Início » Jogos » Microsoft confirma preços do Xbox Series X e S no Brasil: a partir de R$ 2.999

Microsoft confirma preços do Xbox Series X e S no Brasil: a partir de R$ 2.999

Microsoft confirma preços dos novos Xbox no Brasil, valores são a partir de R$ 2.999 entre os dois modelos do aparelho, Series X e S

Felipe Vinha Por

A Microsoft confirmou os preços de seus novos Xbox no Brasil. O Xbox Series X custará R$ 4.999, enquanto o Xbox Series S sairá a R$ 2.999. A pré-venda nacional não começará na mesma data válida para os EUA, em 22 de setembro, mas a empresa promete novidades para breve.

Microsoft confirma preços do Xbox Series X e S no Brasil: a partir de R$ 2999 / Divulgação / Microsoft

Preços do Xbox

Os preços foram confirmados pela própria Microsoft, em comunicado oficial à imprensa. Nos EUA o Series X teve seu valor fixado em US$ 499, enquanto o Series S sai por US$ 299 – ambos com lançamento aguardado para 10 de novembro, inclusive no Brasil.

Já os preços nacionais se equiparam ao do PS5, no modelo mais potente, o Series X. O console da Sony, no Brasil, custa a partir de R$ 4.499, na versão sem entrada para discos, enquanto a edição com leitor de Blu-ray já é vendida a R$ 4.999, em pré-venda.

Diferentes potências

O Xbox Series S deve usar a arquitetura RDNA 2 da AMD com poder gráfico de 4 teraflops, contra os monstruosos 12 teraflops do Series X. Um vídeo promocional indica que o console menor terá suporte à resolução 1440p, taxa de quadros de até 120 fps, e 512 GB de armazenamento.

Enquanto isso, o Xbox Series X virá equipado com um SSD rápido de 1 TB e terá suporte a jogos em 4K a até 120 fps. Os dois consoles, porém, receberão os mesmos jogos, apenas com diferenças de qualidade gráfica e de resolução entre si.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
24 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Leandro Alves (@KILLME)

Será que vão montar os consoles no Brasil? Pois esse preço tá salgado.

Athos Castro Moreno (@Athosbr99)

Acho que não, os atuais vem da China mesmo.

Leandro Alves (@KILLME)

O meu tem o selo da zona franca de manaus. Que doidera.

Caleb Enyawbruce (@Enyawbruce)

Quem diria: mesmo a Sony reduzindo sua atuação aqui com fechamento de fábrica, nos games estão atuando melhor que a Microsoft, que não conseguiu nem oferecer uma pré-venda junto com os demais países. Muito menos o All Access, que seria ideal pro nosso mercado

Athos Castro Moreno (@Athosbr99)

Acho que existiu o One S montado aqui mas pararam de fazer.

Esse site especializado em PlayStation, na matéria falando que a Sony parou de montar o PS4 no Brasil, menciona que a Microsoft também estava importando, então pararam na mesma época, que a Sony menciona ser em 2017 e todo mundo reparou nisso ano passado.

 • 令和 • Ward'z de Souza 🇯🇵🎌🦊🔥 - Risonho e Límpido (@Wardz_de_souzA)

Culpa da nossa gloriosa bagunça tributária (e a inércia da divisão brasileira da Microsoft).

🤷‍♀️ (@xavier)

Mas a Microsoft/Sony não tem culpa pela quantidade de desempregados no nosso país.
Muito menos culpa por termos uma moeda extremamente desvalorizada.

Dólar + impostos de importação + logística interna, infelizmente o valor não fica muito diferente disso.

 • 令和 • Ward'z de Souza 🇯🇵🎌🦊🔥 - Risonho e Límpido (@Wardz_de_souzA)

Eu já desisti dessa discussão, não vale passar nervoso.

Diego Nascimento (@Dieg0)

Esperava que o “dólar MS” fosse R$8/1$ não R$10… Mas já esperava esses preços com base nos da Sony.

² (@centauro)

E lançar um video game de ultima geração por um valor menor faria alguma diferença pros 15 milhões de desempregados?

O alto índice de desemprego no país com certeza é preocupante e um problema, mas, como disseram, a Microsoft não tem nada a ver com isso.
Ela vai lançar os produtos de acordo com sua estratégia de mercado, que leva em conta o número de desempregados, mas mais do que isso, o número de pessoas empregadas que estão dispostas a pagar. E com uma população de 212 milhões, se 0,5% da população tiver interesse em comprar, já dá 1 milhão de interessados.

² (@centauro)

Sem acesso a uma pesquisa de mercado, fica difícil afirmar isso.
Quantas pessoas vão comprar independente do preço, porque só se importam em ter o console mais recente?
Quantas pessoas não compraram a geração anterior e agora podem se interessar em comprar o Series S?

Tem que ver as projeções de previsão de unidades vendidas por preço e lucro.
Como já foi dito algumas vezes nos comentários do site, no Brasil muitas empresas focam no lucro pela margem, não no giro, e essa é uma tática válida.

🤷‍♀️ (@xavier)

Douglas Knevitz (@Douglas_Knevitz)

Talvez não tenha passado pela sua cabeça que ela não está focando nesse público.

Não é porque boa parte da população está em situação lastimável, que não existam pessoas com dinheiro/disponibilidade e interesse em adquirir.

Hemerson Silva (@Hemerson_Silva)

Acho que o pessoal aqui não mora no mesmo país que eu. Achei que vieram barato, realidade econômica do país não está de acordo com preços baixos. Pessoal fica assustado por pouca coisa, sempre foi assim. E o Series S parece ser uma boa opção.

Rodolfo Gades (@Rodolfo_Gades)

Logica de produtos vendidos no Brasil: (Preço em Dollar * 10)
Se custa $100, preço R$999
Se custa $299, preço R$2.999
se custa $650, preço R$6.499

Quando não vende tudo, ai começam a baixar o preço.

Exibir mais comentários