Início » Aplicativos e Software » Swift, linguagem de programação da Apple, chega ao Windows 10

Swift, linguagem de programação da Apple, chega ao Windows 10

Open source, linguagem de programação Swift acaba de receber sua primeira versão para Windows

Emerson Alecrim Por

Em 2018, o Swift entrou para a lista das dez linguagens de programação mais populares do mercado. Apesar disso, desenvolvedores que utilizam o Windows não tinham acesso à linguagem na plataforma. Até agora: nesta semana, os recursos do Swift ganharam versões oficiais para Windows 10.

Swift - WWDC 2015

A linguagem foi apresentada pela Apple na WWDC de 2014 para, tanto quanto possível, substituir o Objective-C no desenvolvimento de aplicativos para as plataformas macOS e iOS. No ano seguinte, a companhia transformou a linguagem em um projeto open source, o que contribuiu para aumentar a sua popularidade.

Mais desafiador, porém, foi portar a iniciativa para o ambiente do Windows 10. Esse trabalhou consumiu mais de um ano, simplesmente por não ser uma tarefa fácil: foi preciso garantir que o ecossistema básico do Swift (compilador acompanhado de bibliotecas principais e complementares) funcionasse a contento na plataforma da Microsoft.

Deu certo. “Com as bibliotecas core e a interoperabilidade flexível do Swift com o C, agora é possível desenvolver aplicativos no Windows puramente em Swift aproveitando bibliotecas já disponíveis para a plataforma”, diz Saleem Abdulrasool, membro da equipe de desenvolvimento da linguagem — ele é um dos responsáveis por levar o Swift ao sistema operacional da Microsoft.

Calculadora em Swift para Windows

Como demonstração, Abdulrasool desenvolveu uma calculadora simples usando as ferramentas do Swift para Windows e recursos do Visual Studio 2019.

Mas note que esse é um trabalho em andamento. Ainda há um longo caminho para o ecossistema do Swift ser amplamente suportado no Windows. No sistema operacional da Microsoft, ainda não é possível trabalhar com a linguagem usando Package Manager, por exemplo.

O importante é que o trabalho mais pesado já foi feito. Interessados em acompanhar ou colaborar com o projeto podem obter informações no fórum do Swift.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
7 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Murilo Aquino (@Murilo_Aquino)

Quem viveu, viu!

@RODRIGO

Essa linguagem de programação da Apple no Windows, o que significa?

Cesar Osvaldo Müller (@cesar)

Significa que eles vão, em breve, matar o iTunes e substituir por apps em swift para windows…

@RODRIGO

Por que essa opinião?

Cesar Osvaldo Müller (@cesar)

Por que no Mac OS eles já tão matando o iTunes, e não faz sentido manter uma equipe pra manter o iTunes em Objective-c/C# pra Windows… Ao mesmo tempo que, não faz muito sentido eles gastarem tempo dos engenheiros do swift pra portarem compiladores pra windows se não forem utilizar a linguagem no sistema operacional…

Alberto Roberto (@ComentarioMilGrau)

Não sei se o Swift já é a linguagem de programação que se usa no Mac para se criar programas para o msm. Mas, caso seja, será super interessante que essa linguagem se torne tmb compatível 100% com o Windows, pois, caso isso aconteça, vc poderá desenvolver programas e/ou aplicativos em Swift e automaticamente será compatíveis com Windows, MacOS e iOS (com a portabilidade para o iOS um pouco modificada para telas touch e escala).

Eu estou super interessado, pois já mexo legal no visual Studio, porém é chato que vc fica preso no Windows e não pode usar seu programa em outros OS.

Eu (@Keaton)

Tem de ver se não existem empecilhos para isso. Algum pequeno detalhe que torna incompativel sem uma modificação.

Em algumas linguagens de programação, ex.: o PHP e o Python, existem modos de fazer certas coisa que variam se for Windows ou se for Linux.

Alberto Roberto (@ComentarioMilGrau)

O meu “mexer legal” é fazer o essencial para que atenda as minhas utilidades. Sei que existem linguagens onde vc consegue programar no Visual para outros OS principalmente para mobile e Windows. Se vc não entendeu o que eu falei eu não posso fazer nada.