Início » Aplicativos e Software » iOS 14 pode ter impacto negativo em anúncios, diz Facebook

iOS 14 pode ter impacto negativo em anúncios, diz Facebook

O iOS 14 permite que o usuário bloqueie o rastreio do que é feito fora do aplicativo e a atitude afeta a publicidade veiculada no Facebook

André Fogaça Por

O Facebook, mesmo depois de registrar lucro alto, prevê que a chegada do iOS 14 para os usuários vai trazer problemas para a publicidade que roda dentro da maior rede social do mundo. O problema está na maior capacidade de controle de como os aplicativos podem rastrear quem usa o aparelho.

app facebook icone iphone ios tecnoblog

O temor apareceu durante uma entrevista de David Wehner, diretor financeiro do Facebook, com o canal americano CNBC. “Ainda estamos tentando entender como essas mudanças serão, como elas nos impactarão e a todos da indústria, que no mínimo irá dificultar o crescimento do uso de publicidade dentro do Facebook e em outros apps”, diz Wehner.

A preocupação tem motivação: o iOS 14 permitirá que o usuário impeça que aplicativos rastreiem suas atividades fora do Facebook. Isso significa que este app saberá menos do cotidiano da pessoa fora do aplicativo da rede social e isso atrapalha na hora de vender anúncios. É este olho que faz a busca por um produto no navegador aparecer como propaganda dentro do Facebook.

Com o bloqueio ativado, os aplicativos ainda precisarão perguntar para o usuário se ele quer que alguns dados sejam rastreados. Com este maior controle sobre a privacidade, uma parte considerável da receita do Facebook pode ficar menor, já que a publicidade será menos focada e mais genérica – e propaganda genérica tem menor chance de virar uma compra.

Wehner não diz o tamanho do impacto desta alteração nas receitas do Facebook, mas afirma que ele aparecerá em grande parte a partir do relatório financeiro do próximo trimestre.

Com informações: CNBC.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
9 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Douglas Furtado Gonçalves (@DouglasFurtado)

O Facebook dará seu jeitinho, como sempre. Acredito que pedirão autorização para “anúncios personalizados”. Não sei se é o suficiente, mas o instagram e facebook não estão instalados em meu S9 e iPad, e no laptop uso o Firefox com o Facebook Container para evitar ao máximo de ser rastreado.

Eu (@Keaton)

Se a idéia é proteger a privacidade do usuário, o Facebook que se expl… digo, que se adapte. Não precisa arrancar até a craquinha do fundo do siso para socar propaganda goela a baixo do usuário…

João M. (@RonDamon)

Pra que essa paranoia? Lembrando que sua ISP sabe todo o seu tráfego, a não ser que vc use VPN 24/7.

Douglas Knevitz (@Douglas_Knevitz)

Tudo isso poderia ser resolvido se o Facebook tratasse propaganda como um serviço disponível para o usuário.

Ele abriria uma questionário e o usuário marcaria os assuntos que ele tem interesse em receber anúncios. E periodicamente poderia ser atualizado. Diminuiria drasticamente a necessidade de tracking, já que ele já tem o essencial. E essa informação estaria autorizada a ser compartilhada com outras empresas, justamente para elas saberem que não sou o público alvo delas.

Seria bom para o usuário que receberia anúncios relevantes e para o Facebook que poderia oferecer propaganda segmentada por interesse. E como quem determinou o grau de relevância do anúncio foi o usuário, grandes as chances do anúncio se converter em compra.

Não tem como viver nesse mundo e estar imune a propagandas, então que sejam úteis ao menos.

Geraldo Lopes (@geralldoloppes)

Anúncios na internet (e aplicativos) abusaram tanto que uma hora tinha que dar um basta. Demorô, até demais…

anon31878329 (@anon31878329)

Simples. O Facebook vai pagar para os desenvolvedores usar o Pixel em seus app’s e sites e dessa forma, continuar coletando tudo do usuário. Ele deixa de coletar dados cruzados e passa a coletar diretamente da fonte, cruzando os dados posteriormente. Quer apostar?

@bkdwt

Aí quem saberá o seu tráfego é a empresa da VPN.

² (@centauro)

Hospeda seu próprio servidor VPN e DNS em um RPi.

@bkdwt

Quem dera se eu tivesse conhecimento o suficiente e manjasse da coisa…

² (@centauro)

Olha, eu nunca tentei hospedar um servidor DNS, mas eu já configurei um servidor VPN próprio no RPi e não é nenhum bicho de sete cabeças não (e sim, funcionava).
Tem script que faz quase tudo pra você.

Mas é bom dar uma lida mais a fundo pra pelo menos ter alguma noção de como configurar e tentar resolver problemas quando inevitavelmente parar de funcionar do nada.