses; e fará isso no YouTube para dados mais antigos que 36 meses. Assim como antes, os Controles de Atividade permitem manter apenas os três últimos meses do histórico, ou desativá-lo totalmente.

Google

Em resumo, essas são as mudanças que o CEO Sundar Pichai anunciou nesta quarta-feira (24):

  • se o usuário ativar o Histórico de Localização a partir de hoje, a exclusão automática após 18 meses será ativada por padrão;
  • contas criadas a partir de hoje vão remover de forma automática, após 18 meses, as Atividades da Web e de Apps;
  • quem criar uma conta no YouTube a partir de hoje, ou quem ativar o Histórico do YouTube pela primeira vez, terá a exclusão automática definida para 36 meses por padrão.

Em todos os casos acima — localização, busca e YouTube— é possível ativar a remoção automática para 3 meses ou para 18 meses. Além disso, o Google promete enviar notificações e e-mails aos usuários para lembrá-los dessas opções.

Como faz para ativar isso? Ensinamos neste link como evitar compartilhar seus dados pessoais com o Google ajustando os controles de atividade em três seções: Atividade na Web e de apps; Histórico de localização; e Histórico do YouTube.

Google

Vale notar que a exclusão é contínua, ou seja, a duração do histórico sempre será fixa em 3, 18 ou 36 meses. Um exemplo: se você ativar hoje a opção de três meses, o Google vai apagar os dados de 24 de março e anteriores; amanhã, vai deletar os dados de 25 de março; depois de amanhã, serão os dados de 26 de março; e assim por diante.

Google não remove dados de Gmail, Drive e Fotos

Esta é uma forma de manter o equilíbrio entre a privacidade e a coleta de informações. O Google não pode parar de exibir anúncios personalizados para você, já que esse é o ganha-pão da empresa; mas não precisa guardar seu histórico de 2011 para fazer isso. É perfeitamente possível conhecer as preferências de um usuário apenas com dados mais recentes.

“Estamos nos guiando pelo princípio de que os produtos devem guardar informações apenas enquanto for útil para você”, afirma Pichai em comunicado. Esses períodos de retenção não se aplicam ao Gmail, Drive e Fotos porque eles foram pensados para armazenar todo seu conteúdo pessoal.

O CEO do Google diz que a empresa “não usa informações em aplicativos nos quais você armazena, principalmente conteúdo pessoal – como Gmail, Drive, Agenda e Fotos – para fins publicitários”.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
1 usuário participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação