Início » Negócios » TikTok e WeChat devem ser banidos dos Estados Unidos em setembro

TikTok e WeChat devem ser banidos dos Estados Unidos em setembro

Nas ordens executivas, Trump afirmou que TikTok e WeChat "ameaçam a segurança nacional, a política externa e a economia dos EUA"

Victor Hugo Silva Por

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, assinou duas ordens executivas que proíbem empresas americanas de fazerem negócios com ByteDance e a Tencent, donas do TikTok e do WeChat, respectivamente. Válida a partir de 20 de setembro, a medida é justificada como uma maneira de lidar com a “emergência nacional” criada com o avanço de aplicativos chineses em território americano.

O que é TikTok / Pixabay / Antonbe

Nas duas ordens, Trump afirmou, sem oferecer muitas evidências para a acusação, que as plataformas chinesas “ameaçam a segurança nacional, a política externa e a economia dos EUA”. Segundo ele, TikTok e WeChat “capturam automaticamente vastas faixas de informações de seus usuários”, como histórico de navegação.

“Esta coleta de dados ameaça permitir ao Partido Comunista Chinês acesso às informações pessoais e proprietárias dos americanos”, alegou Trump nos dois documentos. Na medida contra o TikTok, ele declarou que a prática “potencialmente permitiria à China rastrear a localização de funcionários e contratados federais, criar dossiês de informações pessoais para chantagem e realizar espionagem corporativa”.

O presidente americano alegou que TikTok e WeChat “supostamente censuram conteúdo que o Partido Comunista Chinês considera politicamente sensível” e “também podem ser usados para campanhas de desinformação” favoráveis ao governo da China. A justificativa lembrou ainda que os serviços já foram banidos por órgãos como as Forças Armadas dos EUA e pelo governo indiano.

“Para proteger nossa segurança nacional”, afirmou Trump, “os Estados Unidos devem tomar medidas agressivas” contra os proprietários do TikTok e do WeChat. A medida também proíbe negócios de empresas americanas com subsidiárias da ByteDance e da Tencent, que controlam os dois aplicativos.

O que acontece com TikTok e WeChat?

Ainda não está claro qual será o alcance do decreto de Trump. Isso porque o documento proíbe “qualquer transação” com ByteDance ou Tencent “por qualquer pessoa ou com relação a qualquer propriedade sujeita à jurisdição dos EUA”. Porém, o texto prevê que, até 20 de setembro, o secretário de Comércio dos EUA, Wilbur Ross, vai especificar quais são essas transações.

As ordens não explicitam que os TikTok e WeChat estão banidos dos EUA, mas pode-se entender que Google e Apple, por exemplo, não poderiam manter relações com ByteDance e Tencent e, portanto, teriam que retirar os aplicativos da Play Store e da App Store. A medida também pode afetar o mercado de games nos EUA, já que a Tencent detém a Riot Games, responsável por jogos como League of Legends e Valorant, e é sócia da Epic Games (Fortnite) e da Supercell (Clash of Clans e Clash Royale).

Com informações: The Verge, TechCrunch.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
9 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Andre Kittler (@Andre_Kittler)

Depois do Snowden e tudo que ocorreu com NSA isso é normal. Ficou evidente que o governo chines está espiando todos, e isso não pode ocorrer!
Corretíssimo a posição do governo americano em nos proteger!

Faz tempo… mas foi isso que aconteceu né? O único governo, no mundo inteiro, que ficou comprovado de espiar pessoas de todos os outros países, foi o Chines né? Não lembro exatamente mais…

@teh

“Segundo ele, TikTok e WeChat “capturam automaticamente vastas faixas de informações de seus usuários”, como histórico de navegação.”

Que horrivel isso!! A china nao pode fazer isso. Ja pensou uma empresa fazendo isso nos EUA??? Que horror seria hein!!

Siebel (@Siebel)

A China censura várias coisas dos EUA. Nada mais justo que os EUA fazer a mesma coisa.

Bruno (@Unknown)

Isso é pouco, deve vir mais decisões do tipo nós próximos meses.

Pra quem não sabe os EUA estão literalmente em uma guerra informal contra os chineses devido a uma série de questões, não só meia dúzia de apps:

Propriedade intelectual Espionagem e coleta de dados Recrutamento de cientistas americanos Captação de ex funcionários de governo com conhecimento de questões delicadas. Uso de recursos educacionais americanos muitas vezes “gratuitos” para educação científica de chineses.
Etc.

É um esforço para impedir tardiamente dois pontos:

Domínio chinês da tecnologia militar Controle absoluto chinês da economia mundial

A questão é que desde a invasão do mar do sul china lá pra 2016, onde falharam em prever o que aconteceria e deu no que deu, os estados unidos descobriram muito mais coisas de modo abrupto e que agora também querem resolver de maneira instantânea, por isso mesmo muito mais deve vir.

João Almeida (@Joao_Almeida)

Os famosos ditadores disfarçados de presidentes.

Felipe Insfran (@felipous)

Ah, a hipocrisia…

Thalles Gomes (@TGomes)

A Tencent é dona de tipo metade do planeta terra. Fico curioso pra ver até onde o Trump vai com essa guerra de travar comércio com empresas chinesas.