Início » Gadgets » Smartwatch Atrio Londres: bonito no pulso, fraco no sistema

Smartwatch Atrio Londres: bonito no pulso, fraco no sistema

O Atrio Londres é um smartwatch com belo design e acabamento excelente, mas as falhas no sistema podem decepcionar

Darlan Helder Por

A Atrio, subsidiária de produtos esportivos da Multilaser, lançou neste ano uma série de relógios inteligentes para o público esportista que não abre mão de design moderno. Para este review, entre os cinco modelos existentes, todos com nomes de cidades, eu escolhi o Atrio Londres, levando em conta o visual que agrada boa parte dos consumidores, além de ser parecido com outros modelos vendidos no Brasil.

Por R$ 434,90, o gadget da Atrio está mais para uma smartband do que para um relógio inteligente, tendo em vista que ele não é tão completo e não trabalha eficientemente se não estiver conectado ao aplicativo da marca. Complexidades à parte, o dispositivo traz modos esportivos, monitoramento do sono, de distância, cardíaco, caloria e ainda exibe notificações do seu smartphone.

Eu usei o relógio nas últimas semanas e conto todos os detalhes a seguir.

Aviso de ética

O Tecnoblog é um veículo jornalístico independente de tecnologia que ajuda as pessoas a tomarem sua próxima decisão de compra desde 2005. Nossas análises de produtos são opinativas e não possuem nenhuma intenção publicitária. Por isso, sempre destacamos de forma transparente os pontos positivos e negativos de cada produto.

Nenhuma empresa, fabricante ou loja pagou ao Tecnoblog para produzir este conteúdo. Nossos reviews não são revisados nem aprovados por agentes externos. O smartwatch Londres foi fornecido pela Atrio por doação. O produto será usado em conteúdos futuros e não será devolvido à empresa.

Análise do Smartwatch Atrio Londres em vídeo

Design e Tela

O design e a construção do Atrio Londres chamam a atenção em muitos pontos. Primeiro, destaco o visual moderno que remete ao Apple Watch e ao Amazfit Bip Lite — este último sendo um de seus concorrentes. O relógio inteligente mede 43 mm e está disponível em apenas uma cor: preto.

A caixa do smartwatch traz bordas arredondadas e é toda trabalhada em metal. Os vincos presentes nas laterais e nas extremidades contribuem para um visual ainda mais premium. Na frente, o Atrio Londres é todo envidraçado, mas, infelizmente, o aproveitamento frontal não é tão completo, já que as informações não são exibidas em toda essa região.

Caixa Atrio Londres

Já os pinos para a alimentação da bateria e o monitor cardíaco estão na traseira. Botões físicos não estão presentes no Atrio Londres. Só há um sensível ao toque junto da tela do aparelho.

A pulseira emborrachada do Londres é removível. Eu achei o acessório bem resistente e com uma pegada esportiva. Ela conta com 13 furos e o passador também é em borracha, enquanto a fivela é de metal trazendo o logo da Atrio. No meu pulso fino, o smartwatch, que tem 50 gramas, ficou bem firme e confortável ao mesmo tempo.

Ainda que a marca não estimule a troca de pulseira para diversas ocasiões, é possível fazer isso, caso você tenha outros relógios com pulseira de fácil remoção.

Ah, ele tem certificação IP68, sendo resistente à água e à poeira.

Atrio Londres com a pulseira

Sua tela IPS LCD é de 1,3 polegada com resolução 240 x 240 pixels. Ela não é viva e a experiência pode ser bem negativa sob luz solar; eu só consegui enxergar a hora e ainda assim com dificuldades, mesmo com o brilho no máximo. Existem cinco modos de brilho, mas com certeza você terá que deixar no máximo para visualizar melhor as informações exibidas. Ao menos os ícones são bonitos e bem desenhados.

Vale destacar que a tela não fica sempre acionada, o que colabora para a autonomia de bateria. Gostei que a Atrio introduziu um comando rápido por gesto, por exemplo, o visor é acionado quando você levanta o braço.

Software, funcionalidades e conectividade

Com software próprio, o Atrio Londres tem uma interface simples e com apenas quatro watchfaces sem grandes alterações entre elas. Eu gostei mais da opção que deixa a hora para o lado esquerdo, temperatura e passos para o lado direito. Mas pude notar um problema: em diversos momentos, o relógio mudava a tela inicial automaticamente, sem eu pedir.

Ademais, não é possível instalar outras watchfaces. Ele é bem limitado nesse quesito.

Interface do Atrio Londres

Já o SW Atrio é o aplicativo oficial da empresa para você fazer acompanhamentos de suas atividades e configurações do smartwatch. Disponível para Android e iPhone (iOS), eu testei o aplicativo nos dois sistemas. Ainda que a interface não seja muito amigável e a conexão via Bluetooth apresente falhas constantemente, todas as informações captadas pelo relógio estão ali.

Para quem usa Apple, é possível fazer integração com o Apple Saúde (Apple Health) e eu também consegui integrar apenas uma vez ao Google Fit, através de um aparelho Android. Depois, curiosamente, ele parou de funcionar com o Fit, apresentando erro.

Atrio Londres na mão

Ainda falando sobre personalização, a Atrio poderia ter investido mais em customização e isso seria muito interesse se feito pelo aplicativo oficial, com melhor visualização. Sabe o que é mais curioso? O SW Atrio até possui um menu “Tema”, mas é para você definir se o app fica com o modo claro ou noturno ativo.

Entre as funções do relógio, deslizando para a esquerda, é possível encontrar o menu principal com 12 recursos. São eles: Função Esporte, Pedômetro, Monitor de sono, Monitor cardíaco, Cronômetro, Controle de música, Ferramentas, Alerta sedentarismo, Alarme, Tempo, Tirar foto pelo smartwatch e Encontrar o smartphone.

No geral, todos eles funcionam bem, mas irei abordar melhor alguns aqui: o Função Esporte oferece cinco modos. São eles: caminhada, corrida, ciclismo, escalada e corrida em ambientes internos (esteira). O monitor cardíaco funcionou muito bem por aqui e achei legal conseguir acompanhar também pelo aplicativo.

Para qualidade de vida, existem outros features essenciais. O modo “sedentarismo” é um deles, que te lembra de sair um pouco da frente do computador, por exemplo; no app, você ainda pode ativar o modo “hidrate-se” e pedir para o relógio te lembrar de beber água ao longo do dia.

Já com o Controle de música, consegui ouvir e comandar faixas em plataformas de streaming, como o Spotify. Durante a mudança de faixa e pausa, o relógio mais uma vez foi capaz de controlar os áudios sem apresentar erros.

Controle de música no Atrio Londres

Em partes, também gostei da opção de tirar fotos com relógio. Ao abrir o aplicativo, você pode selecionar o menu “Tirar fotos” e controlar tudo pelo smartwatch, mas digo que gostei em partes porque você ficará refém do SW Atrio, ou seja, não é possível fazer registros com o app de câmera do celular. A foto é tirada dentro do aplicativo da Atrio.

Foto com o Atrio Londres

De volta à tela inicial, um deslize para direita e é possível verificar todas as notificações do celular e que foram espelhadas no smartwatch, o que nos leva ao próximo ponto da avaliação.

O dispositivo mantém um histórico das últimas notificações que chegaram do Facebook, Twitter, Messenger, WhatsApp, Instagram, Skype além de ligações. Ah, todos esses alertas aparecem instantaneamente na tela do relógio, sem atrasos.

Para que elas sejam exibidas no smartwatch, é necessário fazer a autorização no aplicativo SW Atrio, mas, curiosamente, você terá de fazer isso todo dia antes de usar o relógio, porque ele simplesmente desativa o recurso sozinho.

