Início » Computador » AMD vai anunciar GPUs Radeon RX 6000 e chips Zen 3 em outubro

AMD vai anunciar GPUs Radeon RX 6000 e chips Zen 3 em outubro

Placas de vídeo AMD Radeon RX 6000 (arquitetura RDNA 2) brigarão com linha RTX 3000, da Nvidia

Emerson Alecrim Por

Se você pretende trocar de placa de vídeo em um futuro próximo, fique de olho nesta data: 28 de outubro. É quando a AMD fará o anúncio oficial da arquitetura RDNA 2, que estará presente nas GPUs Radeon RX 6000. Estas terão a missão de brigar com a recém-anunciada linha RTX 3000, da Nvidia.

AMD RDNA 2

Como toda nova arquitetura, a RDNA 2 promete avanços consideráveis em relação à geração anterior. Começa com o suporte efetivo às técnicas de ray tracing, característica que, de certa forma, também fará as novas placas de vídeo da AMD disputarem espaço com as atuais GPUS Nvidia RTX 2000.

Também podemos esperar mais performance, é claro. Fala-se em um aumento de desempenho de até 50% na comparação com a atual arquitetura RDNA, mas sem que isso implique em elevação substancial do consumo de energia.

Anunciar a arquitetura RDNA 2 algumas semanas depois de a Nvidia revelar a série RTX 3000 tende a reforçar a impressão de que a AMD está sempre à sombra da rival, mas esse intervalo pode ter um efeito benéfico: permitir a elaboração de uma estratégia que permita às novas placas Radeon brigarem no preço (bem sabemos que esse é um comportamento típico da AMD).

Isso fica evidente nas insinuações da companhia de que as novas placas de vídeo virão para “democratizar” o acesso a jogos em 4K e/ou com ray tracing.

Arquitetura Zen 3 para processadores

Processador AMD Ryzen

A arquitetura RDNA 2 é importante, mas não é a única revelação que esperamos da AMD. Pois bem: a companhia reservou o dia 8 de outubro para o anúncio oficial da arquitetura Zen 3, voltada a processadores.

No último mês de julho, a AMD anunciou a série Ryzen 4000 para desktops, mas esta é baseada na arquitetura Zen 2. A companhia já havia deixado claro, no entanto, que revelaria chips Zen 3 ainda em 2020.

As informações a respeito dos novos processadores ainda são escassas, mas algumas características esperadas incluem modelos com até dez núcleos, suporte a overclocking e tecnologia de 7 nanômetros igual ou similar à existente na arquitetura Zen 2.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
4 usuários participando