Início » Aplicativos e Software » Uber mostra destino antes da viagem para motoristas de todo o Brasil

Uber mostra destino antes da viagem para motoristas de todo o Brasil

Antes disso, a Uber só revelava qual era a região de destino da próxima viagem quando a corrida fosse iniciada pelo motorista

Victor Hugo Silva Por

A Uber já oferece para motoristas de algumas capitais detalhes sobre a região de destino da próxima viagem antes que ela comece. Agora, a informação será levada para parceiros da plataforma em todo o Brasil. Na mesma atualização, o serviço também passa a indicar se o passageiro possui poucas viagens em seu histórico. As informações, no entanto, só aparecem depois que a corrida é aceita.

Uber - destino do passageiro

De acordo com a Uber, a mudança começará a ser liberada ainda esta semana para todos os motoristas. Ela passou a ser testada em 2018 com parceiros da empresa em Curitiba, Florianópolis e Porto Alegre. Desde então, o recurso teve várias mudanças até chegar ao formato atual, que indica a região de destino junto com detalhes sobre a distância para o ponto de partida.

“Acessar informações de uma viagem antes mesmo dela começar sempre foi um pedido dos motoristas e viemos trabalhando na melhor forma possível de atender isso sem impactar a experiência dos usuários”, explica o diretor da Uber Tech Center no Brasil, Marcello Azambuja. A empresa afirma que o objetivo é ser mais transparente com os parceiros sem prejudicar a experiência dos passageiros.

Ao exibir mais informações do destino somente após a viagem ser aceita, a Uber parece ter buscado um meio-termo que atenda a todas as partes. Por um lado, permite que motoristas cancelem a corrida caso tenham alguma preocupação quanto à segurança do bairro. Ao mesmo tempo, garante que passageiros desse local também tenham a chance de serem atendidos.

Este é mais um recurso de segurança liberado pela plataforma. Recentemente, passageiros e motoristas no Rio de Janeiro ganharam a opção de gravar áudio em viagens. A cidade foi a 16ª a ganhar o recurso, que também está disponível em capitais como Salvador, São Luís e Campo Grande. O serviço também oferece opções de compartilhar a viagem em tempo real com pessoas de confiança e ligar rapidamente para a polícia durante o trajeto.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
21 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

imhotep (@imhotep)

Agora vai ser uma escolha de viagem longa e dispensa de viagem curta, que nem os taxistas fazem.

anon31878329 (@anon31878329)

Deixa eles fazerem isso, quando começarem a lucrar menos, vão se tocar que o melhor é aceitar todas.

Já peguei vários motoristas que já aprenderam por experiência própria que ficar esperando só viagem longa não compensa, como eles mesmos falaram, acabam que muitas vezes voltam todo o percurso vazio e não compensa. Enquanto que regiões próximo a shopping e supermercados fazem várias corridas menores, menos tempo rodando vazio, mais lucro.

Detalhe, isso não sou eu que estou dizendo, são os relatos de diversos motoristas que sempre acabo conversando.

@ksio89

Não me importo do motorista não aceitar a corrida, ele não é obrigado a levar ninguém se achar que a corrida não compensa. A a minha raiva é com motorista folgado que aceita a corrida, mesmo sabendo o destino, e depois cancela. Tem muitos que ainda mentem dizendo que o passageiro não estava no endereço, a fim de jogar pra ele ou embolsar a taxa de cancelamento, fazem isso direto com meu pai.

E antes que venham com a mimimi de não querer fazer corrida para bairro perigoso, eu moro em um bairro considerado de classe média alta e geralmente quando uso esses apps, me desloco somente pela área nobre e só de manhã, e mesmo assim é comum motoristas aceitarem a corrida e logo cancelarem.

E nem entro no mérito dos motoristas desonestos que mandam mensagem perguntando se o dinheiro está trocado, cancelando a corrida caso o passageiro diga que vai pagar com cartão. Fazem isso para dar golpe nos aplicativos, pois se não me engano quando recebem em dinheiro tem que pagar boleto com a comissão do Uber somente no fim do mês, enquanto no cartão desconta na hora. Aí não pagam, ficam bloqueados na plataforma e usam cadastro de terceiros.

O problema é mais a falta de caráter de alguns motoristas de que de segurança pública ou lucratividade das corridas.