Início » Negócios » LG Display aumenta produção de telas OLED para TVs em nova fábrica

LG Display aumenta produção de telas OLED para TVs em nova fábrica

Localizada em Guangzhou, a nova unidade da LG Display começou a produção em larga escala e poderá entregar 60 mil telas por mês

Victor Hugo Silva Por

Para atender à alta na demanda, a LG Display iniciou a produção em larga escala de telas OLED para TVs em sua fábrica em Guangzhou, na China. Em cerimônia que marcou o início da nova etapa, a empresa afirmou que a unidade pode produzir 60 mil painéis por mês. Contando com a fábrica já existente em Paju, na Coreia do Sul, a companhia poderá entregar 130 mil painéis por mês.

lg display Guangzhou

Fábrica da LG Display, em Guangzhou

A produção mensal em Guangzhou poderá chegar a 90 mil painéis caso a demanda fique ainda maior. A nova fábrica se concentrará em telas OLED de 48, 55, 65 e 77 polegadas. Elas serão destinadas a 19 marcas que usam painéis da LG Display. Segundo o FlatPanelsHD, além da própria LG, o grupo inclui empresas como Sony, Panasonic, Philips, Toshiba, Huawei e Xiaomi.

O CEO da LG Display, James Hoyoung Jeong, afirma que o negócio de painéis OLED para TVs grandes é o “motor de crescimento essencial” para o futuro da empresa. O executivo acredita que a inauguração da fábrica “permitirá a adoção mais rápida de telas OLED no mercado”. A nova unidade também deverá ajudar a aumentar a participação desse tipo de componente no faturamento.

LG Display inicia produção em larga escala de telas OLED na China (Foto: Divulgação)

James Hoyoung Jeong, CEO da LG Display, é o quarto da esquerda para direita

A empresa espera que os painéis OLED representem 50% de sua receita em 2021, contra cerca de 30% em 2018. A projeção foi revelada à Reuters em janeiro deste ano, quando a expectativa era iniciar a produção em larga escala até março. Os planos foram alterados por conta da pandemia do novo coronavírus e de uma demanda mais volátil no primeiro trimestre.

Enquanto aumenta o investimento em painéis OLED, a LG Display deve dar menos atenção ao LCD. A empresa planeja interromper a produção desse tipo de tela na fábrica da Coreia do Sul no final de 2020. Com isso, a produção ficaria restrita à unidade na China. A decisão envolve o excesso na oferta de painéis LCD e, consequentemente, a queda nos preços.

O movimento também é feito pela Samsung, que deixará de fabricar telas LCD até o final de 2020 em suas fábricas de Coreia do Sul e China para se concentrar em painéis OLED. A empresa não indicou o que acontecerá com a unidade chinesa, mas adiantou que a linha de produção de LCD na Coreia do Sul será convertida em uma fábrica de painéis de pontos quânticos baseados em OLED.

Com informações: The Verge.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
2 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Reinaldo Boson (@Ticano)

Comprei uma OLED C9 e a imagem é um espetáculo realmente, o contraste infinito e o ângulo de visâo enorme são um baita diferencial desses painéis, estou tão satisfeito que comecei a ver um monte de filme que já tinha visto só para curtir na tela mais bonita.
É uma tecnologia superior ao painel de led, a durabilidade é questionada aí pela internet toda, mas eu apostei nas ferramentas para evitar burn in e de conservação do led orgânico. Durando 6 anos para mim ta bom.