Início » Internet » Twitter vai remover tweets dizendo que Holocausto não aconteceu

Twitter vai remover tweets dizendo que Holocausto não aconteceu

Twitter irá remover tweets que neguem o acontecimento do Holocausto para combater o ódio na rede social

Bruno Gall De Blasi Por

O Twitter removerá tweets dizendo que o Holocausto não aconteceu. A medida foi anunciada nesta quarta-feira (14) por um porta-voz da companhia, que confirmou a remoção de publicações com a intenção de negar o ocorrido durante a Segunda Guerra Mundial. A ação é aderente às políticas de combate ao ódio na plataforma.

Twitter (Imagem: Yucel Moran/Unsplash)

Twitter (Imagem: Yucel Moran/Unsplash)

Twitter removerá tweets que neguem o Holocausto

Publicações que neguem o Holocausto serão retiradas do ar. Segundo um porta-voz do Twitter, esse tipo de conteúdo viola a política contra propagação de ódio da plataforma, que visa combater comportamentos que façam referência a “eventos violentos ou tipos de violência em que as categorias protegidas foram as principais vítimas, ou tentativas de negar ou diminuir tais eventos”.

“Condenamos veementemente o anti-semitismo e a conduta odiosa não tem absolutamente lugar em nosso serviço”, afirmaram ao Engadget. “Também temos uma política robusta de ‘glorificação da violência’ em vigor e agimos contra o conteúdo que glorifica ou elogia atos históricos de violência e genocídio, incluindo o Holocausto”.

O Twitter ainda trabalha em outras iniciativas para bater de frente contra a propagação do ódio e a desinformação na rede social. É o caso do Birdwatch, um recurso revelado no começo de outubro para combater as fake news. O Twitter também pretende pedir para todos lerem artigos antes de compartilhar.

O Facebook também anunciou na segunda-feira (12) a proibição de posts que neguem o acontecimento do Holocausto devido ao aumento do antissemitismo ao redor do mundo, segundo o CEO Mark Zuckerberg. Seis milhões de judeus foram mortos no Holocausto.

Com informações: Bloomberg, Engadget e Twitter (1 e 2)

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
5 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Douglas N. (@dougeureka)

Obrigado, Twitter.

Eu (@Keaton)

Até mesmo os que dizem que “os idiotas que pensam que o holocausto não aconteceu são idiotas” ou coisa do genero?

Igor Lana de Melo (@igor_meloil)

Bom começo, o próximo passo é banir coisas sobre terra planismo e anti vacina. Válido para qualquer rede social

Eu (@Keaton)

terra planismo é só um meme mesmo, acho que não prejudica ninguém. Já anti-vacina… esse sim é problemático.

Igor Lana de Melo (@igor_meloil)

Não acho q tem nego falando de lavagem cerebral e querendo fazer foguete pra provar um “meme”

@Banana_Phone

No Facebook eu levei block de 90 dias mais de uma vez da plataforma por simplesmente usar a palavra vi4do. Eu nem estava ofendendo alguém, até pq eu sou gay.
Não sei como está hoje, pois não uso mais Facebook, mas em 2018 você podia falar “eu amo meu amigo vi4do” ou “eu sou vi4do com muito orgulho” e mesmo assim ser punido e ficar até 90 dias sem poder curtir ou comentar, nem mesmo o Messenger era possível usar, as pessoas mandavam mensagem e eu não podia responder.
Teve uma época que até mesmo rir com kkk era motivo de block, pois eles associavam ao klu klux klan e o algoritmo já te punia na hora.
E aqui eu também não posso comentar com a palavra vi4ado, o sistema não permite, por isso coloquei o 4 no lugar do A.

@Banana_Phone

Terraplanismo é só a porta de entrada para drogas mais pesadas, como anti-vax e pessoas destruindo antenas 5G para acabar com o corona vírus.

Eu (@Keaton)

Eu falo que é meme porque eu AINDA não consigo acreditar que essas pessoas estão falando sério. Se fosse 1650, até vai… mas po… 2020

Eu (@Keaton)

Engraçado que eu posso chamar o algoritmo de censura de retardado à vontade. hahaha :I