Início » Aplicativos e Software » 5 Apps de fertilidade [& as polêmicas de privacidade das femtechs]

5 Apps de fertilidade [& as polêmicas de privacidade das femtechs]

Apps de fertilidade indicam padrões e previsões sobre o seu ciclo menstrual, mas segurança de dados íntimos é questionável

Gabrielle Lancellotti Por
TB Responde

Apps de fertilidade ou, de forma geral, apps para monitorar o ciclo menstrual se encaixam na categoria Femtech. Ou seja, um nicho tecnológico com foco no universo feminino e, segundo idealizadores dessas plataformas, no bem-estar da mulher.

Apps de fertilidade/Pexels por Pixabay

É difícil negar que o acompanhamento do ciclo menstrual ganhou um upgrade com esse tipo de aplicativo. É uma ideia atraente registrar, em uma interface digital organizada, as informações e acontecimentos relevantes desse período.

Com o tempo de uso e a adição de informações — como a data de início do sangramento, intensidade do fluxo de sangue, dias nos quais houve cólica, etc — os aplicativos indicam padrões e fazem previsões sobre o seu ciclo mentrual.

Apps de fertilidade: formas de uso

O uso dessas plataformas pode ter variadas intenções: estimar o período da ovulação — fase do ciclo menstrual na qual a liberação do óvulo é hormonalmente estimulada —, seja com o objetivo de engravidar ou de tentar evitar a gravidez.

Mulheres que sofrem distúrbios como a tensão pré-menstrual (TPM) e cólicas, também encontram utilidade nessa categoria de aplicativos. É possível fazer uma estimativa de quando os sintomas característicos aparecerão e já preparar as medidas para lidar, por exemplo, com as possíveis dores e alterações de humor.

Polêmicas de privacidade

É válido lembrar que todo aplicativo tem os próprios termos de uso e políticas de privacidade. Também vale destacar que, dependendo do app, dados muito íntimos podem ser armazenados. A frequência de atividade sexual, se você tem o hábito de usar preservativos ou se ocorreu um aborto são alguns desses detalhes pessoais.

Essas informações são, normalmente, compartilhadas em consultas ginecológicas e protegidas pelo sigilo médico. Porém, quando são adicionadas em apps, a segurança se torna questionável. Nesse contexto, é importante saber quem pode ter acesso a esses dados e se o aplicativo preza pela segurança de suas usuárias.

Entre as críticas e polêmicas de privacidade envolvendo essa categoria de aplicativos, dois tópicos se destacam:

  • compartilhamento de informações com empresas de publicidade e laboratórios;
  • termos de uso e políticas de privacidade exibidos de forma confusa e não objetiva.

Saúde é fonte de lucro ($)?

A pergunta que define a polêmica é: qual é o objetivo dos apps de fertilidade e de controle do ciclo menstrual?

  • Oferecer uma plataforma que incentiva o acompanhamento e auxilia no cuidado com a saúde íntima feminina?
  • Oferecer ferramentas úteis, através de uma interface organizada, com o objetivo de coletar dados que podem ser vendidos para laboratórios e empresas de marketing (que usarão as informações para criar anúncios assertivos para o nicho)?

Abordando as dúvidas que permeiam o tema, a organização independente Consumer Reports [consumerreports.org], fez uma tabela que indica como os aplicativos avaliados lidam com questões de segurança e privacidade de informações:

Tabela Consumer Reports/Reprodução

Os aplicativos mudaram?

As críticas aos apps, no quesito segurança e privacidade de dados, incentivou desenvolvedores a apresentarem os termos de uso de forma mais clara e objetiva.

Alguns apps, como o Clue, publicam artigos em seus sites para dar informações detalhadas sobre quem tem acesso aos seus dados e como a plataforma obtém rendimento financeiro.

Ter consciência desse contexto é importante para decidir alguns pontos:

  • usar ou não apps de fertilidade;
  • qual aplicativo escolher;
  • quais informações serão adicionadas à plataforma.

5 apps de fertilidade

A lista inclui aplicativos que se destacam positivamente nas avaliações de uso, na App Store e na Google Play Store, e que oferecem o português como opção de idioma.

  1. Flo – Meu Calendário Menstrual

Alguns recursos:

  • monitor de menstruação e ovulação;
  • artigos diários sobre saúde;
  • modos de gravidez e pós-gravidez;
  • comunidade para troca de experiências e dúvidas.

Flo - Calendário Menstrual/Reprodução

2. Clue – Meu Calendário Menstrual

Alguns recursos:

  • calculadora de ovulação e fertilidade;
  • calendário de anticoncepcional com lembretes;
  • tabela do ciclo com dados e estatísticas menstruais personalizadas;
  • categorias de monitoração de dor, humor, sexo, etc.

Clue - Calendário Menstrual/Reprodução

3. Natural Cycles – Período Fértil

Alguns recursos:

  • estatísticas e previsões sobre o ciclo;
  • visualização de gráficos para acompanhar fases do ciclo;
  • lembretes para indicar aproximação do período de tpm;
  • Avisos para usar preservativos durante o período fértil.

Natural Cycles/Reprodução

4. Calendário Menstrual Lite – GP Apps

Alguns recursos:

  • estatísticas e previsões sobre os períodos do ciclo;
  • lembretes para indicar aproximação do período de tpm;
  • gráficos de duração e período dos ciclos;
  • tabelas para registro da intensidade de sintomas.

GP app de fertilidade/Reprodução

5. Clover – Calendário Menstrual

Alguns recursos:

  • calendários e calculadoras de ciclo menstrual;
  • lembretes quando o seu ciclo vai começar e terminar;
  • calculadora de ovulação.

Clover - app de fertilidade/Reprodução

Com informações de: MSD Manuals, Healthline, Consumer Reports, Vox e Clue

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
1 usuário participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação