Início » Negócios » Google vai manter funcionários em casa até julho de 2021

Google vai manter funcionários em casa até julho de 2021

Decisão de estender o home office foi anunciada em um comunicado interno pelo CEO do Google

Darlan Helder Por

Com salas fechadas desde março em decorrência do novo coronavírus, o Google irá manter o home office até julho de 2021, segundo o The Wall Street Journal. O anúncio foi feito pelo CEO do Google, Sundar Pichai, em um e-mail interno para todos os funcionários da gigante das pesquisas.

De acordo com a reportagem, a ampliação do regime home office vale para quase todos os 200 mil funcionários da empresa: considerando aqui os trabalhadores que atuam em tempo integral e outros colaboradores da Alphabet, que é uma holding responsável pelo Google.

predio google tecnoblog

Principal prédio do Google (Foto: André Fogaça/Tecnoblog)

Pichai estendeu o trabalho em casa por mais um ano para ajudar os funcionários que têm filhos e encaram desafios como escolas fechadas e aulas online. Com isso, eles poderão “equilibrar” a vida profissional com as atividades de casa.

“Para oferecer aos funcionários a capacidade de planejar com antecedência, estendemos nosso trabalho voluntário global em casa até 30 de junho de 2021 para funções que não precisam estar no escritório”, escreveu o executivo no e-mail.

O Google planejava abrir os escritórios agora no meio do ano. Os trabalhadores que atuam na sede da companhia na Califórnia deveriam ter retornado ao trabalho presencial no dia 6 de julho, mas o número de novos infectados pelo novo coronavírus não parou de subir nos Estados Unidos.

Na Califórnia, a situação está grave na região sul e não em Bay Area, onde está a sede da empresa, apesar disso, o Google achou melhor não abrir as portas.

Com a decisão, a gigante pode ser a primeira empresa dos EUA a ampliar o home office de forma extensa, para mais um ano. Muitas outras companhias anunciaram que o regime irá durar até o final deste ano. O Twitter resolveu liberar o home office “para sempre” e o Facebook parece adotar medida semelhante ao do concorrente.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
3 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação