Início » Aplicativos e Software » Google Play Música para de funcionar em smart speakers

Google Play Música para de funcionar em smart speakers

Encerramento do Google Play Música está em curso e deve acontecer até dezembro de 2020; empresa se concentrará no YouTube Music

Victor Hugo Silva Por

O Google Play Música ainda existe, mas está em seus últimos dias. O serviço de streaming está encerrando suas funcionalidades aos poucos e abrindo espaço para o YouTube Music. É o caso da integração que permitia usar a plataforma em smart speakers como Google Home Mini e Nest Mini, além de outros alto-falantes e telas inteligentes de terceiros.

YouTube Music e Google Play Música no Android. (Imagem: Tecnoblog)

YouTube Music e Google Play Música no Android (Imagem: Tecnoblog)

A mudança, destacada pelo Android Police, aconteceu nas configurações do aplicativo do Google Assistente. A tela que permite definir o serviço padrão para iniciar a reprodução de músicas por meio de comandos de voz não conta mais com o Google Play Música. Em vez disso, a seção passou a destacar o YouTube Music.

Com a alteração, o Assistente não poderá acessar sua biblioteca ou histórico de reprodução no Google Play Música. Caso você ainda tenha uma conta e queira seguir com seu arquivo, será preciso migrá-lo para o novo serviço de streaming da empresa. E o ideal é que isso aconteça logo: a antiga plataforma deverá ser encerrada até dezembro de 2020.

Tela do Assistente sem Google Play Música (Imagem: Reprodução/Google)

Tela do Assistente sem Google Play Música (Imagem: Reprodução/Google)

Google Play deixa de vender músicas

Como parte da transição para o streaming do YouTube Music, a loja do Google Play Música foi encerrada na segunda-feira (12), impedindo a venda de músicas avulsas. Com isso, quem quiser usar o YouTube Music para escutar faixas compradas, deverá comprá-las em outras lojas e importá-las para a plataforma.

Enquanto isso, a página do Google Play Música informa sobre a transição e explica que “a mudança não será feita de uma hora para a outra”. A página destaca ainda que, caso não optarem por assinar o novo serviço, os usuários podem usar o Google Takeout para não perderem suas músicas.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
6 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Felipe Silva (@Felipe_Silva)

Como o google gosta de matar programas/serviços e substituir por outros com menos funções.

@ksio89

O YTM é ruim demais, usei 5 minutos e desinstalei. Com o fim da loja de músicas do Google, acabei voltando com força para a Locadora do Paulo Coelho, pois me recuso a dar dinheiro para a Apple.

@doorspaulo

E substituir por outro infinitamente pior.
Era usuário do Play Music, e tentei migrar para o YTM, mas ele é uma merda completa.

Acabou que finalmente estou usando o Prime Music.

DovahShy (@JustMonika)

O pior é que o foco dos dois produtos é diferente. Um vende músicas, o outro apenas um serviço de assinatura.

Google queria fazer algo parecido com o Apple Music, mas até agora está falhando miseravelmente.

Felipe Silva (@Felipe_Silva)

era só deixar o google play music do jeito que tava, só manter ele pra não quebrar, mas foram lá e pioraram mais um serviço deles.

Emanuel Schott (@Emanuel_Schott)

Galera falando que o YT é ruim… tá loco! Acho o melhor serviço disponível. O sistema de Donwloads Inteligentes é perfeito.

Ruim era o Play Musica, muito defasado frente a qualquer outro serviço.

@ksio89

Eu nem faço muita questão do GPM ser encerrado, pois já assino outro streaming de música, o que fiquei triste foi com o fim da venda de músicas na Play Store, isso foi um golpe muito duro.

Tenho pressentimento que logo a Apple fará o mesmo com a iTunes Store, aí adeus comprar música pagando em real.