Início » Aplicativos e Software » YouTube testa rival do TikTok com vídeos de até 15 segundos

YouTube testa rival do TikTok com vídeos de até 15 segundos

YouTube experimenta recurso para gravar vídeos curtos de até 15 segundos em segmentos para competir com TikTok e Instagram

Bruno Gall De Blasi Por

Agora é a vez do YouTube: o serviço de streaming está desenvolvendo um recurso para para gravar vídeos curtos de até 15 segundos em segmentos e competir com o TikTok e o Instagram Reels. A ferramenta para produzir conteúdos efêmeros está em fase de testes nos aplicativos para celulares Android e iPhone (iOS).

youtube icone app tecnoblog

As informações sobre a novidade foram disponibilizadas na lista de recursos em teste pela plataforma na quarta-feira (24), na seção “Testing out a way to record multi-segment videos” (“Testando uma maneira de gravar vídeos com vários segmentos”, em tradução livre). A ferramenta, porém, ainda não está disponível para todos os usuários.

Segundo o YouTube, a função permite que os usuários gravem vídeos curtos em segmentos como no TikTok e na ferramenta do Instagram Stories. “Estamos testando uma nova maneira de os criadores gravarem facilmente vários clips diretamente pelo app móvel do YouTube e enviarem como um vídeo”, explicam.

O funcionamento da novidade é similar às demais redes sociais. Para filmar, basta tocar sobre o botão de captura e segurar, e depois soltar para interromper. O usuário poderá retomar a gravação diversas vezes ao repetir o processo até completar quinze segundos para enviar todos os clips em um único vídeo.

O YouTube, no entanto, não deu muitos detalhes sobre o funcionamento do recurso, que está disponível para algumas pessoas na ferramenta de upload de vídeos do app em “Create a video” (“Criar um vídeo”, em tradução livre). Também não há informação sobre a presença de opções para editar vídeos e aplicar efeitos como no Instagram e TikTok.

Além disso, segundo o serviço de streaming, a câmera do aplicativo não poderá ser utilizada para gravar vídeos mais longos. Segundo o YouTube, “se você deseja enviar um vídeo mais longo, ainda poderá fazer o upload da galeria do telefone em vez de gravar pelo aplicativo”.

Este é mais um recurso do YouTube que se aproxima das plataformas para conteúdos efêmeros, como o Snapchat e Instagram Stories. Em 2017, o serviço disponibilizou uma função para enviar vídeos curtos que desaparecem após 24 horas no ar. A ferramenta chegou ao Brasil no ano seguinte, na seção “Histórias” em apps para celular.

Com informações: Google, TechCrunch e Android Police

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
1 usuário participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação