Início » Gadgets » Apple Watch SE e Series 6 funcionam no 4G de 700 MHz do Brasil

Apple Watch SE e Series 6 funcionam no 4G de 700 MHz do Brasil

Novo Apple Watch funciona com 4G na banda 28, mas modelos comprados nos EUA não suportam a frequência de 700 MHz

Lucas Braga Por

A Apple anunciou nesta terça-feira (15) os novos Apple Watch Series 6 e Apple Watch SE, e há uma surpresa: pela primeira vez os modelos com conectividade celular (LTE) terão compatibilidade com a frequência de 700 MHz usada no Brasil (banda 28), algo que não estava disponível nas gerações passadas.

Apple Watch Series 6

No Brasil, as bandas utilizadas no 4G são 1 (2.100 MHz), 3 (1.800 MHz), 5 (850 MHz), 7 (2.600 MHz) e 28 (700 MHz APT). Todas elas estão disponíveis no Apple Watch Series 6 e Apple Watch SE para o mercado europeu e asiático, que também deve ser vendido em território nacional (modelos A2375, A2376, A2355 e A2356).

A banda de 700 MHz é importante por ter maior penetração de sinal e permite melhor funcionamento em ambientes internos. Ao mesmo tempo, as frequências menores entregam velocidades mais baixas, além de atender menos usuários conectados na mesma torre.

Frequências de 4G do Apple Watch Series 6

Apple Watch dos EUA não funciona com 700 MHz

Quem comprar o novo Apple Watch Series 6 ou Apple Watch SE nos Estados Unidos, Canadá e México ficará sem a conectividade com a banda de 700 MHz e será atendido pelo 3G e 4G nas demais frequências. O mesmo ocorre com o iPhone 11, iPhone 11 Pro e iPhone 11 Pro Max norte-americanos.

Na prática, não dá pra falar que o produto não funcionará no Brasil, uma vez que os Apple Watches de gerações anteriores não suportavam a banda 28 e eram comercializados e utilizados no país. As operadoras Claro, TIM e Vivo também atuam com outras frequências, enquanto a Oi e outras operadoras móveis virtuais (MVNOs) não oferecem o serviço de conectividade para o smartwatch.

Por ter maior penetração de sinal, a frequência de 700 MHz é usada exclusivamente por algumas operadoras em estradas ou cidades pequenas, o que reduz custos na implementação da rede. Quem usar um Apple Watch americano numa localidade como essas ficará sem o serviço de conectividade 4G.

No entanto, quem permanece nos grandes centros não precisa se preocupar tanto: as demais bandas continuam funcionando e não serão desligadas tão cedo, uma vez que as operadoras atuam com agregação de frequências para entregar maior velocidade no 4G.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
4 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação