Início » Jogos » Nintendo Switch: empresa se desculpa por falha nos Joy-Cons

Nintendo Switch: empresa se desculpa por falha nos Joy-Cons

Presidente da Nintendo pediu desculpas por falhas no Joy-Cons; controles do Switch têm "drift" e são alvo de processo judicial

Felipe Ventura Por

A Nintendo divulgou a ata de sua assembleia geral mais recente com acionistas: o presidente da empresa, Shuntaro Furukawa, pediu desculpas por falhas no Joy-Cons. Devido ao “drift”, os controles do Switch podem reconhecer comandos mesmo se o usuário não tocar neles. A japonesa está enfrentando uma ação judicial coletiva nos EUA por causa disso.

joatseu / Nintendo Switch e Joy-cons / Pixabay / HD Rumble

“Ouvi dizer que há uma ação coletiva nos EUA referente ao mau funcionamento do Joy-Con”, disse um acionista durante a reunião. “Parece que somos negligenciados em termos de segurança e confiabilidade do produto.”

Então, Furukawa respondeu: “pedimos desculpas por qualquer inconveniente causado a nossos clientes em relação ao Joy-Con; estamos trabalhando continuamente na melhoria do produto, mas o Joy-Con está sujeito a ações coletivas nos Estados Unidos e é um problema pendente, portanto gostaríamos de não comentar sobre ações específicas”.

Processo diz que Joy-Con do Switch tem falha de design

Em 2019, um escritório de advocacia nos EUA abriu uma ação judicial coletiva pedindo indenização pelo “drift” recorrente no Switch. O processo alega que a falha nos Joy-Cons está no design, sendo causada por desgaste nas partes internas após uso contínuo.

Joy-Con do Nintendo Switch

Como ilustra a imagem acima, o joystick da Nintendo tem sensores de aço para detectar os comandos do jogador nos eixos x (horizontal) e y (vertical). Eles se deslocam para os lados, para cima e para baixo seguindo os movimentos feitos pelo usuário — ou seja, não são fixos.

Os sensores ficam conectados a uma base condutora de eletricidade que se comunica com a placa-mãe. O processo alega que essa base fica desgastada à medida que as peças de metal se movem, raspando seu material macio de carbono e causando alterações na resistência elétrica; por isso, o Joy-Con estaria detectando “comandos” que o usuário não faz.

Esta imagem mostra o desgaste na base condutora causado pelo deslocamento dos sensores:

Joy-Con do Nintendo Switch

Além disso, as pontas dos sensores raspam a superfície interna do controle direcional, feito de polietileno. De acordo com a ação coletiva, isso gera detritos que pioram o desgaste da base condutora de eletricidade.

Dias após o processo ser aberto na Justiça, a Nintendo mudou sua política de assistência técnica para os Joy-Cons, consertando-os de graça mesmo se o Switch estiver fora da garantia.

Com informações: Engadget.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
5 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

LkSvn (@lksvn)

Agora sei porque o meu switch ficava doido nos menus depois de uns minutos jogando

LekyChan (@LekyChan)

quando a falha ta no projeto, nem tem oque fazer

Andre Kittler (@Andre_Kittler)

Comprei no lançamento o console e juro que pensei que estaria livre disso. O drift começou a +/- 1 mes no meu caso, atrapalha bastante jogos que requerem o minimo de precis como animal crossing
Mas ainda bem que a nintendo arruma. Não para min… mas hey, humanos, fico feliz por eles!
Peça já comprada da ali, aguardando a entrega…

@ksio89

Sem querer criar treta, mas nessas horas os fanboys que se doiam quando criticava o hardware da Nintendo somem. Não adianta os jogos serem bons se a plataforma para jogá-los tem sérias limitações e defeitos, ainda mais quando o preço cobrado pelo console é bem alto.
Meu sonho é poder jogar as franquias da empresa sem ter que comprar o hardware lixo que ela vende a preço de ouro.