Início » Telecomunicações » Vivo e Nextel deverão ressarcir clientes no Paraná por mau funcionamento

Vivo e Nextel deverão ressarcir clientes no Paraná por mau funcionamento

Justiça define que Vivo forneceu serviço de baixa qualidade em 31 municípios; Nextel teve desempenho ruim em 9 cidades

Lucas Braga Por

A operadora Vivo deverá ressarcir clientes de telefonia móvel em 31 municípios do Paraná. Uma decisão da 2ª Vara Federal do município de Maringá aponta que as operadoras forneceram serviço abaixo das condições definidas pela Anatel e obriga devolução de 5% do valor cobrado, com juros e correção monetária.

Torre com antenas de celular

A ação foi movida pelo Ministério Público Federal, que também pediu à Justiça que imponha punição para a Anatel pela ineficiência e omissão na fiscalização dos serviços. No entanto, o juiz Marcos César Romeira Moraes julgou improcedência nesse pedido.

A operadora deverá restituir o correspondente a 5% do valor cobrado pela prestação nos meses que indicador de qualidade ficou abaixo da meta, com o período máximo de cinco anos. A Justiça levou em conta o índice da própria Anatel, que mensura a desconexão de dados móveis e chamadas de voz.

Além disso, a Vivo fica obrigada a adotar ações necessárias para que nenhum município alcance resultados abaixo de 85% nos indicadores de acesso de rede de voz ou dados 2G, 3G ou 4G, e que o índice de queda de voz e dados não ultrapasse 5%. As operadoras deverão comunicar os clientes sobre o ranking de qualidade da Anatel; caso descumpram as metas, elas poderão receber multa de até R$ 10 milhões.

Nextel deverá ressarcir cerca de 100 clientes

A Nextel também terá de ressarcir clientes por mau funcionamento. Na prática isso não fará tanta diferença pra empresa, que mantém cerca de 100 linhas ativas em todos os nove municípios listados no processo.

A verdade é que a Nextel abandonou o mercado nacional e manteve atuação e rede própria apenas em São Paulo e Rio de Janeiro. Os demais estados são atendidos através de roaming graças a um acordo com a Vivo, sem presença comercial para venda de novas linhas.

No final de 2019, a Claro concluiu a compra da Nextel. O negócio custou em torno de R$ 3,85 bilhões e sofreu tentativas de restrição por parte da TIM.

Municípios do Paraná que receberão ressarcimento

Vivo Nextel
Ângulo
Astorga
Cambira
Colorado
Cruzeiro do Sul
Floraí
Floresta
Flórida
Iguaraçu
Indianópolis
Itaguajé
Itambé
Ivatuba
Jandaia do Sul
Japurá
Jussara
Lobato
Lupionópolis
Mandaguaçu
Mandaguari
Marialva
Maringá
Nova Esperança
Ourizona
Paranacity
Paranapoema
Sabáudia
Santo Inácio
São Jorge do Ivaí
São Tomé
Sarandi
Ângulo
Floraí
Floresta
Iguaraçu
Itaguajé
Itambé
Maringá
São Jorge do Ivaí
São Tomé

Com informações: Telesíntese

Atualização em 30 de junho: ao contrário da matéria anteriormente publicada, a Justiça Federal de Maringá considerou improcedente o pedido de ressarcimento por parte da operadora TIM

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
4 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Jefferson Rodrigues (@Jefferson_Rodrigues)

Em meados de 2013, a justiça mandou a Oi dar 2 reais de indenização a todos os usuários da minha cidade, por conta do péssimo serviço prestado por ela.

@bkdwt

Parece até piada uma coisa dessas, mas não me surpreendo vindo da justiça brazuca.