Início » Computador » Samsung lança notebooks no Brasil com preços a partir de R$ 2.899

Samsung lança notebooks no Brasil com preços a partir de R$ 2.899

Samsung anuncia linha Samsung Book no Brasil com processadores Intel de 10ª geração e opções com memória RAM de até 16 GB

Bruno Gall De Blasi Por

A Samsung anunciou a linha Samsung Book no Brasil nesta quinta-feira (25). Os oito novos notebooks da marca sul-coreana estreiam no país com processadores Intel de 10ª geração e opções com memória RAM de até 16 GB. Os preços dos lançamentos variam entre R$ 2.899 e R$ 7.199.

Samsung Book X30 (Foto: Divulgação/Samsung)

Os novos Samsung Book E20, E30, X20, X30, X40, X45, X50 e X55 chegam ao Brasil para substituir as linhas Essential e Expert. Em comum, os oito computadores possuem Windows 10 Home, tela de 15,6 polegadas, teclado numérico e permitem a expansão de memória RAM e armazenamento graças aos compartimentos Easy Upgrade.

O Samsung Book E20 e o E30 são os notebooks mais simples do grupo, projetados para tarefas do dia a dia. O primeiro chega ao consumidor com Intel Celeron Dual Core e HD de 500 GB enquanto o segundo traz o processador Intel Core i3-1011U e armazenamento de 1 TB (HD). A memória RAM é de 4 GB nos dois casos.

Os modelos intermediários com Intel Core i5-10210U são o Samsung Book X20, X30, X40 e o X45. Os dois primeiros se assemelham em relação à placa de vídeo integrada e HD de 1 TB, mas se diferenciam quanto à memória RAM, já que um possui 4 GB e o outro conta com 8 GB, respectivamente.

Os demais do quarteto se destacam pela placa de vídeo Nvidia GeForce MX110, o que pode agradar quem gostar de jogar, por exemplo, e repetem a memória RAM de 8 GB. A diferença entre ambos fica pelo armazenamento, já que o X40 conta com HD de 1 TB enquanto o X45 possui SSD de 256 GB.

Samsung Book X55 (Foto: Divulgação/Samsung)

Os computadores mais avançados são o Samsung Book X50 e o X55, ambos com o processador Intel Core i7-10510U e a mesma placa de vídeo da Nvidia. O segundo da dupla, porém, chama a atenção pelo armazenamento híbrido com SSD de 128 GB e HD de 1 TB, além da memória RAM de 16 GB, enquanto o primeiro traz HD de 1 TB e 8 GB de RAM.

Segundo a Samsung, “os primeiros modelos [dos notebooks] estarão disponíveis nos próximos dias, com distribuição e chegada ao mercado em sua totalidade ao longo das semanas seguintes”.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
16 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Paulo Paraluppi (@prlppi)

O mercado de laptops no Brasil é lamentável. Diariamente vem algum conhecido pedir recomendação de modelos e na faixa até R$2000 não tem realmente nada que seja bom. As coisas começam ficar interessantes a partir de R$3500 (8gb RAM, 256gb SSD). Uma pena, pois esperava que em 2020 essas fossem configurações padrões e muito mais acessíveis. Além, claro, de telas melhores, construções melhores… Aiai, frustrante demais!

Jedielson (@Jedielson)

Falando nisso, nessa faixa de 3,5k que que tá valendo ? tô procurando um pro meu irmão e tá complicado. Nunca checa todas as caixas (processador decente, 8GB de ram, SSD preferível, e tela FHD).

Paulo Paraluppi (@prlppi)

Olha, realmente é difícil! O jeito é esperar alguma promoção, de vez em quando Lenovo S145 chega nesse valor com algumas configurações parecidas com o que vc mencionou e também o site da Acer solta alguns cupons que faz o preço ficar mais em conta.

Além disso, faz uns dias que venho observado este HP com “bom” preço na Kalunga: https://www.kalunga.com.br/prod/notebook-246-g7-9mw01la-processador-i5-8-ger-1-6ghz-memoria-8gb-armazenamento-256gb-ssd-para-velocidade-superior-tela-de-14-windows-10-home-hp-cx-1-un/222270?menuID=47

Podia ser i5 10a geração? Podia. Podia ter FHD? Podia. Mas não encontrei nenhum outro com esse preço e todas as caixas como vc disse

@Comentador

Tela 768p, 4 GB de RAM, HD 500 GB, tudo isso em pleno 2020? lamentável esses notebooks.

Guilherme da Silva Manso (@GuilhermeManso)

Por que SSD ainda não é padrão no Brasil??? Fico chateado com isso!! Comprei meu note da Dell há quatro anos quando viajei aos EUA e SSD já era padrão. Quero trocar meu notebook, mas realmente é impossível encontrar versões com preço justo e com SSD aqui. Não vou nem falar de telas touchscreen, porque aí é ainda mais difícil (o meu é).

Jhonny (@jokalokao)

O negócio é se possível esperar passar a pandemia. Esses que você disse estar 3.5k estavam até 2.5k em Dezembro, estavm fazendo muitas promoções com cashback. Tudo ficou extremamente caro agora.

Rodrigo (@rodrigo1)

Porque é caro. Não quero ser o advogado do diabo, mas no varejo um ssd de 1TB sai por ± 1.500 pila. Um de 250GB por uns 300 a 400, talvez 500. Reais. Claro que pra Samsung não sai a esse preço, mas ainda assim é MUITO mais caro que um HD de 500GB (que lá na China deve custar 2 dólares).

Tem a tela também, telas de qualidade são caras, por isso os mais baratos são ainda 720p em pleno 2020. Deve ser estoque encalhado das antigas.

Infelizmente não tem mistério. Um notebook pra cumprir todos os requisitos (Full HD, SSD, 8+GB RAM, processador i7u ou i5hq) no Brasil hoje tá na faixa de 4 a 5 mil. E as empresas preferem servir a todo o segmento, desde os mais baratos aos mais caros.

Quando estava procurando notebook, desisti de procurar por notebook com SSD, pois geralmente quando vinha com SSD vinha com outras coisas também, que encareciam, como uma placa de vídeo dedicada, que não preciso no notebook pois já tenho desktop. Aí procurava apenas se tinha slot m.2 e comprei um SSD nvme wd blue, de 250gb, por uns 300 e poucos pila. O note consegui usado, infelizmente ainda 768p, mas i7 de nona geração. se quisesse fullhd, teria que abrir mais ainda a carteira. No total devo ter gasto uns 2.500 pila (notebook + ssd). Esse mesmo notebook novo saiu por R$ 3.200 uns 9 meses atrás.

ederalk (@ederalk)

mercado brasilero de notebooks é uma vergonha!

ochateador (@ochateador)

Preço ainda é alto. Oferta/produção ainda é baixa, seja para pessoa física ou jurídica.
Tudo bem que uma HP da vida pode conseguir comprar um SSD TLC de 128 GB por 20 dólares a unidade, mas por outro lado os caras precisam comprar 1 milhão de unidade por vez. E obviamente eles irão colocar o SSD na linha premium/high-end pois é onde a margem de lucro é maior, se sobrar eles colocam na linha intermediária e bem raramente nas linhas de entrada.

Gabriel (@gabrielcarlos)

Nem acho tão negativo vir com HD, pois dá pra trocar ou adicionar um SSD com facilidade. Mas na tela o corte de custos é realmente frustrante, não é fácil (nem permitido pela garantia) trocar esse painel TN 768p por uma tela decente.

Edinho Kunzler (@ekunzler)

A patroa estava buscando por um notebook novo. Penamos um bocado e tanto pra achar algo decente, mas infelizmente a melhor relação custo x benefício que conseguimos encontrar estava fora de estoque (um Samsung X60 com 16gb de ram, placa de vídeo dedicada, ssd 128gb + hd 1tb e tela fullhd) na única loja que tinha o produto disponível (segundo o próprio site da Samsung). Os R$ 5,3k era um preço bem considerável pela máquina (apesar do ssd 128gb ser no limite do aceitável). Para encontrar algo com essas especificações, qualquer que seja o fabricante, só superando a barreira dos R$ 6k. O que mais me deixa revoltado é a qualidade da tela: qualquer celular de R$ 1,5k tem uma tela melhor que a maioria dos notebooks “de entrada” e até alguns “intermediários”, muito mais caros que um smartphone meia boca. É simplesmente ridículo!

Felipe Silva (@Felipe_Silva)

E continua a estratégia de não colocar ssd nos notebook de entrada para empurrar os intermediários e top, o e30 com ssd de 128gb no lugar do HD de 1 TB (duvido que o ssd custe muito mais do que esse hd) seria um notebook muito bom para trabalho de escritório da maioria das empresas. No inicio do ano um ssd de 240gb tava 200 reais em lojas confiáveis.
Ou seja, torne o de entrada ruim pra parecer o intermediário um CB aceitável, empurrar um i5 pra um trabalho que poderia ser feito por um i3.