Início » Computador » Surface Laptop Go é a resposta da Microsoft aos Chromebooks

Surface Laptop Go é a resposta da Microsoft aos Chromebooks

O Surface Laptop Go está menos elegante e mais potente ao utilizar um processador com boa força para rodar bem o Windows 10

André Fogaça Por

A Microsoft anunciou nesta quinta-feira (1) o lançamento de uma nova versão do notebook Surface Laptop, que agora tem nome de Surface Laptop Go. As maiores mudanças ficam na remoção do tecido alcântara da área do teclado, na maior área do touchpad e por dentro, com o processador Intel Core i5 de décima geração.

microsoft surface laptop go

Se alguma coisa mudou por fora e por dentro, na ideia e alvo a Microsoft continua firme e forte correndo atrás dos Chromebooks que fazem relativo sucesso nas salas de aula. Ele também continua como uma das opções mais baratas na hora de escolher um PC fabricado pela própria Microsoft, dentro da linha Surface.

Em dados técnicos, a tela é sensível ao toque e tem área de 12,4 polegadas, tem nome bonito de PixelSense, trabalha com resolução de 1536 x 1024 pixels em proporção de 3:2 e tem uma câmera frontal espremida no topo, capaz de realizar chamadas de vídeo em HD (720p) e com dois microfones com promessa de qualidade de estúdio na captação da voz.

A área no entorno do teclado deixa de ter acabamento em tecido alcântara e passa a ser em metal, com teclado espaçoso e que oferece botão liga/desliga com leitor de impressões digitais embutido, compatível com o Windows Hello.

Por dentro fica um processador Intel Core i5 de décima geração, com quatro núcleos e que pode trabalhar em configurações de até 16 GB de RAM e até 256 GB de SSD. Tudo isso com bateria para até 13 horas de uso e ela pode ser recarregada mais rapidamente, mas o cabo de força continua com porta proprietária, o que continua chato.

O que é ainda mais chato é que, assim como já acontece com toda a linha de computadores Surface da Microsoft, não existe previsão de lançamento no Brasil. Como nenhum deles sequer foi apresentado por aqui em todos estes anos, é bem seguro afirmar que o brasileiro só poderá ter o Surface Laptop Go se comprar em mercados internacionais.

microsoft surface laptop go cima

Nele, ao menos nos Estados Unidos, o Surface Laptop Go custa a partir de US$ 550 e tem lançamento marcado para o dia 13 deste mês. Este valor corresponde com configuração menos pomposa, com memória eMMC de 64 GB e 4 GB de RAM. Para levar com SSD de 256 GB e o máximo de RAM, o valor final passa de US$ 900.

Especificações técnicas – Microsoft Surface Laptop Go

GPU: Intel UHD Graphics
Tela: LCD IPS, 12,4 polegadas, resolução de 1920×1080 pixels
Processador: quad-core Intel Core i5-1035G1 (décima geração)
RAM: 4 GB até 16 GB de LPDDR4X
Armazenamento: eMMC de 64 GB ou SSD de 128 GB e 256 GB
Bateria: até 13 horas
Conectividade: USB-C (1), USB tipo A (1), Surface Connect (conector de energia, 1), Bluetooth 5, Wi-Fi 6, conexão para fones de ouvido
Outros: webcam de 720p, dois alto-falantes estéreos com suporte para Dolby Audio, leitor de impressões digitais
Sistema operacional: Windows 10 Home no modo S
Dimensões: 278,18 x 205,67 x 15,69 mm
Peso: 1,1 kg

Com informações: Microsoft.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
6 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Josué Junior (@Josue.Jr)

Mais um Surface que eu não vou nem ver de perto. Meus sonhos de consumo

Tulio Eduardo (@Tulio_Eduardo)

Chromebook + Google Education = Hardware e serviços embutidos. MS já perdeu há anos no seguimento acadêmico.

Fernando C (@Dogshow)

No seguimento corporativo acredito que o Google perde para Microsoft. Todas as empresas que conheço e até a q trabalho usam MS. Mas qdo as crianças de hj forem para o mercado de trabalho vão preferir a plataforma da Google.

Joseph Arimateias Diniz (@JosephDiniz)

Pena que essas alternativas, quando chegam no Brasil (se chegam), custam dois ou três salários mínimos. Se conseguissem fazer um chromebook ao preço de um salário, seria ideal para 80% do que eu vejo a maioria das pessoas fazendo.

Gabriel (@gabrielcarlos)

Os chromebooks seriam perfeitos se não custassem o mesmo ou até mais caro que notebooks Windows com configurações equivalentes.