Início » Celular » Google planeja celular dobrável para 2021, segundo documento

Google planeja celular dobrável para 2021, segundo documento

Google pode lançar celular dobrável e mais outros três smartphones com Android em 2021, de acordo com documento interno

Bruno Gall De BlasiPor

O Google Pixel pode ganhar uma edição com tela flexível no próximo ano. O Google trabalha em versões do Android para um celular dobrável previsto para o segundo semestre de 2021, além de outros três smartphones, conforme aponta um documento da companhia revelado pelo 9to5Google nesta quarta-feira (5).

Google trabalha em celular dobrável, segundo documento

Segundo o site especializado, o documento cita smartphones apresentados pela companhia desde o Pixel 2, em 2017, incluindo o Pixel 4a (com e sem 5G) e o Pixel 5, oficializados na segunda-feira (3). O vazamento ainda aponta para outros quatro dispositivos a serem anunciados pelo Google no futuro.

Entre os celulares em desenvolvimento mencionados estão o smartphone com codinome “passport”, referenciado como “dobrável”. Há ainda outros dois telefones identificados como “raven” e “oriole”, que podem se referir à linha Google Pixel 6, conforme especula o 9to5Google. O trio deve ser anunciado no 4º trimestre de 2021.

O vazamento ainda dá pistas sobre outros planos da companhia para este e o próximo ano. De acordo com o documento, o Google Pixel 4a com 5G e Pixel 5 devem chegar em outubro de 2020. Além disso, a gigante das buscas pretende lançar o Pixel 5a, descrito como “dispositivo intermediário do meio do ano” (em tradução livre), em 2021.

Mesmo que o vazamento mostre um possível calendário de lançamentos, o 9to5Google explica que o documento não reflete exatamente os planos da equipe de hardware da companhia, já que é destinado ao desenvolvimento do Android. Além disso, nem todos os smartphones citados no documento chegaram às lojas.

Esta não é a primeira vez que informações sobre um possível Google Pixel dobrável vêm à tona. Em maio de 2019, um executivo do Google confirmou que a companhia já trabalhava em protótipos de telas dobráveis na época, mas não tinha planos para lançar um celular com a tecnologia em um futuro próximo.

O Google não comentou sobre o assunto.

Com informações: 9to5Google e The Verge

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
2 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

@doorspaulo

Dentre as novidades em smartphones, essa é a que menos me empolgou.
Costumo ficar de três a cinco anos com o mesmo aparelho, e isso aí só me faz pensar na durabilidade…