Tecnoblog
Início » Aplicativos e Software » YouTube expande suporte a vídeos 4K em iPhones com iOS 14

YouTube expande suporte a vídeos 4K em iPhones com iOS 14

Donos de iPads e iPhones com iOS 14 poderão reproduzir vídeos do YouTube em resolução 4K "em breve", de acordo com Google

O YouTube vai expandir o suporte a vídeos em 4K em iPhones com iOS 14. De acordo o The Verge neste sábado (3), o Google irá liberar a reprodução de conteúdos da plataforma em alta resolução ao iPhone e iPad “em breve”. A data de lançamento exata do recurso para os dispositivos da Apple, porém, ainda é um mistério.

O YouTube confirmou que irá levar o suporte à reprodução de vídeos em 4K ao iPhone e iPad. Segundo o Google ao site especializado, o recurso será liberado “em breve” aos dispositivos da Apple que sejam compatíveis com a resolução. A companhia, porém, não especificou quando a função estará disponível aos usuários.

Algumas pessoas já conseguem reproduzir vídeos em 4K pelo app do YouTube para iPhone e iPad, mas de maneira inconsistente. Segundo relatos de usuários, atualmente, a resolução só está disponível no celular da Apple caso o vídeo seja em HDR ou o contrário. Além disso, ao alterar a resolução em alguns vídeos, o aviso “Upper limit: 1080p” (“Limite máximo: 1080p”, em tradução livre) é emitido, de acordo com o site.

Ainda na semana passada, o YouTube começou a liberar o suporte a vídeos em resolução 4K na Apple TV com tvOS 14, conforme contam alguns proprietários do gadget. A reprodução, no entanto, está limitada a 30 quadros por segundo e sem suporte a HDR. O tvOS 14 pode ser instalado na Apple TV de quarta e de quinta geração.

YouTube exibe vídeos PiP em iPhones com iOS 14 pelo navegador

O YouTube liberou a exibição de vídeos com o recurso picture-in-picture (PiP) para todas as pessoas na quinta-feira (1), depois de ser limitado ao YouTube Premium. Agora, os usuários da plataforma de streaming de vídeos poderão reproduzir conteúdos do serviço em uma janela flutuante, mesmo quando o navegador estiver minimizado.

O recurso está disponível tanto para o Safari quanto para navegadores como o Google Chrome e o Firefox para iPhone e iPad, conforme apontam os testes realizados pelo Tecnoblog na sexta-feira (2). Além disso, não é preciso ter assinatura do YouTube Premium e fazer login para ter acesso à função.

Para ter acesso à novidade, é preciso ter o iOS 14 ou o iPadOS 14 instalado. As novas versões do sistema operacional foram liberadas em 16 de setembro de 2020 para iPhone 6S e iPhone 6S Plus ou mais recentes e iPad Pro, iPad (5ª geração), iPad Air 2 e iPad Mini 4 ou gerações mais novas.

Com informações: Engadget e The Verge

Comentários da Comunidade

Participe da discussão

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação