Início » Telecomunicações » Anatel converte multas da Claro, TIM e Vivo em investimento na rede

Anatel converte multas da Claro, TIM e Vivo em investimento na rede

Claro, TIM e Vivo deverão levar backhaul de fibra óptica para 51 municípios com baixa atratividade econômica

Lucas Braga Por

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) converteu multas da Claro, TIM e Vivo por obrigações de melhorias nas redes. As sanções de obrigação de fazer foram aprovadas na reunião do Conselho Diretor, e as empresas devem investir na infraestrutura de fibra óptica e telefonia celular em locais com baixa atratividade econômica e grande interesse social. As operadoras que não quiserem cumprir o projeto deverão pagar as autuações.

Torre com antenas de telecomunicações. Foto: caeuje/Pixabay

Em ocasião passada, a Anatel converteu multas da TIM pela obrigação de expandir a cobertura de telefonia móvel. A operadora se comprometeu a levar a tecnologia 4G para todos os municípios brasileiros até 2023.

Vivo terá que levar 4G para 15 localidades em MG e RJ

Por descumprir obrigações de cobertura de celular em Belo Horizonte (MG) e Rio de Janeiro (RJ) impostas na licitação das frequências da quarta geração, a Vivo foi multada em R$ 4,24 milhões. Com a conversão da Anatel, a empresa deverá instalar torres com 4G em 15 localidades de distritos não-sede, com garantia de manutenção e operação por pelo menos três anos.

Estes são os municípios contemplados:

Minas Gerais

  • Carlos Chagas
  • Dom Bosco
  • Francisco Sá
  • Jequitinhonha
  • João Pinheiro
  • Nanuque
  • São Thomé das Letras
  • Uberaba

Rio de Janeiro

  • Bom Jesus do Itabapoana
  • Itaperuna
  • Macaé (2 localidades)
  • São Fidélis (2 localidades)
  • Trajano de Moraes

Claro, TIM e Vivo deverão levar fibra óptica a 51 municípios

Outras multas foram convertidas em obrigações de fazer: por descumprir o regulamento de qualidade do serviço de banda larga fixa (SCM), a Anatel permitirá que a Claro deixe de pagar R$ 916,9 mil caso instale backhaul de fibra óptica em seis municípios de Minas Gerais: Entre Folhas, Fernandes Tourinho, Mathias Lobato, Raposos, Reduto e Sobrália.

A TIM cometeu a mesma irregularidade, e deixará de pagar multa de R$ 856,2 mil caso leve a fibra óptica para os municípios de Colômbia, Ribeira, Taiaçu e Três Fronteiras, situados no estado de São Paulo.

Por fim, a Vivo terá de arcar com a instalação de backhaul de fibra óptica em 41 municípios nos estados de Alagoas, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Maranhão, Minas Gerais, Paraíba, Pernambuco, São Paulo e Sergipe. Com a conversão, a companhia deixa de pagar multa de R$ 15,6 milhões por ter operado estações não-licenciadas de banda larga fixa (SCM).

Vale lembrar que levar o backhaul não significa que as operadoras irão fornecer serviço de banda larga fixa por FTTH nesses municípios. A iniciativa prevê conectar essas localidades com fibra óptica e melhorar os serviços prestados na região.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
9 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

@teh

Ridiculo,

Pegou a multa e fingiu com um investimento que ja estava planejado a “pagar a multa”. É sempre assim.

Michel da Silva Soares (@Michel)

Todo dia isso agora?

pode esperar que eles vão investir em melhores sim, pode deixar.

Mickey Sigrist (@Mickey)

Um verdadeiro circo, vergonhoso.

Felipe Silva (@Felipe_Silva)

Que maravilha, deixa de investir em lugares pequenos, faz alguma merda que deve ter dado um bom lucro pra eles, e no final a punição é investir na rede onde deveria ter investido desde sempre, como não adorar o Brasil!

Caleb Enyawbruce (@Enyawbruce)

Essa agência é nojenta e criminosa. Nunca as multas que ela supostamente aplica são pagas. Lamentável

C. Herrera (@idic)

Estão investindo… ha ham… Já estamos vendo metros e metros de cabos de fibra ótica cortados, pendurados sem utilidade alguma nos postes ou largados de qualquer jeito pelas ruas. Antes eram de cobre. Pelo que tenho visto, a VIVO, aqui em São Paulo (SP) é a principal responsável por esse desrespeito… edit: emporcalhamento!