Início » Aplicativos e Software » Android e iOS 13.7 trazem monitoramento de COVID-19 embutido

Android e iOS 13.7 trazem monitoramento de COVID-19 embutido

Apple lança iOS 13.7 com Notificação de Exposição Expressa; recurso vai chegar ao Android 6.0 e posterior via Google Play Services

Felipe Ventura Por

A Apple lançou nesta terça-feira (1º) o iOS 13.7 para incluir o sistema Notificação de Exposição Expressa desenvolvido em parceria com o Google: dessa forma, será possível fazer o rastreamento de contato da COVID-19 sem precisar desenvolver um app separado. O Android vai receber esse mesmo recurso em setembro, nas versões 6.0 e posterior, através de uma atualização do Play Services.

Notificação de Exposição Expressa

O rastreamento de contato (contact tracing) permite saber se você passou perto de alguém diagnosticado com COVID-19, caso a pessoa escolha participar. Essa informação é repassada de forma anônima para dispositivos próximos através de Bluetooth.

O monitoramento do novo coronavírus está sendo integrado de forma direta ao sistema operacional para que autoridades de saúde pública não precisem desenvolver um app próprio, diminuindo a barreira de entrada.

Apple e Google incorporam monitoramento de COVID-19

Em vez de criarem um aplicativo, as autoridades de saúde deverão fornecer alguns dados para Apple e Google informarem aos usuários:

  • nome e logotipo do órgão público;
  • formas de contato (telefone, e-mail, redes sociais);
  • cuidados e precauções para evitar o contágio;
  • recomendações sobre as próximas etapas, caso você tenha cruzado com alguém diagnosticado com COVID-19.

Notificação de Exposição Expressa

No iPhone, o usuário terá que instalar um perfil de provisionamento se quiser participar do rastreamento de contato; é possível saber mais indo em Ajustes > Notificações de Exposição. Enquanto isso, no Android, será necessário instalar um app criado de forma automática com os dados fornecidos pela autoridade de saúde.

Apple e Google dizem que os estados americanos de Maryland, Nevada e Virgínia devem ser os primeiros a implementar a Notificação de Exposição Expressa (Exposure Notifications Express), assim como o Distrito de Colúmbia, onde fica a capital Washington.

Em maio, o iOS e o Android ganharam uma API chamada Notificação de Exposição: ela é usada por aplicativos para fazer o rastreamento de contato da COVID-19, e foi integrada ao Coronavírus-SUS no final de julho. 20 países adotaram essa API, assim como seis estados americanos. A nova Notificação de Exposição Expressa complementa a API, em vez de substituí-la.

E quanto à privacidade? A Notificação de Exposição Expressa não coleta o local do usuário; e o dispositivo de quem for diagnosticado com COVID-19 compartilha via Bluetooth apenas um código de identificação que muda a cada período entre 10 e 20 minutos. Esse código é associado a uma chave de rastreamento que fica guardada em um servidor central protegido.

Com informações: TechCrunch, Android Police.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
1 usuário participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação