Início » Aplicativos e Software » Android 11 encerra suporte à realidade virtual Google Daydream

Android 11 encerra suporte à realidade virtual Google Daydream

O fim do suporte no Android 11 é mais um prego no caixão das plataformas de realidade virtual, como era o caso do Daydream

André FogaçaPor

Você lembra do Google Daydream? Pois é, pouca gente lembra e o Android 11 vai enterrar de vez a plataforma de realidade virtual que o gigante das buscas criou junto de um óculos especial, que trabalha com um controle e que seguiu os passos de concorrentes como o Gear VR, Valve Index e o Oculus.

Google Daydream View / óculos de realidade virtual para celular

Google Daydream View / óculos de realidade virtual para celular

O Daydream é uma plataforma com apps e experiências para realidade virtual criada pelo Google em um tempo onde todo mundo pensou em criar a mesma coisa, lá em 2016. No lado do gigante das buscas um Android é a tela e o serviço contou até mesmo com um óculos especial chamado Daydream View, sucessor do simples e muito barato Cardboard.

O interesse das pessoas por realidade virtual foi caindo, empresas foram saindo do mercado e atualmente restam poucas apostando de alguma forma, como é o caso da Sony com o PlayStation VR, Facebook com o Oculus e a Valve, principalmente depois de ter criado o ótimo game Half-Life: Alyx e lançado, no ano passado, o óculos Valve Index.

Daydream

“O Daydream VR não é mais suportado pelo Google e pode não funcionar corretamente em alguns dispositivos com Android 11 ou superior. Muitos dos aplicativos e experiências de terceiros no Daydream ainda podem estar disponíveis como apps independentes na Play Store. Não esperamos que os usuários percam informações ou funcionalidades para aplicativos terceiros como resultado do Daydream não ser mais suportado pelo Google”, diz o Google em nota.

Eu não sei vocês, mas faz algum tempo que não utilizo nada em realidade virtual. Tempo no nível de anos, com experiências pouco imersivas e bem confusas quando tudo era novidade. A realidade aumentada, que floresceu no mesmo boom, me parece bem mais competente e útil para o usuário.

Com informações: Google e Android Police.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
5 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Franco Luiz (@Franco_Luiz)

Novo 3d, pior que eu ja imaginava alias realidade aumentada sera mesma coisa

@Banana_Phone

Sorte da Oculos que conseguiu ser vendida ao Facebook por 1 bilhão na época que o VR estava no hype. Hoje em dia não deve valer mais nada, daqui um tempo é provável que vão descontinuar ou congelar o projeto.

Rafael Machado de Souza (@rafael.mds)

Esse é um fenômeno normal e faz parte da curva de adoção de tecnologias.

@Banana_Phone

Sony mal cita o PS VR nos anúncios do PS5. Na página do PS5 no site da Sony só tem um trecho bem pequeno falando que o PS VR é compatível e não tem nem uma imagem do VR ao lado. Foram lançados poucos jogos exclusivos para o PS VR e você não vê mais nada sendo anunciado, diferente de quando foi lançado, que vários jogos embarcaram na onda.
Foi lançado um Half Life esse ano, um exclusivo pra VR que foi muito elogiado (e não está disponível no PS VR), o jogo deve ter começado a ser desenvolvido na época que o VR estava no hype e aí foi lançado só agora. Esse jogo só foi desenvolvido pq a Valve tem um óculos VR próprio, aí investiram no jogo para promover o óculos. Mesmo assim, teve gente fazendo mod pra jogar Half-life sem óculos VR. Você não vê nenhuma outra produtora de jogos investindo pesado em VR, elas sabem que não dá retorno.

As vendas de óculos VR vem caindo ano a ano (fonte)

Eu fui dar uma pesquisada nos principais títulos VR disponíveis, a maioria são jogos com gráficos simples, pouco melhor que Free Fire. Aí tem alguns jogos que foram portados ao VR, como Minecraft, Resident Evil 7, Skyrim e The Last Guardian, mas você não vê mais jogos AAA sendo lançados com suporte ao VR.

E títulos relevantes como Half-life: Alyx são raros, não tem nem 5 jogos. E olha que o PS VR e HTC Vive foram lançados em 2016, já teria dado tempo de mais jogos terem sido lançados.

Eu acredito que o VR não vai morrer, mas vai ser algo muito nichado, sendo usado para alguns treinamentos, tratamentos e pra mostrar projetos. Assim como o 3D que também não morreu, ele ainda é usado em alguns brinquedos da Disney e alguns poucos filmes que ainda são lançados em 3D.

@Banana_Phone

Uma curva que só cai? Ano a ano as vendas de VR só vem caindo.

Rafael Machado de Souza (@rafael.mds)

Exatamente assim mesmo.
O mercado de tablets também está em queda faz uns bons anos.
Será que o hype em drones também passou e já está fazendo a curva de adoção cair?

@Banana_Phone

Mas se continuar caindo, ninguém vai querer criar conteúdo para VR e se não tiver conteúdo, cada vez menos gente vai querer comprar um VR.