Início » Jogos » Amazon Luna dribla restrições da Apple com streaming via webapp

Amazon Luna dribla restrições da Apple com streaming via webapp

Amazon Luna concorre com Microsoft xCloud e Google Stadia; Apple quer taxar streaming de jogos para iPhone na App Store

Felipe Ventura Por

A Apple atualizou as regras da App Store para contemplar o streaming de jogos no iPhone e iPad: basicamente, o Microsoft xCloud e Google Stadia teriam que listar todos os títulos de forma individual e pagar taxa de 30% sobre compras in-app e assinaturas. O Amazon Luna, novo concorrente nesse setor, dribla essa complicação através de um webapp.

Amazon Luna

Marc Whitten, chefe do Luna na Amazon, explica ao Engadget que a nova plataforma de streaming usa no iOS um webapp progressivo, ou PWA. Ou seja, ele é basicamente um site com um ícone dedicado na tela inicial. A App Store simplesmente não é envolvida nisso.

Ainda assim, a Amazon precisou colaborar com a Apple para que isso se tornasse realidade. “Trabalhamos com a equipe do Safari para garantir que alguns dos recursos que não existiam estivessem lá, e isso nos permitiu chegar até onde estamos hoje”, diz George Tsipolitis, chefe de engenharia e tecnologia do Luna.

Amazon Luna ainda pode ganhar app nativo para iOS

A Amazon não descarta lançar um app do Luna na App Store. “Continuaremos trabalhando com a Apple e adoraríamos fazer uma experiência nativa”, afirma Whitten. Ele lembra que a Apple ainda está reavaliando suas políticas e promete que, “quando tivermos uma boa experiência lá [na App Store], nós faremos o lançamento também”.

Jogos por streaming são permitidos na App Store, desde que sigam várias restrições: “cada atualização deve ser enviada para revisão, os desenvolvedores devem fornecer metadados apropriados para busca, os jogos devem usar a compra in-app para desbloquear recursos ou funcionalidades etc.” A Apple lembra que “há sempre a internet aberta e navegadores web para alcançar todos os usuários fora da App Store”.

Por que o Google não fez o mesmo com o Stadia? Afinal, o serviço de streaming está disponível no Chrome e em Chromebooks. Talvez a empresa precise de algumas tecnologias da web que o Safari ainda não implementou — a engine da Apple é obrigatória para todos os navegadores no iOS.

O xCloud, integrado à assinatura Xbox Game Pass Ultimate, está disponível somente para Android no momento; o app foi barrado no iOS.

O Amazon Luna estará disponível inicialmente na Fire TV, PC, Mac e iOS, com suporte a Android chegando em breve. O serviço roda em uma instância EC2 G4 da AWS (Amazon Web Services), usando processadores Intel Cascade Lake e placas de vídeo Nvidia T4 baseadas na arquitetura Turing, mesma da RTX 2080.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
8 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Douglas Knevitz (@Douglas_Knevitz)

Nunca foi proibido vender serviços por webapps, justamente por não passar pela App Store. Colocar em forma de ícone, já era possível a anos.

Inclusive é ótimo para quem não quer entrar no Safari e ir até o site. Pode só por o ícone do site na home.

Tecnicamente ela não infringiu regra alguma e ainda serve de exemplo, de que se quando quer é possível fazer, sem apelar para discurso de monopólio.

Emanuel Schott (@Emanuel_Schott)

Aposta quanto que a Apple vai dar um jeito de dizer que isso é contra as regras e bloquear o acesso no iPhone?

Douglas Knevitz (@Douglas_Knevitz)

A princípio, no discurso antitrust, ela mesmo deixou claro que o browser sempre foi uma opção.

Matheus Motta (@Matheus_Motta)

A Amazon já veio com a faca e o queijo na mão

J. Alves (@alves)

Inclusive era a proposta inicial do iOS! Steve Jobs não pensava em uma App Store, ele queria tudo por meio do browser e de webapps, mas com o tempo a demanda por Apps foi muito grande e, junto com as dificuldades de desenvolver webapps na época, a Apple acabou lançando a App Store.

Douglas Knevitz (@Douglas_Knevitz)

Hoje vemos serviços e aplicações que um mero site já bastava, mas fazem o app porque é mais popular.

Breno (@bbcbreno)

Exatamente isso! Maioria dos apps q usamos hoje poderiam muito bem serem via PWA. Além de ter uma dev mais rápida e barata, ocuparia menos espaço no celular. O problema é q uma parcela muito pequena dos usuários q conhecem este recurso incrível q é o PWA.

Aqui mesmo no TB, onde são pessoas q conhecem sobre tecnologia, teve q rolar tutoriais ensinando instalar o TB Comunidades pq muita gente n sabia desse recurso. Agora imagina olhando o público q n acompanha tecnologias?

PWA é bom, o q falta é uma boa propaganda pra ele.

Eita (@mandatario)

Capenga. A engine do Safari é muito atrasada. E ninguém pode por outra no IOs.
Apple diz, olha pode usar tudo que quiser da web. Mas no nosso navegador de merda!
Sinta-se feliz por isso!

Eita (@mandatario)

Nem é a parcela pequena. Safari é capado no PWA.
Se a maçã permitisse outro navegador(com outra engine) estaríamos nas nuvens.
Mas ela não deixa