Início » Computador » AMD anuncia chips Ryzen 5000 (Zen 3) para desktops

AMD anuncia chips Ryzen 5000 (Zen 3) para desktops

Baseados na arquitetura Zen 3 de 7 nm, processadores AMD Ryzen 5000 para desktops têm foco em desempenho

Emerson Alecrim Por

A AMD prometeu anunciar a arquitetura Zen 3 nesta quinta-feira (8) e assim o fez. Os primeiros chips baseados na novidade são os modelos Ryzen 5000 para desktops. O líder da turma é o AMD Ryzen 9 5950X, processador com 16 núcleos, 72 MB de cache e TDP de 105 W.

AMD Ryzen 5000

Os quatro novos chips são voltados ao segmento de alto desempenho e, portanto, devem reforçar a participação da AMD em computadores para jogos, mercado que, no que diz respeito a processadores, é quase todo dominado pela rival Intel. Para tanto, a companhia aposta naquilo que a gente sempre espera de uma nova geração: mais desempenho.

Isso é possível, em parte, graças ao novo design CCX da arquitetura Zen 3. Na arquitetura Zen 2, o chip é formado por dois grupos de quatro núcleos, cada um com acesso a 16 MB de cache L3. Já a nova geração traz uma estrutura única de oito núcleos que, como tal, permite acesso direto e com menor latência a um cache L3 de 32 MB.

Lisa Su, CEO da AMD, na apresentação da linha Ryzen 5000

Lisa Su, CEO da AMD, na apresentação da linha Ryzen 5000

Essa mudança e outros fatores, como o aumento de frequência dos núcleos, fazem os chips Ryzen 5000 terem performance até 19% superior no IPC (instruções por ciclo de clock) na comparação com a geração anterior.

Estes são os chips que compõem a primeira leva:

Chip Núcleos / threads Clock Clock máximo Cache L2 + L3 TDP
Ryzen 9 5950X 16 / 32 3,4 GHz 4,9 GHz 72 MB 105 W
Ryzen 9 5900X 12 / 24 3,7 GHz 4,8 GHz 70 MB 105 W
Ryzen 7 5800X 8 / 16 3,8 GHz 4,7 GHz 36 MB 105 W
Ryzen 5 5600X 6 / 12 3,7 GHz 4,6 GHz 35 MB 65 W

É válido destacar que a arquitetura Zen 3 continua com tecnologia de fabricação de 7 nanômetros (a exemplo da arquitetura Zen 2). Processadores com 5 nanômetros aparecerão com a futura arquitetura Zen 4.

A linha AMD Ryzen 5000 chega ao mercado a partir de 5 de novembro. Ainda não há detalhes sobre lançamento e preços no Brasil. Nos Estados Unidos, os valores oficiais são os seguintes:

  • AMD Ryzen 9 5950X: US$ 799
  • AMD Ryzen 9 5900X: US$ 549
  • AMD Ryzen 7 5800X: US$ 449
  • AMD Ryzen 5 5600X: US$ 299

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
8 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Bruno (@Unknown)

AMD: Humilde o suficiente pra colocar nos slides cenários onde seu processador é inferior ao concorrente.
Also AMD: Joga na cara do concorrente que a eficiência energética do processador deles é uma porcaria.

ochateador (@ochateador)

Sacanagem não mostrar os cache individuais…

Danílio Costa da Silva (@Daniliocs)

O Core i9 10900k chega a dissipar 229W em carga máxima, o Ryzen 9 3900x (TDP de 105W) chega a no máximo 142W! Esse Ryzen 9 5900x deve ser nessa linha também, e com o mesmo desempenho da Intel, a diferença na eficiência é enorme!

🤷‍♀️ (@xavier)

E ainda, pelo que entendi, não vão lançar a família 4000, além das APUs da série 5 serem baseadas também no Zen 3 (enquanto os rumores eram de vir sempre com uma arquitetura Zen anterior às CPUs).
A cada dia que passa a Intel fica mais ela trás da AMD.

Danílio Costa da Silva (@Daniliocs)

Eles pularam a série 4000 em desktops pq as APUs usam zen 2 e são da série 4000, ai pra unificar basta eles lançarem as APUs com Zen 3 como série 5000 também (em meados de março). Parece que eles evitam usar o número 4 muitas vezes por causa da China (um grande mercado deles), as pessoas lá não gostam muito do som do número 4, pq é próximo do som da palavra “morte”.

Eu (@Keaton)

@Alecrim O preço do Ryzen 5 5600X está errado. O correto é USD 299, não 229.

Agora junta isso com a RTX 3090 e seus 350W em stock… RIP fonte barata. hahaha

Danílio Costa da Silva (@Daniliocs)

Teria que ser de 750W no mínimo, mas eu não ia confia, melhor seria pegar uma de 1000W.

Juliano Machado Olivetti (@Juliano_Machado_Oliv)

A AMD segue refinando seu projeto, enquanto a Intel vai se afundando com suas fábricas. Apesar de parecer que a Intel ainda tem o maior peso no mercado, isso vem diminuindo muito, além de o mercado de X86 em si não ter um horizonte de crescimento sólido.

² (@centauro)

Monta um PC com uma RTX 3090 e um Core i9 10900k e economiza na fonte?
Daí é praticamente merecido as consequências. =P

Eu (@Keaton)

Uma fonte de 1000W de boa qualidade é bem cara. Hahaha

Mas quem paga placa de 15k… Deve ter grana pra fonte.

Emerson Alecrim (@Alecrim)

Valeu o toque, Keaton!