Início » Negócios » Claro mantém receita estável no 2° trimestre mesmo com pandemia

Claro mantém receita estável no 2° trimestre mesmo com pandemia

Claro adiciona clientes no pós-pago e teve alta na receita móvel. Operadora iniciou serviço por fibra óptica em 70 municípios

Lucas Braga Por

A Claro divulgou os resultados financeiros do 2° trimestre de 2020 e manteve a receita estável quando comparada ao mesmo período do ano anterior, atingindo R$ 9,61 bilhões. Houve aumento de 0,14%, mesmo com a pandemia da COVID-19. A companhia também registrou alta na base de clientes pós-pagos e crescimento na cobertura de fibra óptica, mas teve queda na receita fixa e nos acessos de TV por assinatura.

Veja os destaques financeiros do 2° trimestre, bem como a comparação com o mesmo período em 2019:

Indicador 2T 2020 2T 2019 Diferença
Receita líquida total R$ 9,6 bilhões R$ 9,59 bilhões 0,1%
Receita móvel R$ 3,84 bilhões R$ 5,67 bilhões 8,4%
Receita fixa R$ 5,43 5,67 -4,1%
EBITDA (Lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) R$ 3,93 bilhões R$ 3,56 bilhões 10,4%
Margem EBITDA 40,9% 37,1% 3,8 p.p

Claro cresce no pós-pago

Comparando com o mesmo período do ano anterior, a Claro adicionou 6,5 milhões de linhas no segmento pós-pago, chegando a marca de 31,8 milhões de chips. A incorporação da Nextel teve grande importância no crescimento, representando 3,4 milhões de contratos. Com isso, a operadora cresceu a participação de mercado para 28,65% (+4,47 p.p).

No total, a operadora encerrou o mês de junho com 58,5 milhões de linhas ativas. O segmento móvel trouxe R$ 3,84 milhões em receita para a operadora (+8,4%). Vale destacar a queda na receita de vendas de aparelhos de 29,6%, causada principalmente pelo fechamento de lojas físicas durante a pandemia.

A companhia encerrou o mês de maio com cobertura móvel em 4.235 municípios, dos quais 3.958 são atendidos com 2G, 4.027 com tecnologia 3G e 2.846 com 4G. Vale lembrar que a Claro ativou sua rede 5G em alguns bairros de São Paulo e Rio de Janeiro, antes do leilão de frequências da Anatel. A operadora utiliza a tecnologia DSS, com compartilhamento dinâmico do espectro utilizado na tecnologia 4G.

Receita fixa encolhe, mas Claro cresce em banda larga

No segmento residencial, a empresa adicionou 118 mil novos clientes de internet fixa, mantendo a liderança no segmento. Dados de maio da Anatel mostram que a Claro possuía 9,7 milhões acessos de banda larga, 9,3 milhões de linhas de telefone fixo e 7,5 milhões de assinaturas de TV,

A companhia revela que 6,7 milhões de acessos de banda larga possuem velocidades maiores que 34 Mb/s, dos quais 1,5 milhão foram adicionados nos últimos 12 meses.

Ainda assim, a receita fixa teve queda de 4,1%. O balanço não esclarece a queda, porém dados públicos revelam que a operadora perdeu cerca de 840 mil clientes de TV paga entre maio de 2019 e maio de 2020.

Claro cresce cobertura com fibra óptica

A Claro informa que adicionou 70 novos municípios com cobertura de fibra óptica (FTTH) no ultimo trimestre. A operadora aposta na tecnologia nos mercados entrantes, enquanto continua com usando cabo coaxial nas cidades onde já atuava.

Ainda assim, a participação de fibra nos acessos da Claro é ínfima perto do total: dos 9,7 milhões de contratos de banda larga, apenas 354,9 mil utilizam FTTH (cerca de 3,6%). A companhia ganhou 206 mil clientes com fibra óptica entre maio de 2019 e maio de 2020.

Nas localidades cobertas com fibra, a Claro também vende TV por assinatura usando tecnologia IPTV. Outro diferencial é a velocidade de upload maior que dos acessos de banda larga com cabo coaxial.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
3 usuários participando