Início » Internet » Google reúne destinos turísticos em realidade aumentada

Google reúne destinos turísticos em realidade aumentada

Google Arts & Culture permite acessar modelos 3D de 37 pontos turísticos ao redor do mundo; realidade aumentada está disponível para Android e iOS

Victor Hugo Silva Por

Da anatomia humana a animais pré-históricos, as pesquisas no Google pelo celular contam com diversos modelos 3D que usam realidade aumentada. Agora, o buscador também tem versões tridimensionais de pontos turísticos ao redor do mundo. Ao todo, 37 locais podem ser observados de todos os ângulos por meio de um iPhone ou um celular Android.

Google reúne destinos turísticos em realidade aumentada

Os modelos fazem parte do Google Arts & Culture e aparecem com os outros resultados de pesquisas em celulares compatíveis com o ARCore. Entre os pontos turísticos disponíveis no buscador, estão o Portão de Brandemburgo, na Alemanha; o Ahu Ature Huke, na Ilha de Páscoa; e a pirâmide de Chichén Itzá, no México.

Sem realidade aumentada, também é possível acessar os locais pelo computador na página do Google Arts & Culture para a CyArk, que criou os modelos. A iniciativa cultural do Google conta com museus de vários países e reúne mais de 10 mil destinos e 2 mil coleções, que podem ser alternativas para viagens em tempos de pandemia. Também é possível realizar tours virtuais em locais como MASP, Museu Nacional e Instituto Inhotim.

Google oferece vários modelos 3D em realidade aumentada

Além de pontos turísticos, o buscador permite acessar uma série de modelos 3D no celular, incluindo os de animais pré-históricos e da anatomia humana. Também é possível encontrar detalhes de um dos módulos da Apollo 11, que levou os primeiros humanos à Lua, do traje especial de Neil Armstrong e de um autorretrato de Frida Kahlo feito em 1937.

Os modelos 3D em realidade aumentada estão disponíveis em smartphones com Android 7 Nougat ou superior que são compatíveis com o ARCore. O Google oferece uma lista de modelos que suportam a plataforma. No iPhone e no iPad, os objetos são exibidos a partir do iOS 11.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
1 usuário participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação