Início » Computador » Multilaser M11W Prime é um notebook barato com botão Netflix

Multilaser M11W Prime é um notebook barato com botão Netflix

2 em 1 da Multilaser, M11W Prime, é um notebook básico para os estudos e entretenimento, custando R$ 1.699

Darlan HelderPor

A Multilaser lançou nesta segunda-feira (17) o M11W Prime, um notebook 2 em 1 acessível para o público que depende de um laptop para estudos e entretenimento. Como diferencial, o aparelho traz botão dedicado para a Netflix (no teclado). Completam as especificações 4 GB de RAM, processador Intel Pentium N3700 e tela HD de 11,6 polegadas.

De acordo com a marca, o M11W Prime já está à venda no varejo nacional com preço sugerido de R$ 1.699.

A tela de 11,6 polegadas (com resolução HD) é sensível ao toque e tem abertura de 360 graus. Para o público mais exigente que consome conteúdos de streaming, essa tela parece não ser tão interessante. Mas para quem busca o básico, a configuração é aceitável.

A Multilaser ressalta que o M11W Prime tem “alta eficiência” em tarefas educacionais, sendo, inclusive, compatível com aplicativos de educação e é ideal para apresentações.

Rodando Windows 10, a máquina entrega 4 GB de memória RAM, 64 GB de armazenamento interno (sendo 32 GB de eMMC + 32 GB de SD Card). Um ponto positivo aqui é que o notebook tem slot para SSD, que pode ser interessante para upgrades.

Com relação ao processador, ele recebeu Intel Pentium N3700 quad-core. Para fotos e videochamadas, há uma câmera embutida de 0,3 MP.

Em conectividade, há duas entradas USB, saída Micro HDMI, leitor para cartão de memória e Bluetooth 4.0. O M11W Prime está disponível na cor prata.

Multilaser M11W Prime — ficha técnica

Tela: HD IPS de 11,6 polegadas
Processador: Intel Pentium N3700
RAM: 4 GB
Armazenamento: 64 GB (32 GB de eMMC + 32 GB de SD Card)
Conectividade: USB 2.0, USB 3.0, saída Micro HDMI, leitor de cartão SD e entrada para fone de ouvido.
Sistema operacional: Windows 10
Outros: teclado ABNT com atalho Netflix (requer assinatura), touchpad inteligente, câmera de 0,3 MP, tela sensível ao toque, Wi-Fi B/G/N, Bluetooth 4.0.
Dimensões: 281,8 x 191 x 17,5 mm
Peso: 1.735 kg

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
13 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Rayson Silva (@scibra)

Outro tablet travestido de notebook, tenho dó de quem compra produtos engana-trouxa da Multilixo.

Matt (@hadtohear)

Só vou começar a respeitar a marca quando ela investir de fato em P&D e criar o seu próprio notebook, sem depender de white label chinês.

John Smith (@john)

Coitado do desavisado que pagar 1700 desvalorizados nessa bomba.

² (@centauro)

Se esse é o prime, imagina os outros.

Mas sim, pra tarefas mais leves, até dá. E-mail, internet, edição de texto sem imagem, trabalhar numa planilha, criar uma apresentação.
Claro que só um por vez. Com 4GB de RAM e W10, eu chuto que se abrir um navegador e a planilha, começa a travar.

@doorspaulo

A regra é clara: tem tecla dedicada pra algum serviço de streaming, é lixo tecnológico.

Matheus Motta (@Matheus_Motta)

Minha cara ao ver as especificações

@RODRIGO

Se viesse com Linux, seria outra história!! Windows embarcado, suspeitamente, terá travamentos! Por que as marcas não investem no SO do pinguim??

@RODRIGO

Se tivesse Linux, ajudaria um pouco este notebook!

@teh

Se o white label fosse de algum produto bom ainda, poderia ter meu respeito, o problema é que é só etiquetagem de produto ruim.

Eu (@Keaton)

Nah… nem linux salva essa bomba…

Oh for fucking fucks fucked fucking sake… 32GB internos? Táquepa… ai tem de enfiar um microsd pra salvar arquivos e fazer swap… Sai mais em conta contatar aquele amigo que vive nos estados unidos e pedir pra ele enviar um dos notebooks de USD250 do Walmart…

@RODRIGO

Desculpa pela pergunta, mas, você tem amigo nos EUA??

Eu (@Keaton)

Tenho parentes lá.

@RODRIGO

De fato, devem estar felizes por lá! Supostamente ganham bem e mal querem saber desse país problemático, né??

Eu (@Keaton)

Nem sei, não falo com eles… mas pelo menos o Brasil tem sistema de saúde. (Precário, mas tem.)

@RODRIGO

Nos EUA, saúde pública inexiste e as particulares cobram bem caro!

Exibir mais comentários