Início » Celular » Motorola lança Moto G9 com bateria de 5.000 mAh e câmera tripla

Motorola lança Moto G9 com bateria de 5.000 mAh e câmera tripla

Motorola Moto G9 é anunciado na Índia com bateria de 5.000 mAh, ficha técnica intermediária e câmera tripla de 48 megapixels

Bruno Gall De Blasi Por

O Moto G9 é o mais novo celular da Motorola. Anunciado nesta segunda-feira (24), o sucessor do Moto G8 traz bateria de 5.000 mAh em sua ficha técnica intermediária e câmera tripla, com sensor principal de 48 megapixels. As vendas do smartphone da marca norte-americana começam ainda em agosto, na Índia.

Motorola lança Moto G9 na Índia (Foto: Divulgação/Motorola)

O Motorola Moto G9 é apresentado poucos meses após o lançamento de seu antecessor no Brasil, anunciado em março de 2020. Sua tela LCD mede 6,5 polegadas e possui resolução HD+. Além disso, ao contrário do Moto G8, a câmera frontal de 8 megapixels está abrigada em um notch em formato de gota, e não em um furo no display.

O conjunto fotográfico é triplo, com câmera principal de 48 megapixels e abertura de f/1.7. Os demais sensores possuem resolução de 2 megapixels, sendo um para macro e outro para capturar a profundidade de campo para fotos com o popular modo retrato (efeito bokeh).

Motorola Moto G9 (Foto: Divulgação/Motorola)

A ficha técnica intermediária do Moto G9 é formada pelo processador Snapdragon 662 (octa-core de até 2 GHz), 4 GB de memória RAM e 64 GB de armazenamento, que pode ser expandido via cartão de memória (microSD). A bateria tem 5.000 mAh de capacidade e pode ser reposta com carregadores de até 20 watts.

O novo smartphone da Motorola ainda possui entrada dedicada para fones de ouvido (3,5 mm), porta USB-C, NFC, Bluetooth 5.0, Wi-Fi (802.11 ac), leitor de impressões digitais na traseira e botão dedicado para acionar o Google Assistente, assim como o Moto G 5G Plus. O telefone sai da caixa com Android 10 de fábrica.

O lançamento chegará às lojas da Índia em 31 de agosto com o preço sugerido de 11.499 rúpias (cerca de R$ 870 em conversão direta) em duas opções de cores: azul e verde. Não há previsão de lançamento do Motorola Moto G9 no Brasil.

Motorola Moto G9 – ficha técnica

  • Tela: LCD TFT de 6,5 polegadas, resolução HD+ e proporção 20:9
  • Processador: Qualcomm Snapdragon 662 (octa-core de 2 GHz)
  • RAM: 4 GB
  • Armazenamento: 64 GB, expansível por cartão microSD
  • Câmera traseira tripla:
    • principal: 48 megapixels, f/1.7
    • macro: 2 megapixels, f/2.4
    • profundidade: 2 megapixels, f/2.4
  • Câmera frontal: 8 megapixels, f/2.2
  • Bateria: 5.000 mAh, carregador de 20 W
  • Sistema operacional: Android 10
  • Conectividade: USB-C, entrada 3,5 mm para fone de ouvido, Bluetooth 5.0 Wi-Fi 802.11 ac, NFC
  • Mais: leitor de digitais na traseira e botão dedicado para o Google Assistente
  • Dimensões e peso: 165,2 x 75,7 x 9,2 mm, 200 g

Com informações: Android Central e XDA-Developers

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
23 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

. (@Mr.Robot)

Mais um Motorola sem nenhum atrativo que leva uma surra de qualquer Xiaomi.

Gabriel (@gabrielsalemos)

Positivo, Multilaser, Alcatel, Blu, a própria Motorola, que tem sua sede em Chicago.

Anyway, gostaria que o Moto G 5G, chegasse por aqui.

² (@centauro)

Positivo e Multilaser eu não sei se fabricam. Eu acho que eles compram de OEM chinesas e relançam com a própria marca, que é o que a Blu faz também.
A Motorola Mobile, braço responsável por celulares, é controlada pela Lenovo, que é de HK.
A Alcatel é uma situação bizarra, mas a marca é licenciada pra TCL, que é chinesa e a usa pra lançar os aparelhos.

Gabriel (@gabrielsalemos)

Seria a mesma coisa que dizer que a Volvo é Chinesa, que o Burger King é Brasileiro, que a Ambev é Belga só pq o acionista maioritário é de outro país.

Eu vejo de acordo com a sede.

Felipe (@fefernoli)

Ainda bem que as marcas estão apostando em bateria pra maioria dos modelos, meu G7 Plus com bateria pífia de 3000mAh não aguenta nada, mas acredito que seja uma jogada de marketing pra promover o carregamento rápido. Que bom que dessa vez lembraram de colocar o NFC no projeto.