Início » Gadgets » LG lança TVs NanoCell 4K por até R$ 26.999 e estreia em 8K no Brasil

LG lança TVs NanoCell 4K por até R$ 26.999 e estreia em 8K no Brasil

Nano90 é a melhor TV 4K da LG com painel LCD; Nano95 e Nano96 marcam estreia da LG na resolução 8K no mercado brasileiro

Paulo Higa Por

A LG oficializou nesta quinta-feira (15) o lançamento da linha de TVs NanoCell de 2020 no mercado brasileiro. Os modelos Nano79, Nano81, Nano86 e Nano90 renovam os televisores 4K da fabricante no segmento premium com painel LCD, enquanto as TVs Nano95 e Nano96 finalmente marcam a estreia da LG na resolução 8K no país.

TV LG NanoCell 8K (Imagem: Divulgação/LG)

TV LG NanoCell 8K (Imagem: Divulgação/LG)

LG Nano79, Nano81, Nano86 e Nano90: 4K de 43 a 86 polegadas

A linha NanoCell usa nanopartículas para filtrar as cores, competindo diretamente com outras TVs LCD do segmento premium, como os modelos QLED da Samsung e TCL. Além disso, a LG aposta em painéis IPS como um diferencial para oferecer melhor ângulo de visão que as concorrentes. Pelo lado negativo, esse tipo de painel costuma ter brilho mais fraco e uniformidade de preto inferior ao VA adotado por rivais.

A melhor TV 4K da LG com NanoCell em 2020 é a Nano90, que entra no lugar da SM9000. Ela será vendida apenas nos tamanhos de 75 e 86 polegadas, sendo a única da linha com local dimming completo (FALD) para melhorar o contraste e exibir um preto mais profundo.

A Nano90 possui taxa de atualização de 120 Hz, alto-falantes em 2.2 canais (40 watts), Dolby Vision e quatro portas HDMI, sendo duas no padrão 2.1, preparadas para a nova geração de consoles. Para os gamers, a LG destaca recursos como taxa de atualização variável (VRR) e modo automático de baixa latência (ALLM), também presentes em modelos mais caros da marca, como a LG CX.

TV LG NanoCell Nano90 (Imagem: Divulgação/LG)

TV LG NanoCell Nano90 (Imagem: Divulgação/LG)

Logo abaixo, há a Nano86, em tamanhos mais normais (55 e 65 polegadas). Você perde o local dimming por zonas e os subwoofers, mas continua com os 120 Hz, o processador Alpha 7 de 3ª geração para melhorar a imagem com aprendizagem de máquina e as duas portas HDMI 2.1.

No segmento que eu chamo de “premium mas nem tanto”, temos a Nano81 e a Nano79. São TVs mais simples, que tentam oferecer qualidade de imagem ligeiramente melhor que nos modelos de entrada e que ainda contam com as nanopartículas para filtrar cores, mas abandonam o processador Alpha 7, possuem apenas três portas HDMI 2.0 e taxas de atualização de 60 Hz.

TV LG NanoCell Nano81 (Imagem: Divulgação/LG)

TV LG NanoCell Nano81 (Imagem: Divulgação/LG)

Mesmo nas TVs mais simples, a LG mantém os recursos de software dos modelos mais caros, como os comandos de voz do Google Assistente e Alexa pelo controle remoto Smart Magic, o suporte ao Apple AirPlay 2 e o Filmmaker Mode, que torna as cores mais naturais nos filmes e desativa a suavização de movimentos.

Nano90 de 86 polegadas custa até R$ 26.999 no Brasil

As TVs Nano79, Nano81, Nano86 e Nano90 começaram a ser vendidas no Brasil nas últimas semanas. O Tecnoblog procurou a LG para obter os preços sugeridos de cada modelo, mas a empresa não decidiu não divulgar essa informação, diferente do que fazem as concorrentes. Por isso, listamos abaixo os maiores valores praticados pelo varejo (que são, em regra, os preços sugeridos divulgados por outras fabricantes):

Modelo Tamanho Preço
Nano79 75 polegadas R$ 6.799
Nano81 49 polegadas R$ 3.299
Nano81 55 polegadas R$ 4.399
Nano81 65 polegadas R$ 6.499
Nano86 55 polegadas R$ 4.999
Nano86 65 polegadas R$ 7.999
Nano90 75 polegadas R$ 14.999
Nano90 86 polegadas R$ 26.999

Essa tabela coloca a Nano90 como concorrente direta da Samsung Q80T, a Nano86 como alternativa à Samsung Q70T e a Nano81 como opção aos televisores Samsung Q60T e TCL C715.

LG Nano95 e Nano96 têm resolução 8K e até 75 polegadas

Depois da Samsung e da TCL, a LG também estreou no 8K no Brasil, com os modelos Nano95 (75 polegadas) e Nano96 (65 polegadas). Ambos possuem quatro entradas HDMI 2.1, alto-falantes em 2.2 canais (40 watts), full-array local dimming e suporte ao Dolby Vision IQ, que leva em conta a iluminação do ambiente para aumentar o alcance dinâmico das imagens.

TV LG NanoCell Nano96 (Imagem: Divulgação/LG)

TV LG NanoCell Nano96 (Imagem: Divulgação/LG)

Elas possuem os mesmos recursos de software das NanoCell 4K, como Alexa, HomeKit e AirPlay. O processador de imagem é o mesmo Alpha 9 de 3ª geração que equipa a linha mais recente de TVs OLED da LG. E ambos os modelos são hands free: basta falar “Hi, LG” para dar um comando de voz, sem necessidade de apertar o botão de microfone no controle remoto.

Curiosamente, os dois primeiros modelos 8K da LG no Brasil possuem telas com taxa de atualização de 60 Hz, diferente das TVs Nano86, Nano90 e OLED da fabricante. Essa restrição é no próprio painel, logo, se você pretende jogar em 120 Hz, ainda que em 4K ou 1440p, as TVs NanoCell mais caras da LG podem não ser a melhor escolha.

A LG Nano96 de 65 polegadas pode ser encontrada no varejo por R$ 13.999, enquanto a Nano95 de 75 polegadas sai por R$ 19.999. Apesar de ainda serem mais caras que a maioria dos modelos 4K disponíveis no país, os preços são menores que os de concorrentes como a Samsung Q800T de 65 polegadas (R$ 17.999) e a TCL X915 de 75 polegadas (R$ 22.999).

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
1 usuário participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação