Início » Celular » Google pode exigir Android Go em celulares com até 2 GB de RAM

Google pode exigir Android Go em celulares com até 2 GB de RAM

Google pode tornar Android Go obrigatório para celulares com 2 GB de RAM ou inferior, segundo documento

Bruno Gall De Blasi Por

O Android Go pode se tornar obrigatório em celulares com memória RAM com 2 GB ou menos. De acordo com um documento de 24 de abril revelado nesta terça-feira (21), o Google pretende alterar os requisitos de sistema para celulares Android lançados a partir do segundo semestre de 2020.

Google pode exigir Android Go em celulares com até 2 GB de RAM

As informações do documento “Android 11 Go edition Device Configuration Guide” (“Guia de configuração de dispositivos do Android 11 (Go Edition)”, em tradução livre) foram divulgadas pelo XDA-Developers. Segundo o site especializado, o guia para fabricantes aponta os novos requisitos para smartphones com Android a partir de 2020.

O teto de memória RAM está entre as exigências que o Google pode exigir já neste ano. De acordo com o documento, smartphones lançados com Android 10 a partir do quarto trimestre de 2020 ou com Android 11 com memória RAM igual ou inferior a 2 GB devem vir com Android Go, a versão otimizada do sistema operacional da companhia.

Os possíveis requisitos, porém, não afetam telefones já anunciados com as características citadas anteriormente, que devem permanecer com o Android “padrão”. Além disso, ainda segundo o documento, o Google não pretende oferecer suporte ao Android 11 a dispositivos com 512 MB de RAM, sejam eles lançamentos ou não.

O Android Go é uma edição mais leve do Android. Apresentado pelo Google em 2017 para celulares com 1 GB de RAM ou menos, o programa prevê versões otimizadas do sistema operacional e de aplicativos para que funcionem adequadamente em smartphones de baixo custo, como o recém-anunciado Samsung Galaxy A01 Core.

Com informações: XDA-Developers

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
14 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Jefferson Rodrigues (@Jefferson_Rodrigues)

Vejo isso com bons olhos! Principalmente, pelo fato de a grande maioria dos leigos comprar esse tipo de aparelho.

Franco Luiz (@Franco_Luiz)

Que lixo google , o android go é uma verdadeira merda é horrivel , voce devia exigir que as fabricantes usassem o hardware minimo para o uso do sistema começando com equivalente ao 625 antigo e 4 gigas de ram , o minimo pra qualquer fabricante que quizesse por um android no aparelho devia ser esse e no mesmo dia acaba a onda de aparelhos porcarias que travam so de ligar

Michel da Silva Soares (@Michel)

Exatamente, mínimo de 3 ou 4GB pelo menos, mas 2GB?
que bosta pqp

@teh

nem todo mundo pode pagar um celular assim, e tem gente q só usa o o celular pra whatsapp, ai 2gb dao conta.

Xico Pires (@xicopires)

É o que penso também. Tenho cliente que só usa whatsapp, não tem mais nada instalado. E o cel é um Multilaser daqueles antigos. E tá funcionando! E o melhor: foi barato!!! Que é o que ele precisa!!! Então, que venha mais Android Go com aparelhos baratos, SIM.

Franco Luiz (@Franco_Luiz)

Cara essa desculpa de nem todo mundo pode comprar , nao vai acontecer se for obrigatorio o uso desse tipo de specificação e obvio que teremos aparelhos com 1 camera porcaria bateria fraca design de 2009 porem usando hardware que a google exige a preço bom . se ela nunca fizer nada teremos aparelho de 1 giga e 2 gigas com mediatreco duo core ate 2050

Dereck (@dereckbolsanelo)

Sempre haverá aparelhos assim e por isso o Google agora vai exigir usar a versão otimizada. E realmente acho que você está numa bolha. Android não existe somente no mercado brasileiro não. Existem muitos países que esses aparelhos de baixo custo servem.
Se você acha o Android Go ruim, compre um aparelho melhor que com certeza não virá com ele.

Felipe Silva (@Felipe_Silva)

Gostei da noticia, cortaram celulares abaixo de 1gb (já nem se via, mas abre possibilidade de mais cortes no futuro), e alem da obrigatoriedade, também expandiram o android go para 2gb de ram, o que sentia falta a mais de 1 ano, ou seja, android normal só de 3gb pra cima de agora em diante.

Jefferson Rodrigues (@Jefferson_Rodrigues)

Essa versão pode ser modificada pelas empresas?

Douglas Knevitz (@Douglas_Knevitz)

Gostaria de ouvir de alguém dessas fabricantes de smartphones, o quando encarasse o projeto do smartphone e o produto final, colocar um hardware mínimo para os padrões de hoje.

Android GO é um retrocesso. Em pleno 2020 não era pra nenhum hardware mais ser tão defasado assim.

Falo isso, porque esses aparelhos aqui não são tão mais baratos que justifique Android GO.

Felipe Silva (@Felipe_Silva)

sim, Samsung tem o habito de mexer na interface, acho que a maioria delas não tem, pois encarece a fabricação e não trás vantagem pra elas, não tem uma identidade visual formada para colocar no celular.

Jefferson Rodrigues (@Jefferson_Rodrigues)

O que eu entendi é que essa versão só tem de leve os apps, correto?

Mateus B. Cassiano (@mbc07)

Não. O Android Go no geral é “enxugado” o máximo possível, otimizado para consumir o mínimo de recursos, também sai de fábrica com o mínimo de apps pré instalados e a Play Store nesses dispositivos sempre dá preferência para a versão “Go” dos apps, caso existam, mas nada te impede de instalar e usar a versão normal do app…

Schio ☭ (@Sckillfer)

O que prometeram: Android otimizado para dispositivos com até mesmo 512 MB de RAM; o que entregaram: Android que nem com 1 GB roda bem, um aparelho com o mesmo hardware, mas processador bem antigo roda melhor o Android 5.1 (com os mesmos apps) do que um aparelho “novo” com Android Go. O mínimo pra rodar o Android Go tinha que ser 2 GB.

Eu (@Keaton)

Android Go… lol

Hardware mais recente é mais caro… nem todo mundo quer ou pode gastar com celular gamer com 16GB de RAM…

Exibir mais comentários