Início » Celular » Motorola Razr 5G aparece em nova cor e sem leitor biométrico

Motorola Razr 5G aparece em nova cor e sem leitor biométrico

O novo Motorola Razr deve chegar ao mundo apenas no ano que vem, com processador Snapdragon 765 que já vem com modem para 5G de fábrica

André Fogaça Por

Duas imagens do que pode ser o Motorola Razr 5G apareceram na internet, dentro da rede social chinesa Weibo. O dispositivo lembra bastante o modelo que já foi lançado pela empresa que faz parte da Lenovo, mas agora utiliza cor cinza nas bordas e exibe um pequeno flash na câmera externa.

motorola razr 5g

Não existem muitas empresas apostando no mercado de aparelhos dobráveis, principalmente quando o objetivo do dispositivo não é de ser um tablet que surge de um smartphone enorme, mas sim um smartphone grande que fica menor no bolso. Uma delas é a Motorola e seu único modelo lançado até então é o Razr, que toma banho de nostalgia e falha em alguns pontos importantes para um celular tão caro.

Um deles é a ausência de qualquer conexão com redes 5G, o que deve mudar em um novo modelo que já vem aparecendo no mundo dos rumores – junto da possibilidade de trabalhar com SIM card físico, já que o Razr só tem espaço para um eSim.

As fotos foram tiradas por um investidor em um provável jantar, que aconteceu na China e que é um país que ainda não recebeu o Motorola Razr até o momento da publicação deste artigo. Pelas fotos é possível notar a nova cor cinza que fica nas bordas do aparelho, junto de um LED para flash que aparece na câmera que fica do lado externo do dispositivo (ou traseira, quando ele está aberto), junto da tela secundária com mais espaço para mais conteúdo.

Outro detalhe que salta aos olhos é a ausência do leitor de impressões digitais, que no Razr lançado no começo deste ano está na parte inferior. Mesmo podendo ser o Razr 5G, na foto o sinal da operadora é 4G, o que pode ser um banho de água fria para os que querem a conexão mais moderna no aparelho, ou então apenas a ausência de sinal dentro do restaurante onde o investidor estava.

Os rumores mais recentes apontam para um novo Razr que continua com uma tela OLED dobrável e com inspiração bem clara no antigo V3, o processador ganha mais força com um Snapdragon 765 (que já tem o modem Snapdragon X52, compatível com 5G), 8 GB de RAM, 256 GB de memória e a bateria continuará uma piada de péssimo gosto, passando de 2.510 mAh para 2.845 mAh.

A maior mudança de verdade deve ficar na câmera, que deve ter um sensor Isocell Bright GW1 da Samsung e que trabalha com 48 megapixels. A previsão de lançamento deste novo modelo aponta para algum momento do início do ano que vem.

Com informações: Gizmochina.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
5 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Yago G. Oliveira (@yagogabriell)

A corrida pelo 5G está acontecendo sobre nossos olhos e a gente fica aqui só na platéia…
Esse aí tem cara de experimental demais. Se tiver um refino no design, volta a competir bem com os modelos da Samsung. O bom é que o 5G não modificou ao máximo o design dos aparelhos, não tem aquela grande antena que todo mundo pensou assim que a tecnologia começou a surgir.

² (@centauro)

Quais as chances do leitor estar sob a tela ou na lateral?

E eu aqui na esperança de que os telefones com antena retrátil iriam voltar.

Mateus B. Cassiano (@mbc07)

Só de não estar no “queixo” como no modelo original, já deixou o design bem mais clean. Minha aposta fica para a parte traseira, na logomarca (como no Moto G7). Leitor na tela talvez não seja viável por ela ser flexível, e as bordas do Razr parecem ser finas demais para acomodar um leitor lateral…

CAV (@cav)

Tendo slot para nano SIM, já será um progresso.
Se tivesse suporte a Dual SIM, e ainda a micro SD, melhor ainda.