Início » Negócios » Sony deve produzir milhões de PS5 a mais para atender demanda na pandemia

Sony deve produzir milhões de PS5 a mais para atender demanda na pandemia

Com a expectativa de alta nas vendas por conta do isolamento social, a Sony poderá dobrar a produção do PlayStation 5 em 2020

Victor Hugo SilvaPor

A Sony prevê que a demanda pelo PlayStation 5 será maior do que o previsto antes da pandemia do novo coronavírus e do isolamento social, que leva mais pessoas a buscarem entretenimento dentro de casa. Por isso, a empresa planeja produzir milhões de unidades a mais ainda este ano, quando o console será lançado. Em vez de algo entre 5 ou 6 milhões, o plano agora é fabricar de 9 a 10 milhões de aparelhos.

Sony PlayStation 5 e Digital Edition

Os números foram revelados por Bloomberg eNikkei Asian Review. Para cumprir a nova meta, a Sony teria informado parceiros e fornecedores sobre a necessidade de intensificar a produção. Caso as projeções da Sony se concretizem, o PS5 terá um lançamento muito melhor do que seu antecessor. Lançado em novembro de 2013, o PlayStation 4 vendeu 4,2 milhões de unidades naquele ano.

Diante da mudança nos planos, a Sony espera fabricar 5 milhões de unidades do console até setembro e outras 5 milhões de outubro a dezembro. Os fornecedores também foram informados sobre a necessidade de produzir mais componentes para o controle DualSense, que, até então, teria apenas 10 milhões unidades fabricadas até março de 2021.

Mas, apesar de elevar a expectativa da Sony para o lançamento do PlayStation 5, a pandemia também representa um desafio logístico. Como destaca a Bloomberg, a empresa poderá ter mais dificuldades para enviar o console da China, onde está a maior parte de sua produção, para outros países por conta da operação reduzida de empresas aéreas.

Facebook aumenta produção do Oculus Quest

Assim como a Sony, o Facebook aumentou suas projeções de vendas em meio à pandemia. A empresa vai intensificar a produção de equipamentos de realidade virtual, como o Oculus Quest, que funciona sem PC ou celular. O objetivo é vender 2 milhões de dispositivos de realidade virtual até o final do ano, 50% a mais do que o registrado em 2019.

Lançado há pouco mais de um ano, o Oculus Quest começará a ser produzido em larga escala ainda este mês. A aposta na realidade virtual acontece depois que as vendas da Oculus melhoraram os números da categoria batizada pelo Facebook como “outros”. No primeiro trimestre de 2019, o segmento teve alta de 80% e garantiu receita de US$ 297 milhões.

Com informações: Engadget.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
7 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Ercy de Miranda (@Ercy)

Triste eu não ter grana nem pra pegar o PS4

Diego Nascimento (@Dieg0)

Parabéns aos corajosos! Esse console tá mto feio, é enorme e não duvido que tenha problemas de aquecimento.

Daniel Neves (@danielneves)

Acho meio difícil dar certo essa ideia. Já que ele deve vir muito caro e, quando lançado, muitas pessoas ainda estarão se recuperando economicamente pra uma compra desnecessária como um console

Venâncio (@vynnus)

mas tá esquecendo que dá pra importar?

mesmo com o dólar alto fazendo as contas dá uma economia entre R$ 1500 e R$ 2000 se o valor do PS5 realmente vier a US$ 499 dólares

aqui eu uso com frequencia um redirecionador de encomendas dos EUA chamado entrega no Brasil quando quero importar esses lançamento

o meu já tá agendado com eles
é só adicionar crédito na sua conta que eles compram quando for lançado e enviam para seu endereço no brasil