Ligação com o Atrio Londres

Exibir caracteres especiais é um empecilho para o Londres, mas isso não é uma exclusividade do modelo da Atrio, dado que outros gadgets, como as Mi Bands da vida, também não conseguem reconhecer.

Por fim, deslizando o dedo na tela para baixo, o dispositivo mostra o nível de brilho da tela, a quantidade de bateria (mas sem a porcentagem), o modo não perturbe e o Bluetooth. Ao deslizar mais uma vez, o aparelho exibe a temperatura, bem como o dia da semana.

Outros recursos

Como mencionei anteriormente, o Atrio Londres é capaz de avisar quando alguém te liga. O gadget começa a vibrar e exibe o nome do contato, e um botão para rejeitar a chamada. Faltou outro para atender a ligação, né?

Outra funcionalidade legal é a de lembretes, que pode ser definida através do app. O relógio, inclusive, já dispõe de alguns modos pré-definidos: lembretes para alimentação, esporte, dormir, tomar remédio, despertar ou reunião. Quando definido, o aparelho vibra e exibe a atividade que foi agendada. Mesmo focado em esportes, o Londres fica devendo GPS.

Carregador e bateria

Carregador do Atrio Londres

Já o case de carregamento é bem peculiar, com uma “porta” para prender o relógio enquanto alimenta a bateria. A outra ponta é USB, isso significa que a alimentação pode ser feita tanto em computador quanto em tomada com uma fonte, que não acompanha o dispositivo. Além do design, achei esse case bem frágil, então recomendo tomar cuidado ao manuseá-lo.

Já a bateria, cuja capacidade é de 180 mAh, é um dos destaques, prometendo até 20 dias de uso em standby e até 5 dias com uso frequente e Bluetooth ligado para notificações. No geral, o Atrio Londres cumpre o que promete e ficou cerca de 16 dias longe do carregador sem uso ativo, enquanto notei uma ligeira queda quando deixei todas as notificações acionadas.

Completamente descarregado, durante os dias em que fiquei com ele, o relógio precisou de 1h15min para chegar em 100%.

Vale a pena?

Depende. O Atrio Londres não é, evidentemente, para qualquer público. Há limitações consideráveis, por isso ele vai atender às necessidades de quem realmente não se importa tanto com software completo e personalização. Se você pensa em começar a fazer exercícios físicos e se deseja monitorar a sua saúde, mas não de forma “intensa”, talvez ele possa ser interessante.

Interface do Atrio Londres

Ok, mas vale por R$ 400? Sinceramente, não. Eu pagaria no máximo R$ 300 no Atrio Londres e, felizmente, algumas lojas já comercializam o dispositivo por esse preço. Caso queira evitar o relógio da Atrio, antes de chegar no modelo ideal para você, recomendo a analisar smartwatches ou smartbands na faixa de preço do Londres e averiguar qual entregará mais.

Mesmo com suas limitações e problemas de integração com o app, esse relógio tem lá os seus pontos positivos. Eu gostei bastante do design, ele é confortável e entrega recursos úteis. A interface é fluída e não apresenta gargalos. E as notificações do celular são espelhadas sem atrasos, apesar de ter que ativar todos os dias, né?

Ficha técnica – Atrio Londres

  • Bateria: 180 mAh (até 20 dias em standby)
  • Conectividade: integrado ao app SW Atrio
  • Dimensões: 4,3 x 3,6 x 1,1 cm e 23,5 cm (pulseira)
  • Peso: 50 gramas
  • CPU: Nordic NRF52832
  • Linguagem: Português, inglês, espanhol
  • Tela: LCD de 1,3 polegada (240 x 240 pixels)
  • Outros: Vibração, Monitor cardiáco, Bluetooth 4.2.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
5 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

@teh

Miband ainda imbatível no CxB

Diego Nascimento (@Dieg0)

Haja coragem! Melhor uma Miband.

Julio Andrade (@Julio)

Meu Colmi P8 faz as mesmas coisas e custou 100 reais no Aliexpress já com frete e IOF.