Início » Aplicativos e Software » Windows 10 para ARM vai emular softwares x64 (64 bits)

Windows 10 para ARM vai emular softwares x64 (64 bits)

Emulação de software de 64 bits (x64) no Windows 10 para ARM deve melhorar suporte a jogos e aplicativos

Emerson Alecrim Por

Os primeiros notebooks com Windows 10 e processador ARM chegaram em 2018, mas, até hoje, eles têm participação inexpressiva no mercado. Talvez a situação melhore um pouco nos próximos meses: a Microsoft confirmou que o Windows 10 para ARM vai ser capaz de emular softwares x64 (de 64 bits para chips Intel e AMD).

Na plataforma ARM, o Windows 10 já é capaz de emular aplicativos compilados em x86 (32 bits). Além disso, o sistema operacional pode executar softwares de 32 bits ou 64 bits específicos para ARM (ARM32 e ARM64, respectivamente).

Samsung Galaxy Book S com processador Snapdragon 8cx

Samsung Galaxy Book S com processador Snapdragon 8cx

A ausência de emulação nativa para x64 sempre foi uma deficiência grave, no entanto. Na prática, essa limitação implica em dificuldade ou impossibilidade de execução de um grande número de jogos e aplicativos importantes para o ecossistema do Windows.

É por isso que a emulação de software x64 no Windows 10 para ARM é uma boa notícia. Mas a novidade não será disponibilizada imediatamente. Como de hábito, os usuários que participam do programa de testes Windows Insider é que terão acesso ao recurso, começando em novembro.

Só depois do feedback obtido e dos ajustes consequentes — afinal, emular é uma coisa, emular bem é outra — é que o recurso será liberado oficialmente para todos os usuários que têm laptops com Windows 10 e processador ARM, incluindo aqueles mais antigos, baseados no chip Snapdragon 835, por exemplo.

Apesar disso, não dá para garantir que a arquitetura ARM finalmente incomodará a Intel e a AMD no segmento de PCs. Ainda há trabalho a ser feito, principalmente na otimização de drivers e nos ajustes de desempenho de determinados softwares.

Com informações: XDA Developers.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
7 usuários participando