Início » Negócios » Amazon recua em pedido para funcionários deletarem TikTok

Amazon recua em pedido para funcionários deletarem TikTok

Funcionários da Amazon não precisam remover app do TikTok de seus smartphones para ter acesso a serviço de email corporativo

Bruno Gall De Blasi Por

A Amazon recuou em sua solicitação para funcionários deletarem o app da rede social chinesa TikTok de seus celulares com acesso ao serviço de email da empresa. De acordo com a companhia nesta sexta-feira (10), o email com o pedido, encaminhado aos colaboradores no mesmo dia, foi enviado por engano.

O pedido de remoção do aplicativo foi enviado aos colaboradores nesta sexta-feira (10). Segundo o comunicado, os funcionários da Amazon deveriam desinstalar o app de seus smartphones ou qualquer outro dispositivo que tenha acesso ao email corporativo da companhia por motivos de segurança.

“Devido a riscos de segurança, o aplicativo TikTok não é mais permitido em dispositivos móveis que acessam o email da Amazon. Se você possui o TikTok no seu dispositivo, remova-o até 10 de julho para manter o acesso móvel ao email da Amazon. No momento, só é permitido o uso do TikTok pelo navegador de um notebook da Amazon”, diz o e-mail.

A Amazon, porém, recuou em sua decisão no mesmo dia. “O email desta manhã para alguns de nossos funcionários foi enviado por engano. No momento, não há alterações em nossas políticas em relação ao TikTok”, explicou a companhia em nota ao site especializado Business Insider.

A solicitação da Amazon surge poucos dias após as declarações do secretário de Estado americano, Mike Pompeo. À Fox News na segunda-feira anterior (6), Pompeo revelou que os Estados Unidos consideram banir o TikTok e outros aplicativos chineses no país. Em 2019, o app foi banido pela Marinha dos EUA por ser uma “ameaça de segurança”.

Com informações: The Verge e Business Insider

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação